sexta-feira, outubro 17, 2008

Plebe Roots - Holidays in the Sun

Abertura do show.

11 comentários:

Paulo Henrique disse...

O Q?! Phillipe cantou Hash Pipe?! Ele jah tinha a voz aguda, mas PORRA! Sem falsete ainda.
*reverencia*

Marcelo Éboli disse...

André, vou de SP para BSB ver isso na próxima, prometo, se permitir vou dar uma palavra com vcs lá....parabéns, foi foda a amostrinha...muito legal!!!!

André X disse...

Marcelo, serás bem vindo. Não somente trocaremos idéias, mas beberemos uma cerveja juntos.

anonimo 2 disse...

X,

Não sou fanzoca nem puxa saco. Inclusive, tenho alguma experiencia profissional, sei um pouco de audio. Já estudei esse tipo de coisa e escuto rock n' roll há quase 40 anos. Enfim, pode confiar nessa minha opinião:

Achei essa parada excelente. Parabens pela otima idéia. Pelo que se vê nos clipezinhos, dá para notar que o som estava otimo, com timbres perfeitos na guitarra. E o pique da banda, o punch da execução, graças ao Txotxa, estavam de nivel internacional. Tambem sou fã do Txotxa, vcs escolheram um otimo batera mesmo. Isso é importantissimo, é a alma de uma banda.

Me desculpe a sinceridade, mas isso é bem melhor que a propria Plebe. O repertorio é maravilhoso. Essas musicas são obras primas do rock e vc sabe que a Plebe, apesar de ser uma otima banda nacional, não tem musicas melhores. Inclusive, esse é um show que voces podem tocar e agradar no mundo todo.

Além de tudo, acredito que passar um tempo bebendo nessas fontes, isso vai fazer muito bem na inspiração para novas musicas. Basta manter o estilo e a Plebe, porque vcs estão tocando melhor do que nunca, vai ter o melhor disco da carreira.

Enfim, a ultima vez que sai de casa para assistir um show foi no Kraftwerk (VillaLobos, te vi lá). Acho que agora vou nesse teu show. Observe a importancia.

André X disse...

Então teremos que caprichar mesmo. Um vindo de SP, outro que nos põe no patamar de Kraftwerk!

zé mendes disse...

Banda de cover tem muito por aí. O diferencial está no bom gosto variado do repertório. Não é sempre que aparece banda de cover assim. Parabens.

Já que colocaram no patamar do Kraftwerk, a ultima vez que eu vi algo assim foi num show do Mano Negra, onde, no lugar do bis, passaram mais de uma hora tocando covers de classicos do punk rock ingles.

Marcelo Éoli disse...

olha...mas com toda sinceridade, quem puxa saco é aquele que nunca ouve a banda e quando vai no show, no backstage fica pagando pau para os caras....é diferente, ouço a Plebe desde 84/85 quando morava em Brasilia na 315sul - até hoje, vou sempre aos shows....E EU PREFIRO A PLEBE - DO QUE TODAS AS BANDAS DO TRIBUTO..me enquadro sem contrangimentos no quesito fanzoca...huahuahauhauhuah..toda banda tem e sou plebeu com o maior orgulho!!!!PS: O mérito tambem nem é discutir o que é melhor...até acho que a Plebe deve tocar uma música própria por show, as "ladinho B" como a Serra - "Nova era Techno" - apenas uma...e no Bis ainda...seria bem legal!!!

Anônimo disse...

não imaginava que vc postaria essas filmagens toscas que eu fiz andre!!!fiquei muito feliz. um dos melhores shows da minha vida!!!principalmente por ter contato com vcs,poderia ser melhor se vcs tocassem as musicas do R ao contrario q na minha opiniao é o melhor album da plebe!!! valew André!! e principalmente pela humildade de trocar uma ideia com meros fãs plebeus...ja não somos mais meros fãs...abraço,joão.

André X disse...

