quinta-feira, janeiro 26, 2006

Marco Zero na Praia


Milho, ao contrário do que os urbanóides acham, não nasce dentro de uma lata, mas sim cresce no campo (pedaço de terra, cercado por plantas, sem edifícios ou asfalto, onde são cultivadas nossas comidas). Como todos que conhecem o milho no pé, sabem que ele tem uma barba. Faz parte da religião da espécie – todo milho é mulçumano. Já reparou a quantidade de milho que se estoura por aí? Basta dar uma olhada no seu pipoqueiro local e verás um monte de milho cometendo suicídio dentro da panela. Eles acham que o sacrifício em nome do Grande-Alá-Milho garantirá uma passagem só de ida, primeira classe, para o grande campo no céu, onde receberão de presente umas milhas virgens.

Pois bem, alguns desses milhos mais radicais, do grupo Mártires da Espiga Sagrada, passaram anos convivendo com outros vegetais nas feiras e ceasas de São Paulo, fingindo ser uma planta normal. Na verdade, estavam infiltrados para uma operação maior, precisavam aprender tudo sobre a venda de milho no litoral paulista. Foram meses de observação e planejamento. Finalmente estavam prontos.

Tomar conta do carrinho de milho foi fácil. Os outros milhos na panela pensavam que eram um seqüestro normal, que iriam pousar num posto qualquer e os seqüestradores iriam pedir a liberdade dos colegas presos em latas pelo país. Pouco sabiam que a ambição dos insurgentes era muito maior: iriam jogar o carrinho contra o fazendeiro José Melbourne, o Rei do Milho, que estava passando as férias na praia com a família. Morte aos infiéis, gritaram, enquanto o carrinho ia em direção às duas torres gêmeas que faziam parte do castelo de areia que a filha de Melbourne tinha erguido na praia, sua família tomando sol ao seu lado, desconhecendo o perigo que se aproximava.

O erro dos terrormilhos foi esquecer que a teoria é bem diferente do que a prática. Na teoria, o carrinho do milheiro tem rodas alinhadas, na prática, são tortas. O veículo desviou do rumo, captou e pegou fogo. Todos morreram, muitos tostados na manteiga derretida.

A foto acima, tirada por um fotógrafo amador e postada no Estadão (que não contou a história toda) comprova o fato. Reparem que o salva-vidas, à esquerda, está comendo uma das vítimas. Não foi um dia bom no Milhoquistão.

52 comentários:

CÍCERO disse...

E COMO DIRIA O PHILIPPE , É ISSO AÍ MILHO !!!! RS RS RS

F3rnando disse...

HuMILHOu, André!

Os milhos-pipocantes na verdade querem ir pro sacrifício pra quando chegarem no paraíso terem direito a milhas grátis.

daniel andrade disse...

quando sai o novo cd da plebe rude?

GUSTAVO disse...

ANDRE VC TEM RELIGIÃO OU É ATEU???

Fábio disse...

Nossa, haja criatividade.

Daqui a pouco os americanos usam esse relato para invadir o Brasil (Teoria da conspiração). rsrsrs

João disse...

Muito bom, como os da VEP e do peido na sauna.

CÍCERO disse...

ANDRÉ ACHEI ISSO NO SITE DO JORNAL O DIA , VC NÃO COMENTOU QUE QUERIAM GRAVAR SOLDADOS NO DVD TRIBUTO !!!!
IA FICAR DO CARALHO NA VERSÃO PLEBE , FALE ALGO PARA GENTE SE PROCEDE ESSA INFORMAÇÃO .

Mas a proibição de uma música em especial acabou descontentando a Plebe Rude, banda conterrânea da Legião Urbana na cena pop de Brasília da década de 80. Bonfá vetou a recriação, pelo grupo de Philippe Seabra, de Soldados.

A faixa é uma parceria de Bonfá com Renato Russo, gravada pela Legião Urbana em seu primeiro disco, em 1985. Magoado, Philippe lembra que a Plebe chegou a lançar Soldados na companhia de Russo e do próprio Bonfá, em show no Teatro Rola Pedra, em Brasília, no início dos anos 80.

