segunda-feira, março 30, 2009

Xilindró!

Brasil é um país surreal. Quando se trata de justiça, então estamos no liminar da imaginação do Salvador Dalí. Concordo que deva haver punição aos que cometam crimes, não importa origem, profissão, cor ou status social. No entanto, estando atrás das grades, o meliante deve ter seus direitos preservados, afinal, o ato de punir é do Estado, não dos presos.
Dois fatos noticiados na semana passada demonstram bem o que quero dizer. O Marcos Valério, único até o momento condenado pelo suposto esquema do “mensalão”, passou 98 dias na Penitenciária de Tremembé, em São Paulo. Apesar de estar recluso em cela própria, essa foi aberta por detentos que espancaram e agrediram o careca, que perdeu dentes e apresenta vária cicatrizes pelo corpo.
Ontem, o Fantástico mostrou um vídeo contendo um assassinato de um preso por seus companheiros na Penitenciária de Segurança Máxima Presidente Venceslau, interior de São Paulo. O Brasil não tem pena de morte, mas essa existe justamente em estabelecimentos estatais destinados a reformar os detentos.
Muitos vão dizer: bem feito, tem que apanhar mesmo, delinqüente tem que morrer! Pode até ser, mas quem tem que fazer isso é o sistema e não bandos organizados fora do sistema. Já que o Estado é incapaz de protegê-lo, o Marcos Valério recorre ao PCC, tem algo mais absurdo? Cadê aqueles no governo, que aproveitaram do esquema que ele montou, para proteger seu cúmplice? Nada.
Até acho que em alguns casos de crimes hediondos podemos discutir a pena de morte. Nem a velinha de Taubaté acredita que prisões podem reformar alguém, devolver à sociedade um cidadão. Nosso sistema penitenciário é um crime e ninguém faz nada.
Que tal prisões especiais para crimes contábeis e políticos? Que tal mais educação aos menos favorecidos para não serem aliciados pelo crime? Que tal dar opções de vida aos à margem da sociedade para evitar a bandidagem? Que tal o Estado começar a agir como Estado?
Querem prender a dona da Daslu. Legal, sonegou, prisão. Mas onde que vão botar essa mulher? Será que ela já está negociando proteção com o PCC?

24 comentários:

RRC disse...

Pelo que li e soube de conhecidos, esse lance de espancarem e quebrarem dentes é quando pegam o cara pra mulher da cela.

Quando o sujeito nao vai por espontânea vontade, vagabundo quebra os dentes pra nao correrem o risco de terem a pica decepada pela mandíbula da pessoa em questão.

Vocês aqui dos comments, que entendem do assunto, podem falar mais a respeito:

Saravá!
abraço

Anônimo disse...

É verdade que a Plebe foi presa em Patos de Minas em 1982?

André X disse...

Presa, mas não enjaulada! Só expulsos da cidade.

Anônimo disse...

Falando em Marcos Valério, gostaria que ele soltasse tudo que sabe por trás de um ventilador. Quanta merda iria voar...
Recentemente, ele tentou negociar com o Ministério Publico a troca de informações por 'tratamento especial', claro! O MP não aceitou,
Quanta sujeira deve ter por debaixo desse tapete.
Quanta podridão...

Anônimo disse...

Porque prendem a dona da Daslu que simplesmente sonegou impostos para nenhum deputado fdp roubar. Crime não é sonegar, crime é roubar o dinheiro público que não foi sonegado. Se a Daslu sonegou, foi pelo motivo que a carga tributária é muito alta e sem sonegação as industrias não vão pra frente!
Acorda Brasil, os verdadeiros bandidos estão na politica e na policia! Parem de crucificar os empresários, eles querem despistar você!

Anônimo disse...

Não acho justo, enquanto sequestro relangago e assassinato pega no maximo 30, condenar a dona da Daslu em 94 anos de masmorra.

Para mim, sonegação e contrabando é ato patriotico, motivo de orgulho. No maximo, deveria parar multa.

Primeiro, quem sonega não sustenta o estado corrupto. Ao consumir e usar o dinheiro sonegado, o cidadão faz muito mais pelo pais. Criar emprego e distribui riqueza.

Segundo, quem contrabadeia está lutando contra um protecionismo abusivo, contra uma industria nacional vagabunda que faz mercado cativo de otários.

Por exemplo, os musicos sempre conrabandearam instrumentos, pois tocar com Gianinni e outras porcarias nacionais sempre foi impossivel. Importar legalmente tambem é impossivel, pois faz o preço triplicar.

