sexta-feira, abril 20, 2007

Plebe Leva Prêmio!!!


Depois de mais de duas décadas de carreira, estrada e poeira, a Plebe Rude recebeu, ontem, seu primeiro prêmio. Fomos votados pelos assinantes do Laboratório Pop como melhor disco independente de 2006!!! Muito obrigado. O Philippe estava lá no Teatro Odisséia para receber o nosso troféu. A taça é nossa! Em breve, fotos.

Sabem aquela votação do Cult 22? Bom, estamos em segundo lugar, disputando voto a voto com a Legião Urbana. É um caso clássico de Sansão e Goliath. Se ainda não votaram, votem.

7 comentários:

Pedro k. disse...

boa boa!

aqui diz-me:

"mais vale tarde do que nunca"

parabens.

Pedro k.

Rock-n-brasil.com

Anônimo disse...

O MAIS IMPORTANTE É QUE A PLEBE ESTÁ DE VOLTA E A VOLTA SENDO LAUREADA, PARABÉNS SEI QUE SÓ O INÍCIO, MUITOS PRÉMIOS AINDA VIRÃO
CARLOS RATO

Marcelo Rocha disse...

Parabéns à Plebe Rude!

Anônimo disse...

laureada? o que é isso?

dunha disse...

parabens!

Igor disse...

Parabéns pelo prêmio.

Ah uma curiosidade porquê em "Bravo mundo novo" vocês inverteram as partes.
Por exemplo: No Disco "Nunca fomos" a primeira parte é: "Herdamos do Passado velhos erros e ideais..."
e a segunda parte: "Conselho ou sermão não apredemos a lição..."

E mais recentemento no show do Sesc pompéia, invertem isso.

Anônimo disse...

vcs leram a reportagem do estadão na sexta? foi a única que não colocou panos quentes, nem tapou o sol com a paneira. vagabundo aloprava com o infeliz que nem fazem com o finatti na comuna da bizz e etc. o mais leve que falavam pro cara era: "volte pra china, seu imigrante fdp"...

aí o cara vai aguentando quieto, aguentando e aí depois não adianta querer represar pq os diques sempre hão de romper. e deu naquela merda que todo mundo viu na tevê.

na verdade, a cultura pop tb tem parcela de culpa, sim! pq é vendida uma hiper-realidade que gera frustração em muitos. rolou ontem no globo news uma discussão tb muito interessante - sem esse maniqueísmo idiota de quem se acha elite e a cambada de fora de seu círculo lixo branco. se é pra discussão ser nesses termos, vá se foder com moralismo de quinta!

e sinceramente acho que conceber esta merda de realidade apenas como artefato para consumo é se negar a enxergar a própria responsabilidade, que é de todos.

caso contrário pq moleque de rua entraria numas de roubar ipod ou tênis nike de playba? isso tudo é reflexo de uma violência a que esse pessoal é submetido diariamente... aí já viu!

o pior é que sempre vai ter gente com mentalidade de velhota tricoteira que acha que novela é retrato da vida real. fala sério!

o darcy ribeiro falava uma coisa muito séria e muita gente dava de ombros: falava na importância da educação deste povo. e aí nas sucessões, seus projetos eram sabotados por razões políticas contrárias. mas era aquela história: o inimigo não é aquele seu vizinho que é um pouquinho diferente de vc (putz), o inimigo hj é um mal bem pior... aquele negócio que o glauber ironizou naquele filme toscaço dele, com rotação alterada de áudio e tudo, reprocessando os primórdios do cinema moderno aqui deste país.

acho sinceramente que antes de qq atribuição de juízos de valor, todo mundo teria de ter lido a genealogia da moral, daquele alemão bigodudo. assim é mais fácil não se surpreender depois que o leite estiver esparramado no assoalho.