Diante da proibição, o quarteto optou por regravar Química no tributo. Assinada apenas por Renato Russo, Química é música feita ainda na época do Aborto Elétrico, o primeiro grupo de Russo. Foi lançada em disco pelos Paralamas do Sucesso, em 1983, no primeiro LP do trio carioca, Cinema Mudo. Em 1987 a Legião relançou a música no álbum Que País É Este? que reunia material inédito do Aborto Elétrico e outras bandas da chamada "Turma da Colina".

André X disse...

Comentei esse fato sim. Mas jornalista exagera tudo, ninguém ficou magoado não!

Anônimo disse...

com tanta musica do legiao o phelipe nao iria se importar em escolher outra musica.

Pamela disse...

Joao,
Sobre os comentarios da verticalizaçao...
Ñ sei se foi impressao minha,mas no seu ultimo coment. qnd vc repete algumas palavras q usei como: partidos burgueses,ideologia e "bem comum" e depois fala dos petistas.
¿Vc num tá achando q eu sou petista,nao,né?
(Espero q ñ,hahaha)

Dênis disse...

"Milho" (Os Mulheres Negras)

Atrás de um trilho reside um velho milho
Espiga é seu filho brincando na palha

C´o alho, c´o tomate, c´o repolho
C´o alho, c´o tomate, c´o repolho
C´o alho, c´o tomate, c´o repolho

Um dia comi-os com molho
Só pensando
Como tudo
Nessa vida é feito a olho

daniel andrade disse...

A BANDA GANHOU ALGUMA COISA PARA TOCAR NO ESPECIAL DA LEGIAO ?

F3rnando disse...

Você já ouviu o disco do Capital tocando as músicas do Aborto Elétrico, André? Se já, o que achou?

daniel andrade disse...

FICOU SHOW O CD DO ABORTO !

Felipe Lopes disse...

Cícero

Na verdade, o André já comentou isso aqui no blog!!
Mas ele citou outra música:
Fábrica!!!
Imaginou?
Fábrica ou Soldados!!!!
Ia ficar show!!

André X:
Que tal se vcs incluíssem uma dessas músicas no repertórios? No intuito de homenagear o colega Renato?

Falow
Abraço

Claudio Lopes disse...

André,

Eu gostaria de fazer uma pergunta: Se dizem que todos os políticos são corruptos, que todo gaúcho é gay, então todo artista é viciado, todo viciado é marginal, todo marginal é criminoso? Não concordo com essas generalizações, sobretudo quando feitas por pessoas que não conhecem a todos aqueles a quem estão se referindo. Há políticos corruptos? Sim. Há gaúcho gay? Sim. Há artista viciado? Sim. Mas também há o outro lado.

Gostaria de ouvir sua resposta também à pergunta de alguém acima: Você é ateu?

Um grande abraço,
Eduardo.

Anônimo disse...

com certeza sim, andre é ateu.

Anônimo disse...

ou é do candoblé.

F3rnando disse...

Que nada. Nem o mel nem a cabaça: André é saravá metal.

Vitor disse...

Eu tb tive essa ideia a plebe podia tocar uma dessas: soldados, fabrica, tedio com um t ou quimica.
pensei ate em que pais é este, mas como é muito farofa e a plebe detesta parecer pop.

Eurico Miranda disse...

eu acho que o André é muçulmano

gustavo disse...

com certeza é judeu, volta e meia ele faz ofenças gratuitas a outras religiões, é melhor parar, pois isso da até processo, e danos morais da uma indenização bonita...

Bispo Edir Macedo disse...

Basta , o André é evangélico,inclusive deu um cheque em branco para nossa Universal

Black disse...

Claudio Lopes:

Relaxa cara, vc é político, gaúcho ou artista para ficar tão ofendido assim?

Estamos todos entre amigos, se divertindo...

Ou você achou que realmente cabe levantar o sério assunto de preconceito nos comentários de um blog, falando em um atentado terrorista organizado por MILHOS!?!?!?!

Ah! mais uma coisa sou carioca morando em SP, escuto, diariamente, que todo carioca é FDP e nem por isso vou me revoltar com isso...até pq tem muitos que são mesmo...rs

Mais uma vez, relaxa! Bota um bom rock'n'roll no CD-player e curti o som...

Abraços.

gustavo disse...

