terça-feira, outubro 18, 2005

A pedidos..


Conforme solicitado pelo Cícero, publico, acima, foto do Metal Box, do PiL. Existem somente 25 mil, se não me engano. São três discos que tocam a 45 rpm. Na verdade, esse é o meu segundo. Lá pelo meio da década de 80, numa festinha em Brasília, antes da Plebe ou Legião terem gravado, começo uma discussão com o Renato Russo. Estava com o Metal Box na mão e joguei no chão. Ele olhou para aquilo e falou: isso não me impressiona. Comecei a pula em cima, esmagando o metal. O Renato gritava: para, para, isso me impressiona!

Depois, achei um filho de diplomata, que a gente apelidou de Zé Francês, que tinha outro. Acabei convencendo ele a me vender - o cara gostava de Duran Duran e Van Halen, não sabia o que tinha nas mãos.

13 comentários:

CÍCERO disse...

pô ANDRÉ ISSO ME ENCHE OS OLHOS CARA,PASSEI OS ANOS 90 COM DUAS LAMENTAÇÕES
1º NUNCA VEREI A PLEBE AO VIVO
(CONSEGUI VER DUAS VEZES UMA NO MUSIKAOS E OUTRA NO BEM BRASIL)
2º DEFINITIVAMENTE O METAL BOX DO PIL NÃO EXISTE(AGORA EU SEI QUE É VERDADE)

VALEU AMIGO

João disse...

é, isso é HISTÓRIA. Essa passagem do André destruindo o Metal Box ficou na memória de quem leu a entrevista do Renato Russo. Outra passagem histórica contado pelo Renato Russo é do André jogando o baixo Fender da janela de um bar. Será que tem foto desse baixo? Pô, André, voce tem uma pendência pra destruição de coisas. O Metal Box não é um disco fácil de ser ouvido.

Anônimo disse...

Queria ver o André depois de um show destruindo o baixo em cima da bateria, ia ser muito fera! Destroy!!!

Mateus disse...

Oh André, depois dessas historias citadas, começo a achar q vc taca pedra nos outros......heheheheh

Esse metal box do PIL é tamanha raridade, qto a pequena caixa da Plebe com os 3 primeiros( Obrigado Deus!).

Pamela disse...

Pô,valeu!
Eu tb tinha curiosidade em ver.
Alguém sabe se foi lançada em CD,ou como conseguir as musicas da "Metal Box"???
Do PIL só conheço Rise,q tocava às vezes na Fluminense.Mas pelo q sei tinha ecos do Pistols,mas a sonoridade era mais elaborada,tinha mais mesclas com dub e outras cositas.Então deve ser bom pra c***lho!!!
Eu quero essas músicaaas! Se alguém tiver como me passar,dê um toque...è só clicar no meu nome e entrar no meu blog

Luiz Gustavo disse...

Eu tenho as mp3 do Metal Box, quem quiser, me comunique.

Philippe disse...

Fala Milho! Eu vendi o Metal Box para o Frances... Mas nao me lembro se a festa foi la em casa do "Trampolin Pil..."

CÍCERO disse...

SR MR PHILIPPE SEABRA FAZENDO UMA VISITA???

André X disse...

Certo, Philippe. Primeiro lugar, parabéns pela primeira contribuição ao blog do seu fiel escudeiro e baixista. A cena foi realmente numa festa na sua casa. Inclusive, foi você que começou a confusão toda pegando o cigarro do Renato, puxando um trago e baforando a fumaça na cara dele. Daí, como resultou no massacre do Metal Box, não me lembro. Isso tudo ocorreu na porta de entrada da casa, com a festa rolando lá dentro.

Fabiano disse...

A pergunta que não quer calar:
A Data do cd da plebe???

João disse...

Outra cena de destruição do André foi no show no Teatro Nacional, aqui em Brasília, no ano de 2000, quando da volta da banda pro disco ao vivo. Em certa parte do show, o André, acho que descarregando toda a frustração por conta das confusões que a Plebe enfrentou e tudo o que deixou de ser feito por causa disso, vendo a sua banda tocar no famoso Teatro Nacional, jogou seu baixo no chão. Não vi o show porque os ingressos acabaram rapidinho, mas li sobre essa cena no Correio Braziliense.

CÍCERO disse...

NÃO SEI SE CONTINUA, MAIS O CORPO DO BAIXO NA PARTE DE TRÁS ESTÁVA TODO ESTOURADO, AINDA BEM QUE SONORAMENTE O BAIXO ESTA LEGAL ...

Daniel disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.... imagino a cena do Renato desesperado gritando: "Isso me impressiona... isso me impressiona"...

Destaque para a breve contribuição da mão direita do rock nacional ao blog so seu fiel escudeiro...

Daniel - Plebe na Pele