quarta-feira, fevereiro 18, 2009

O Resgate: Inteligência por trás do BPM

Muitos roqueiros torcem o nariz para o que chamam genericamente de “música eletrônica”, não pelo som, mas alegando tratar-se simplesmente de uma forma de escapismo, um entretenimento das massas. Quem conhece a história do house, os artistas por trás, sabe que isso é uma baboseira, mas mesmo assim a acusação é feita repetitivamente.
Um coletivo de DJs de Brasília (Ezy, Fastwalder, Guilherme) lançou um blog chamado O Resgate, que tem como objetivo “trazer informações relevantes sobre a sociedade. Vamos tratar de temas relacionados à arte, música e cultura. Também falaremos da mídia, da falta de liberdade, da falta de pensamentos e de atitudes nos tempos atuais”.
O blog é recheado de filmes, textos, músicas e informações, todas ligadas ao tema. Vale a pena colocar nos favoritos de seu computador.
Lendo o blog, vendo os filmes, ouvindo os sons, ficou na minha cabeça a letra de uma das primeiras “músicas eletrôncias” que ouvi, lá na década de 80s, do Mark Stewart & the Mafia, chamada When the Veneer of Demorcacy Starts to Fade”, que tem tudo a ver com a proposta do coletivo.
Flex your head!

14 comentários:

Anônimo disse...

Bem que o X tenta. Sinto que ele gostaria de ter um blog assim tambem: inteligente e diversificado.

Porém, alguns fãs da Plebe só querem saber o dia do lançamento do novo DVD, ou quando a Plebe vai tocar na cidade deles... Pouco se interessam pelos assuntos que o X coloca. Não querem debater nem incluir coisa nenhuma.

Aposto que, agora depois de mim, alguem aqui nem vai ler o artigo, não vai olhar o blog bacana e vai logo sair perguntando qual é a data de lançamento do DVD, ou quando que a Plebe vai tocar na cidade dele..

Se fosse comigo, isso seria frustrante. Haja saco.

Enfim, O pessoal do "Resgate" é bom de bola mesmo. Existe sim muita inteligencia por trás do BPM. Obrigado pela dica. Parabens para o Guilherme & cia. Se o Ric estivesse aqui, estaria nessa parada.

Abraços sem viadagem e tudo de bom em Salvador. Divirtam-se

André X disse...

Valeu, anônimo. Mas os leitores hardcore bem que participam, eu adoro quando uma discusão séria é levada. Tem posts com mais de 30 comentários - todos espertos, pois deleto os manés.

Anônimo disse...

É verdade X, boa parte do pessoal aqui discute as coisas. Comparado com os outros que vejo por aí, o xdaquestão é bem movimentado nos comentários. Muitos participam.

O mais bacana de tudo é que aqui existe uma anarquia no sentido de todos serem iguais. X não é mestre guru, aqui ele não toca num "palco" alto. Desce no nivel da galera.

Tambem, peço desculpa se peguei pesado com alguns fãs. É preciso separa-los dos manés. Mané é quem agride e vandaliza. Já o fã que só quer saber de lançamento de DVD e show na cidade dele, esse não é maligno. É apenas fora de topico, pois o assunto não é esse. Perguntar não ofende.

De qualquer modo, errei tambem em dizer que o X "tenta" ou "gostaria" de ter um blog inteligente e diversificado. O correto é dizer que X FAZ e GOSTA de ter um blog assim.

Por causa disso que sou leitor assiduo e viciado. Adoro dar palpite e meter o bedelho nos diversos assunto colocados aqui. O seu blog está no topo dos meus bookmarks.

Valeu

Anônimo disse...

Putz, um post tão bonito e o camarada já chega numa postura passivo-agressiva! valha-me pereio! abs

João disse...

Quando vai ser lançado o DVD da Plebe? Quando a Plebe vai tocar na mimha cidade, aqui em Brasilia? Quando volta o projeto Plebe in the Roots?

Josenilton Santana disse...

Primeiro, Anonimo 1 esculhamba os fãs perguntadores da Plebe. Depois, Anonimo 2 chega de sola e agride tambem, alegando uma "postura passivo-agressiva" do Anonimo 1. Então, para incluir uma picardia na jogada, chega o João com piadinha sarcastica.

Pronto, começou a briga. Tem Paquistão, Afeganistão e Xdaquestão. Adoro essa loucura.

Anônimo disse...

Coé a do filho do Dedé tb?

Como diria meu guru Ralah Ricota em uma tira clássica: "QUEM FOI QUE DEIXOU ESSA BIXA LOKA ADENTRAR AO RECINTO?" ;) abs

zé mendes disse...

Nos 70, eu era rockeiro fanatico e odiava a disco music. Jogava dardos no poster do Travolta.

Mas hoje a minha cabeça mudou totalmente. Hoje eu respeito e curto muito a disco music e suas raizes do funk e soul.

Ao mergulhar nessa praia, descobri que a black music é bem mais rica e profunda que o rock. Por isso aprecio house music tambem. Entendo o que o X quis dizer.

Otimo blog.

Ralah Ricota disse...

SIM, QUEM TE DEIXOU ADENTRAR AO RECINTO?

guru Babah Bagana disse...

Ao ser cortada, a arvore observa com tristeza o cabo do machado, que é feito de madeira.
Por isso os deuses riem quando estamos no auge, antes de destruir todo materialismo que construimos.

Ou seja, fazemos parte do mal que nos aflige.
Aprendam: depois do poder vem a decadencia e a morte.

Portanto, sejam humildes diante do universo infinito. Amai-vos uns aos outros.

Jozenilton Santana disse...

Eu amo muito todos vocês!
Pronto, falei!

AndreX disse...

Não queríamos falar antes da hora para não perdermos a oportunidade de causarmos impaco na cena.

Mas a verdade é que um dos grandes trunfos do DVD da Plebe é que lançaremos faixas em parceria com o cantor e compositor baiano Luiz Caldas.

Sim, ele mesmo! O pai da axé music!

E sabemos que essa notícia é tão chocante quanto o anúncio de que o Sepultura gravaria com Carlinhos Brown na época do álbum "Roots".

Enfim, sabemos que uma característica de nosso trabalho é nossa inquietude criativa. E nossos fãs de verdade também estarão sempre conosco, independentemente do caminho musical que escolhermos.

Sabemos que vocês entenderão a importância desta guinada em nossa longeva carreira.

Por isso, nós também amamos muito vocês, queridos!

Um forte abraço para todos os plebeus,
X
PS: vocês podem ler mais a respeito da empreitada nos links abaixo:
- http://ricardocury.blogspot.com/2009/01/o-processo-de-criacao-vai-de-100-ate.html
- http://www.myspace.com/luizcaldas

Anônimo disse...

Anonimo malvado,

Jozenilton e Babah Bagana tem razão. EU TE AMO (mas sem viadagem, tá?) abs :)

guru Babah Bagana disse...

Muito bem irmãos. Unidos seremos mais fortes e felizes. Essa é a idéia do coletivo. Espalhe a palavra do bem e terás uma mundo melhor para si. O amor é o unico poder eterno.