O FODA É GENERALIZAR, UMA VEZ ELE DISSE QUE O POVO DO RIO É DESORGANIZADO, QUERO QUE ELE VENHA AQUI FALAR ISSO NA CARA DE QUALQUER CARIOCA, O OLHO DELE IRIA FICAR ROXO, MAS NA BOA,NÃO PRECISA DISSO, ISSO SÓ VAI MANCHAR A IMAGEM DA BANDA.

Pamela disse...

E o povo do Rio ñ eh desorganizado????

Eh o que,entao????

Moro em Niterói,estudo no Rio,mas ñ eh por isso q vou fingir q ñ vejo os defeitos daqui...

Somos desorganizados,e ñ temos a mínima nocao do que significa Pontualidade...

Anônimo disse...

com os deputados safados ele pode generalizar sim! ha ha ha ha

Vitor disse...

eu ia falar sobre isso, ia ficar foda a plebe fazer uma cover da legiao: soldados ou quimica, fabrica, tedio com um t, ou ate q pais é este, mas esse a plebe nao tocaria pq eles nao gostam de soar como pop...

Felipe Lopes disse...

Victor

Mas quem disse q as músicas Soldados e Fábrica são POP??
São rock porra!!!

É isso aí André!!
mete bronca nessa religiões q não levam a nada!!!

Anônimo disse...

andré é o diabo gente, por isso ele ataca as religiões, sai daqui satanas ! hihihihi

Anônimo disse...

ISSO EU SABIA!! NAO EH A TOA QUE E O DIABLO X!!

CÍCERO disse...

REALMENTE O ANDRÉ É O CRAMUNHÃO !!!!!
- EU SOU CARIOCA TAMBÉM VIVO EM S.P. HÁ 5 ANOS E IGUAL AO AMIGO BLACK O QUE MAIS ESCUTO É QUE SOMOS FILHO DA PUTA, VAGABUNDOS ETC...
SEM CONTAR QUE ELES BOICOTAM O MEU FLUZÃO EM RELAÇÃO A NOTICIAS.RS RS RS

anonimo disse...

eu sei que pode ate ser ridiculo comentar isso aqui, mas foi tocado um trecho de "até quando esperar" no programa big brother da globo hehe

sem falar que um pouco antes saiu do nada uma do ramones, acho que foi "pet semetary", nao lembro mais

Anônimo disse...

Mudando de assunto plebe no big brother hein!

Anônimo disse...

vc eh racista?

André X disse...

Caraca, neguin se degladiando por causa de uma histórinha inventada em cima de uma foto! Religião: acredito em Deus, mas não do jeito pregado pelas religiões por aí. Judeu? Macumba? Evangelico? Não preciso de um rótulo para exercer minha religiosidade. Acho os mulçumanos gozados, esse negócio de se explodir por aí. Acho os judeus uns cegos, se fincando cada vez mais num beco sem saída. Rascista? Odeio rascismo! Nada mais ignorante do que julgar alguém pela cor, instrução ou time de futebol que torce.

E Claudio Lopes, que negócio é esse de assinar Eduardo? Vc não é Claudio Lopes porra nenhuma! Ou então vou generalizar: todo Claudio Lopes é um Eduardo, ha ha ha.

alex disse...

André é tr00


=P

Fábio disse...

Pô, eu já estava quase sugerindo um bolão pra adivinhar a religião do André. rsrs

Vitor disse...

Felipe, presta atenção, porra.
Eu falei sobre "que país é este"
" mas esse a plebe nao tocaria pois eles nao gostam de soar como pop"
fabrica e soldados sao rock sim, que pais é este tb, mas como esse se tornou arroz de festa, tem gente que acha pop

Claudio Lopes disse...

Caríssimos Black, André X e Cícero,

Black: Estou relaxado, velho! Só não estou ouvindo um bom rock'n'roll para seguir seu conselho, pois estou no trabalho. Mas chegando em casa, fique tranqüilo que vai rolar uma baita guitarra distorcida.

André X: Você tem certeza de que não dá para julgar alguém pelo time que torce?

Cícero: Se eu fosse carioca também boicotaria o teu fluzão que, com todo o timaço que montou, não derrotou meu menguim...

Grande abraço,
Claudio Eduardo Lopes

Vitor disse...