Como eu falei: é pra ser uma festa. O lugar - notória casa frequentada por playbsb's - tem que, na quinta, ser tomada por Plebeus e virar diversão entre todos.

anonimo 2 disse...

"olha...mas com toda sinceridade, quem puxa saco é aquele que nunca ouve a banda e quando vai no show, no backstage fica pagando pau para os caras....é diferente, ouço a Plebe desde 84/85 quando morava em Brasilia na 315sul"

Marcelo,

Sinceramente, não me referi a ninguem aqui quando escrevi aquilo. Nem havia lido as mensagens anteriores. Nem te conheço, muito menos pensava na sua pessoa.

Escrevi logo depois de ver o video. Desculpe se pareceu arrogante, falei assim porque em puxa-saco ninguem confia. Todos preferem opinião de gente imparcial com algum conhecimento tecnico.

E, tenha dó, fanzoca ninguem merece. O X é muito educado e diplomatico com isso, mas nenhum artista gosta de fanzoca pentelha.

Para o artista, fanzoca só é bom porque dá a ilusão de que o trabalho é bom, mas logo percebe que elas só querem mesmo é te comer. No fim descobre que são todas interesseiras. Quando o artista some da midia, quando não tem mais o "mojo" para sugar (vide Austin Power), elas então somem.

Fanzoca gosta de arrancar pedacinho gostoso. Algumas até sequestram, põem no cativeiro e fazem de refem. A idéia da fanzoca é apenas possuir, consumir e descartar. Não participam do bom espirito coletivo . Não ajudam na construção da arte.

Enfim, se fosse eu, faria um blog para combater o comportamento futil, histérico e irracional das fanzocas.

Sobre os shows, em Brasilia observo e vou em show de banda de rock desde 76. Gostava muito de rock. Ouço rock desde os anos 60. Comprei disco do Black Sabbath no ano do lançamento.

Já fiz muito disso e hoje fiquei de saco cheio. Cheguei a virar vegetariano, passei a entender melhor a crueldade do curral e da pecuária. Hoje não vou em qualquer show.

Tambem, se isso de refere a mim, nunca mexi com essa baitolice de se empuleirar no backstage, muito menos "pagando pau para os caras". Já estive em backstage antes, mas somente quando a trabalho ou a pedidos do proprio artista.

Na verdade, não gosto de backstage nem camarim. Isso é ambiente carregado. Quando isso enche de encostos, rola um ambiente de exú e pomba gira. Rola muita tensão. Os hormonio dos deslumbrados ficam a flor da pele. A adrenalina arrepia o espinhaço da macacada, que mostra dentes disfarçados de sorriso.

Por isso, prefiro ver de longe. Como faço com o meu glorioso "Fremengo", vou de arquibaldo ou geraldino. Faço questão de pagar. Sou a favor do STAFF ONLY no camarim.

Sobre a Plebe, eu diria é igual ou melhor que Capital e Legião. É igual ou melhor que as melhores bandas brasileiras dos anos 80. Nem por isso sou fã de Capital e Legião. Não sou fã de rock brasileiro dos anos 80. Não sou fã de ninguem. Sou fã da arte universal.

Deste modo, frequento o blog do X porque ele tambem é arquiteto, pensador, funcionario publico, colecionador de discos, leitor de quadrinhos, admirado de Phillip K. Dick... Gosto de variedade de assuntos. Não estou aqui por causa da Plebe Rude. Gosto daqui porque X é colega antigo, é gente que nem eu, é um amigo bacana para bater um papo. Não estou interessado em playboy rockstar.

João disse...

Já que já falaram, realmente, pelo que vi, o tal Bocanegra é local onde os playboys confraternizam. Mas isso não atrapalha o valor do show. Provavelmente por ausencia de opção aqui em Bsb de lugares com bom som para tocar, teve que ser no Bocanegra. E olha, vale a viagem pra ver sua banda preferida tocando bem na sua frente.