terça-feira, setembro 11, 2007

O mal do digital.


Um dos males da digitalização de arquivos (fotos, músicas, filmes, etc.) é que temos que dar um nome ao ícone que representa o documento para conseguirmos achá-lo depois. Quando se trata de fotos, se não fizer isso, ficamos com um monte de ícones com númerozinhos que não ajudam em nada na hora que queremos recuperar a imagem.

Então, se prestarem atenção, cada vez que salvamos no nosso computador uma foto da internet, vem com o nome com que foi salva no computador de origem. De vez em quando, tem umas coisas gozadas, que ajudam o dono a achar a foto depois.

Vejam o nome da foto do Lulu Santos, acima, como foi arquivada digitalmente. Uma imagem vale mais que mil palavras ou vice-versa?

16 comentários:

Anônimo disse...

SALVE MUMU DA MANGUEIRA!!!!!!

André X disse...

Mangueira entrando ou saíndo?

João disse...

se depender do Jello e do Agnostic Front, é mangueira entrando!

kiloton disse...

Pô João, logo voce que acusou o Jello de ser homofobico, injustamente, enquanto ele é gay, agora vem de homofobia para cima do cara?

Afinal, voce é contra ou favor da homofobia? E o que o Agnostic Front tem a ver com isso? Voce acha que hardcore é musica de viado?

Anônimo disse...

depende do ponto de vista de seu farolete traseiro?
Beijo,
Frango

kiloton disse...

Parece que o Frango entende do assunto.

João disse...

Aquele hardcore estilo Agnostic Front pra mim é coisa de viado. Falar que em certos casos a mangueira tá entrando não significa homofobia, mas sim significa não estar preso a dogmas do politicamente correto. E tenho amigos gays e ídolos gays, como Bob Mould, por exemplo.

André X disse...

Gente, para que ficar discutindo as preferências sexuais de cada um? Por acaso a gente discute se agluém é vegetariano ou não? Se tem preferências por alguma cor ou outra? Isso são detalhes.

Mas rendem boas piadas. Por tanto, não levem a vida tão a sério.

Philippe Dylan disse...

pois é, diví!
O que o diví ou qualquer um aqui faz com seu pipi ou seu popô não me diz respeito...

mas aí, usar a filhota como álibi pegou mal, saca?

UIUIUIUIUI
Beijos,
Frango

kiloton disse...

João,

Não sou gay, não sou fã de hardcore nem estou defendendo ou atacando alguém ou alguma coisa. Tambem não gosto de ficar preso ao politicamente correto. Nada contra voce.

Mas ser politicamente incorreto é outra coisa. No caso aqui voce pratica é a pura contradição bipolar: numa hora diz que hardcore é homofobico e na outra diz que é coisa de viado.

Mas voce sabe que, na verdade, viado escuta de tudo. Tem viado grunge, metal, punk, emo, pop, podicrê, sertanejo, axé, funk, house, drum n' bass... Tem até viado fã da Plebe Rude.

Portanto, é voce que odeia hardcore e então fica usando esses argumentos lamentáveis. Caiu na contradição total. Voce inclusive confessa, diz que não gosta de musica de viado, mas é fã de baitôla (Bob Mould).

Então, o seu problema não é viadagem nem homofobia, mas sim hardcore. Tudo bem. E mesmo que fosse tudo mal, isso não é problema meu.

Já o André, esse não fez nada de homofobico. A parada de mangueira entrando e saindo, o nome do arquivo na foto do Lulu Santos, essas são piadas que divertem todos os sexos e opções. Até mesmo Carlinhos Beauty deve ter achado graça dessa foto do Lulu Santos com cara de viado.

Se o gay tiver orgulho de ser gay, então não vai ligar se disserem que tem cara de viado. Iria querer que achassem que tem cara de macho? E já que a opção sexual é essa mesmo, o gay deve assumir que gosta da mangueira.

Imagine o vegetariano ser acusado de "churrascofobico", só porque disse que o carnivoro tem cara de churrasqueiro, porque disse que o carnivoro gosta de ver a picanha entrar?

Anônimo disse...

pois é, a galera não se liga que essa merda de politicamente correto é simplesmente uma tentativa de cabresto social onde não se pode emitir qualquer opinião senão você é rotulado por qq porra que não tem nada a ver com vc.

cada ser humano é único, então sem catalogagem per favore...

e pra manter a tradição...
UIUIUIUI,
Mangueira do Frango

João disse...

Que Jello que nada, quem entende de mangueira era o Mussum, que era dessa escola de samba!

kiloton disse...

Agora eu concordo com o Frango verde e rosa, discipulo de Mussum e Cartola, da estação primeira da Mangueira

É isso aî. Esse negocio de politicamente correto é uma merda mesmo.

Anônimo disse...

kiloton, sua bixa louka!
cala logo essa boca...

Anônimo disse...

kiloton, sua bixa louka!
cala logo essa boca...
Beijos,
Frango

kiloton disse...

"Bixa louka" é canivete, no teu cú cavalo mete.

hehehe