Cicero, nao é so no tumulo do samba que boicotam o fluzão não, na cidade maravilhosa tb, vc acredita que o jose carlos araujo, que se diz tricolor, falou na radio que no fraflu tava meio a meio, qdo tinha o dobro de tricolores?
teve ainda o jornal meia hora: "fla desbanca o flu e quase empata", acho que o jornal dos sports: " cala a boca pet",...

CÍCERO disse...

EU LÍ O JSPORTS DE 1989 ATÉ 2004 , E ENFIM COMPREENDI QUE ELES PARA VENDEREM JORNAIS SIMULAVAM NOTICIAS PAREI DE COMPRAR, JOSÉ CARLOS ARAUJO É PÉ FRIO EM JOGOS DO FLU PODE PARECER BRINCADEIRA MAIS O FLAMENGUISTA LUIS PENIDO DÁ MAIS SORTE, ESTOU ACOSTUMADO NÁ EPOCA DOS REBAIXAMENTO SOFRI COM ESSES MEIOS DE COMUNICAÇÃO
VALEU VITOR

Renato Oliveira disse...

Queria saber se passa notícia do meu São Paulo no Rio, já que tão falando que boicotam o Fluminense aqui em sampa.
Pois até aqui meu time é boicotado, só falam de um negócio chamado "curintia". A imprensa paulista é gambá, pra eles só existe um time.

CÍCERO disse...

RENATO VC PODE ATÉ NÃO POR FÉ NO QUE EU VOU TE FALAR , MAIS A CRÔNICA CARIOCA DÁ ATENÇÃO PARA OS CLUBES DE OUTROS ESTADOS COM IMPARCIABILIDADE DIFERENTE DAQUI EM S.P.DIFICIL VER ALGUM JORNALISTA FALANDO MAL , PELO CONTRÁRIO ELES ATÉ ELOGIAM ALGUMAS COISAS

João disse...

Pois é, até quando tem o dobro de tricolores no Maracanã, a torcida do Flamengo consegue gritar mais alto e fazer ouvir em bom som pela tv a homenagem ao Fluminense: "3ª divisão, 3ª divisão"

Vitor disse...

essa vc quebrou a cara joao, ontem a torcida do flu nao parou de gritar, e pra variar, a torcida do fra tava quietinha, essa é mais uma invenção da midia, que a torcida do fra nao para de gritar, na final de 95, qdo a torcida do fra era o dobro, nós tivemos que gritar por 2, e o fluzão ganhou. no brasil, uma torcida que realmente grita o jogo inteiro é a mulambada de sum paulo.

vitor disse...

é, o cicero tem razão.
renato, a imprensa daí é gambá pq é o time do "povão", como a imprensa aqui é totalmente flamenguista, e é por causa disso que sao as maiores torcidas.
è a msm coisa pq tem mais gente fã de mc serginho do que da plebe? midia, so que a qualidade dos fãs é bem diferente, a msm coisa acontece no futebol.

Mikele disse...

A torcida do SP, pode ate gritar o jogo inteiro, mas eles so gritam : - " INDEPENDENTÊ..."!
Alem disso jogam bandeirinhas no dia do aniversario do clube...
Sinceramente, amigos cariocas a imprensa dai tem q elogiar outros times, pq os daí... rsrsrsr

Renato Oliveira disse...

Realmente, tenho de concordar, que a imprensa paulista mete o pau no futebol carioca mesmo. Não sei como é no Rio, mas acredito em vc Cícero. Porque pior que a imprensa esportiva daqui é impossível que exista. Os caras inventam polêmica onde não tem só pra ter audiência, Grande-Alá-Milho que me livre.

Fábio disse...

Isso é mesmo. Nego polemiza coisas ridículas. É aí que vem a história do bairrismo. Pra mim a imprensa é a grande responsável por isso.

Mas os torcedores não são idiotas não. Basta ver como a galera aqui do Rio adora o Galvão Bueno. Se pegam ele no Maraca...tsc

Kalyus/RJ disse...

É, bem, o papo esta legal, futebol aqui e alí, meu menguinho segurando o poderoso flusão e tal mas voltando a vaca-fria.
ANDRÉ, QUANDO O RJ VAI VOLTAR A VER UM SHOW DA PLEBE RUDE ?

Plebeu Tricolor disse...

Acho que a plebe so volta a tocar na Cidade Maravilhosa, depois do lançamento do seu cd...