Enfim, no Brasil as leis criam dificuldades para se vender facilidades. Os impostos abusivos criam as mafias do contrabando, muitas vezes com a participação do estado corrupto.

Do mesmo modo, as cadeias são feitas p/ o PCC vender proteção, marmitas e celulares.

O fato é que existem duas leis: a lei dos honestos (otários) e a lei dos pilantras (espertos).

Por exemplo, na favela não precisa pagar IPTU, invadem terra publica de graça, fazem gato de luz... Na Favela constroem como querem, fazem o que querem, sem habite-se nem porra nenhuma.

Enquanto isso, se vc é honesto e compra um lote, paga IPTU e não faz gato de luz, então assim a lei é severa e implacável. Logo vem o fiscal para multar, embargar e demolir.

Já sobre a pena de morte, sugiro começar isso somente para quem faz parte do estado.

Sim, se vc usa o estado para praticar crimes, então deve ser punido em dobro.

O policial que usa o poder do estado para matar, o politico que usa a maquina publica para roubar, todos esses merecem uma punição muito maior que a do cidadão comum.

Então, depois de fuzilar meio congresso e a metade da corporação da PM carioca, se isso desse certo, então poderiam extender a punição para os demais cidadãos.

Anônimo disse...

ops.. é relampago!

Anônimo disse...

O careca Marcos Valerio vai acabar igual o careca PC Farias. Antes de contar tudo que sabe, vai aparecer com a boca cheia de formigas.

E não adianta ele soltar todos os podres. Para o povão que ganha bolsa familia, o Lula e PT são sempre bom. Pode contar o que quiser e popularidade não vai cair. A popularidade só cai se cortarem a bolsa familia.

Anônimo disse...

Não existe piores bandidos que os politicos!

Anônimo disse...

Daslu é uma empresária de sucesso, esses vagabundos que prenderam ela que são os que roubam o dinheiro público, prendem ela pra dispistar coisas mais obscuras.

Todos são filhos da puta:

- Deputados,

- Policia

- Infucionalismo Público,

- Sindicatos e etc.

Anônimo disse...

A verdade é que empresa nenhuma sobrevive fazendo tudo certinho. Tem que ter caixa 2, tem que sonegar e evitar ao maximo entregar dinheiro para esses governos corruptos, populistas e eleitoreiros. Para isso é que serve o contador: o bom contador tem que ser mestre na picaretagem, pois, no Brasil, quem é honesto é otário.

Sim, gente honesta no Brasil só serve para ser explorada e sofrer os rigores da lei. Gente honesta só se fode, não sobrevive, pois para esses o estado só serve para punir, atrapalhar e sacanear.

Se vc é honesto, não pode contar com o estado para nada. Não tem segurança, transporte publico nem serviços decentes. Se tem que pagar segurança privada, plano de saude, escola do filho, para que pagar impostos então?

O estado só está a favor de quem não paga imposto. Por isso a informalidade, as favelas e o crime organizado só aumentam, pois para quem é pilantra existe a isenção e impunidade.

Para o invasor que não paga nada, para esse o estado dá bolsa familia, posto de saude, escola publica, agua, esgoto e até elevador na favela. Quem paga tudo isso são os otários que não podem usar nada, pois está tudo lotado pelos que não pagam nada.

Isso e socialismo? Eu acho que não. Na Suecia, todos pagam e todos usam. Aqui no Brasil, o invasor não quer pagar nada, mas quer que o governo dê tudo. Ainda fazem dez filhos cada, pois o estado banca.

Anônimo disse...

"Que tal mais educação aos menos favorecidos para não serem aliciados pelo crime? Que tal dar opções de vida aos à margem da sociedade para evitar a bandidagem?"

A educação que esses menos favorecidos precisam é o CONTROLE DE NATALIDADE. A melhor opção para os que estão a margem da sociedade, para evitar a bandidagem, é não nascer na miséria.

Uma vez nascido na miséria, não existe educação que dê jeito. Isso é fato. Se o cara nasce na miséria, esse não vai poder se dar ao luxo de estudar. Vai ter que viver pela rua fazendo um "ganho", fazendo dinheiro seja lá como for.

É preciso entender que, para existir educação de qualidade, por detrás disso é preciso haver uma FAMILIA ESTRUTURADA e economicamente viável. Ninguem consegue estudar sem dinheiro, sem uma familia estruturada para apoiar.

Muita gente que tem a oportunidade de estudar, ainda foge da escola, não aguenta o esquema de sofrimento e disciplina. Escolas publicas existem, mas muitos garotos favelados não querem ir, preferem vadiar e/ou fazer um "ganho"na rua.

Numa familia estruturada isso é mais dificil de acontecer, mas, ainda assim, acontece. Conheço muita gente rica, de classe media que não aguentou estudar. Alguns se foderam, outros tiveram a sorte de ter dinheiro para fazer comercio, ou foram sustentados pelos pais pelo restoda vida.

Isso sem falar que estudar não garante nada. Tem muito engenheiro trabalhando de camelô, gente formada que não arruma emprego nem tem saco ou disciplina para passar um concurso ultra concorrido.

João disse...

A dasluzete pegou 94 anos porque cometeu VÁRIOS CRIMES, não foi só um. Sonegação, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha ...
Nos EUA ricos como ela são tratados como criminosos de alta periculosidade se sonegarem. Aqui no Brasil vira coitadinha.

Anônimo disse...

João,

Não é o fato de ser coitadinha. Coitadinho é quem morre assassinado na mão de bandidos escrotos, que pegam no maximo 30 anos de cadeia. Então vem os direitos humanos dizer que coitadinho é o bandido, porque vem da favela, é pobre, não teve educação...

Bem, sonegação e lavagem de dinheiro não são crimes de alta periculosidade. Sonegação, nesse caso, foi não pagar os imposto de importação que são abusivos. Lavagem de dinheiro foi ter comprado dolar na mão de doleiro. Formação de quadrilha foi ter uma empresa organizada.

Ora, esses crimes da dasluzete todos os politicos fazem. Fazem pior, mas nunca nenhum politico pegou cadeia por causa disso. A dasluzete roubou os politicos, e os politicos roubam o povo. Essa é a diferença.

Veja o caso da Camargo Correia. Prenderam os diretores da empresa, mas não prenderam os politicos que recebiam as propinas. A politicália toda lava dinheiro e forma quadrilha. Por que não são presos.

Por exemplo, a igreja evangelica existe para lavar e sonegar dinheiro. Não existe controle nas doações da igreja. Esse dinheiro sai a vontade do pais. Lembra do bispo com as malas de dinheiro?
Sim, a Record inteira foi montada com equipamento contrabandeado.

E o filho do Tuma, um dos beneficiários do esquema da Camargo Correia, esse é um antigo e conhecido doleiro de Brasilia. Todo mundo sabe disso.

A diferença é que a dasluzete não fazia parte do esquema politico. Ela passava a perna no governo, nos politicos. Por isso se ferrou.

Anônimo disse...

Quem nunca comprou uma "muamba", quem nunca comprou dolar de doleiro, que atire a primeira pedra!

Claro, se quiser fazer legalmente, não pode, pois os impostos de importação triplicam o preço do produto. O Banco do Brasil não vende dolar para qualquer um, exige uma puta burocracia.

Além disso, não faz sentido enjaular uma pessoa por 94 anos anos por causa disso. No maximo, esse crime deveria ser punido com multa.

Se for assim, para meter uma banda de rock na cadeia, por 94 anos, basta pedir a documentação de importação dos equipamentos, encontrar dolares na casa dos infelizes e, porque é uma banda, transformar isso tudo em formação de quadrilha.

Anônimo disse...

E os EUA não é modelo perfeito para se tomar como referência. Além disso, os impostos de importação lá são baixos. Vc compra o que quiser, do mundo inteiro, por um preço justo ou até mais barato que o nacional (que é muito bom).

No Brasil, existe um protecionismo criminoso que visa forma um mercado cativo. Obrigam as pessoas a comprar produtos nacionais de pessima qualidade. E ainda reclamam do protecionismo agricola dos EUA e Europa, que é muito menor e visa proteger os trabalhadores locais, pois no Brasil o custo agricola é baixo porque aqui se usa mão de obra semi-escrava (as vezes é mão de obra escrava mesmo.

Além da mão de obra semi escrava, a agro-pecuária brasileira faz grilagem de terra, devasta florestas e forma quadrilhas infiltradas no estado e governo.

Anônimo disse...

falato a interrogação:

A politicália toda lava dinheiro e forma quadrilha. Por que não são presos???

João disse...

a dasluzete quando foi presa da primeira vez, em 2005 acho, houve uma tarde de histeria no Senado, com discursos inflamados contra a prisão da moça. Entre eles ACM, o morto, e Jorge Bornhausen

Anônimo disse...

Se eu fosse o dono da Daslu e fiscal me chamasse pra esclarecimentos, eu ia armado e descarregava a arma nesse fiscal fdp que ganha 30.000mil com o unico proposito, arrecadar mais para ele e os politicos viverem as nossas custas. Viva aquele prefeito que mandou bala nos fiscais do trabalho, viva, viva!!!

Paulo Henrique disse...

O problema é q o mundo só pensa em dinheiro, tanto Marcos Valério quanto o governo. Enquanto Lula e pessoas q o apoiam estão feliz com o crescimento da economia a ética no Brasil continua em déficit.

Anônimo disse...

Sim João,

Os politicos fizeram discurso inflamado pelos seguintes motivos:

1- Não teriam mais onde comprar suas roupas de luxo.

2- Essa merda poderia respingar neles, pois, se prendem a mulher assim, isso abre um precedente perigoso para toda a politicália.

Enfim, a verdade é que o povo quer ver a Dasluzete apodrecer na cadeia porque ela é rica. Poderia até ser queimada numa fogueira. Contudo, se fosse uma sacoleira qualquer, um camelô ou um comerciante informal pobre, que faz a mesma coisa, com esses todo mundo ficaria com pena. Achariam isso uma grande "injustiça social".

Porém, se a justiça é igual para todos, todos os sacoleiros, muambeiros, camelôs, politicos, pastores e até bandas de rock deveriam pegar tambem 94 anos de calabouço. Não é mesmo?

Assim o PCC iria adorar, pois venderia muita proteção, marmita e celular adoidado, enquanto os pivetes latrocidas e assassinos da favela (tadinhos, são pobres), esses pegam no maximo 30 anos.

cibernei da cunha disse...

Cibernei da Cunha disse...

X,

A pena de morte é discutivel porque isso pratica o mesmo crime que deseja punir. Para punir um assassino, o estado tambem praticaria o assassinato. Sugiro a prisão perpetua em regime fechado.

O problema é que, para crimes menores, a cadeia, do jeito que é, isso não recupera ninguem, muito pelo contrario. O sujeito sai mais bandido do que quando entrou.

Precisamos de uma reforma radical no sistema penal brasileiro. Está claro que a situação é assim porque isso cria uma industria milionaria. Cada preso recebe do estado R$2000, mas não vê nem $500. O resto é desviado. Isso sem falar que os carcereiros, PCC e diretores criam um mercado de facilidades. Dentro da cadeia pode-se se comprar de tudo: drogas, mulheres, celulares, quentinha de camarão, proteção e etc.

Numa boa reforma, seria preciso fazer o seguinte:

- Cadeias diferentes para cada tipo de crime. Não pode misturar ladrão de galinha com assassino hediondo.

- Os presos tem que trabalhar para se sustentar, sustentar os filhos lá fora e ainda fazer um pé de meia. Quando o preso sai, esse não arruma emprego, então precisa de umas economias para abrir um negocio. Caso contrario, terá que voltar a vida do crime.

- Os presos hediondos devem ficar longe das grandes cidades, em ilhas, sem poder receber visitas. Deve inclusive ficar numa solitária escura. Isso é melhor que pena de morte.

- Para os crimes mais brandos, as celas devem ser cubiculos individuais, com direito a comunicação, educação e trabalho dentro do presidio.

- Deve haver sim o direito a comunicação, incluindo internet e telefone/ Porem, essa pratica deve ser restrita, sem privacidade, devidamente grampeada e monitorada.

- Crimes de estelionato, subtração e sonegação, esses devem ser punidos com a mesma moeda: multas, confiscos e sequestros de bens. Não se deve prender ninguem por causa de divida. Isso exclui aqueles que usam o estado para roubar.

- As drogas devem ser descriminalizadas, tendo a sua competencia transferida para o ministério da saude. Isso esvaziaria muito os presidios. Muitos jovens seriam salvos da criminalidade.

André X disse...

Cibernei,

Plenamente de acordo! Quando a Plebe tomar o poder, você será meu Ministro da Justiça (mas nada de dar asilo à terroristas italianos, heim?)

Anônimo disse...

É preciso tambem haver mais tecnologia nos presidios. É preciso haver cameras de vigilancia para ver o que os presos e funcionarios estão fazendo.

Tambem, para os presos mais escrotos, existe uma coleira de cachorro que dá choque (se o animal ultrapassar um certo perimetro). Pode inclusive adaptar rastreamente GPS. Caso o preso remova esse "device" do pescoço, o rompimento disso acionaria um explosivo. Poderiam inclusive implantar pequenos "devices" no cranio do meliante.