quinta-feira, fevereiro 16, 2006

Stones on Fire.

Lembram, em 1998, quando os Stones estiveram em solo tupiniquim pela última vez? Vão se recordar que os guitarristas estavam passeando com as respectivas famílias nas águas paradisíacas de Angra dos Reis, quando o barco que os transportava pegou fogo. Foram momentos de pânico até que apareceu outro iate para salvar os coroas roqueiros. Na época, foi divulgado que fora um curto-circuito que provocou as chamas, destruindo a embarcação.

Passado quase uma década, esse blog vai trazer à tona a "verdadeira verdade" sobre o incidente. Leiam e pasmem.

Todos sabem que o Ron Wood acha que é o Keith Richards. Igual ao velho Keith, Ron toca guitarra, se veste com o mesmo estilo, tem cabelo idêntico, fuma, bebe Jack Daniels como se fosse água, tem a pele enrugada e, no palco, faz os mesmos movimentos. Já o Keith Richards sabe que é o Keith Richards, mas não tem muita certeza, já que o Ron Wood afirma ser o verdadeiro Keith Richards. Durante o show, o Keith olha para o Ron e pensa: “esse cara toca igual a mim, se movimenta igual a mim, se parece comigo, será que ele sou eu?” Pois é, anos de substâncias ilícitas no sangue fazem um velho delirar desse jeito.

Pois bem, Ron Wood, acompanhado de sua esposa Josephine e de seu filho Toy (isso é nome?), estavam hospedados na ilha do cirurgião plástico Ivo Pitanguy. Keith Richards também estava lá, apesar do convite ter sido só para a família Wood. Como o Ron acha que é o Keith, e o Keith não tem certeza quem seja, pelo sim, pelo não, também foi. Estavam todos na piscina, eram dez da manhã, o Keith tinha acabado a primeira garrafa de Jack Daniels do dia, o Ron já abria sua terceira carteira de cigarro, quando aparece o filho do Ivo, o Helcius (caramba, ninguém dá nome normal aos filhos hoje em dia?), junto com sua nova lancha. “Vamos passear, Keith?”, pergunta. “Vamos”, responde o Ron, e lá se vão todos.

Em alto mar, na cabine apertada, Ron encara o Keith. “Hey man, vamos acabar logo com essa dúvida que está me matando: quem é o verdadeiro Keith Richards? Eu tenho que saber antes de lançar meu disco solo, pois não sei como assinar a produção, Ron ou Richards?” Aliviado por finalmente saber a verdade, Keith aceita o desafio. Combinam o seguinte: como o verdadeiro Keith é fogo, decidem acender dois fósforos, um cada, e ficar segurando. O primeiro que largar, é o falso Keith. (Nota da redação: antes, o desafio era quem bebia mais Jack Daniels, mas como só havia quatro caixas a bordo, decidiram que era muito pouco).

É óbvio o que aconteceu, né? Os dois queimaram os dedos, jogaram os fósforos acessos no chão, a lancha pegou fogo e tiveram que ser resgatados pelo barco cheio de repórteres que os seguia. A dúvida ainda persiste, mas ambos agora tem fobia de lanchas.

Mais uma informação que só esse blog dá (e essa é verdadeira!): Keith Richards, o original, tem uma lancha chamda Mandrix, nome de um remédio. Por quê? Porque acalma ele tanto quanto a droga. Depois desse incidente, ele vendeu o barco e comprou uma moto que, dizem as más línguas, se chama Cocaine.

21 comentários:

Dênis disse...

Meu, o que você toma para postar estas ficções? Cremogema??
Você tá na profissão errada, cara, faz uns bicos como roteirista do programa "Hermes e Renato"! E eu falo sério!
Um grande abraço...

F3rnando disse...

E o que eles cantaram enquanto esperavam socorro? "Start me up/If you start me up i´ll never stop" :P

tarcisio disse...

hermes e renato é uma boa mesmo hehe

sábado tem show do rolling stones na globo. eu lembro que em 95 eles mostraram, eu tinha 12 anos e achava uma porcaria. Vamo ver como é que vai ser o show, deverá ter alguem narrando, será??

mas eu continuo achando uma porcaria, banda chata de ver e ouvir!

UK Subs é muito melhor

escutem a musica "Warhead" do UK Subs

Vitor disse...

Putz, ainda falam que eles estão decadentes, é impressionante como eles estao em forma e os shows deles estao melhor a cada turnê

Midian disse...

Caro André, deixa eu dar minha opinião sobre o post "Cães velhos no mordem!"

Eu sou de 87, e tenho de lhe dizer que não me agrada nem um pouco o som dessa bandas que surgiram por esses 5 últimos anos, é deprimente ouvir rádio e ser sempre as mesmas músicas com histórias tolas, parece uma banda ser clone da outra.

Rock é diversão (como tudo que se faz tem que ser, senão fica chato) porém com um cunho revolucionário que nos faz pensar, não basta o visual, pode ficar tudo igual, o que importa é o conteudo geral.

Não fica pensando na idade, você ainda tem um coração com ideais, dúvidas, ainda tem muito o que falar, ah lembrei de uma musiquinha do Chaves "se vc é jovem ainda, amanhã velho será, a menos que o coração sustente a juventude que nunca morrerá". Vocês já não tem mais cara de baby johnson, a indústria hoje lança essas novas bandas, com moleques retardados pra consumo rápido. O Dinho que não quer ficar pra trás se apresenta sem camisa e talz, e tá falando um monte de abobrinha,.
André não se preocupe em querer falar pros jovens, porque não importa a idade, quem gosta de música boba é novo, velho, se preocupe em fazer o que vocês sempre fizeram. Infelizmente a massa prefere ouvir o que tá na moda, mas ela sempre passa... Pô tá cheio de banda com música de amor tola, banda de uma música só, o Lulu e Nando Reis fazem mt melhor que eles, tem s Titãs que agora estão tentando resgatar o que eram antes, como disse o Kid Vinil, agora é tarde, se entregaram por dinheiro...

----

Quando o Philippe fizer o solo deixa que eu te acordo, vou ligar o rádio no KY, como é o nome... ah calipso, vc vai ficar esperto rapidinho, ainda vai sair correndo e pegar a guitarra da mão do Philippe pra fazer o solo por ele, ehehe

----

Pensando nessas bandas com vocal feminino de hj, até que a Toler vale a pena, é serio, ela tem mais razão nas músicas, e as dos 80 do Kid são legais, amor sutil, codiano...

---

Stones?? prefiro Plebe, Cólera, Jander...

os Stones poderiam morar no Brasil, já q vao ser 16 mil pms na rua e td, super esquema de segurança, é... nunca fomos tão brasileiros...

abraço!! ..foi mal qq besteira...

Eduardo Reis disse...

A todos,

É o Tchan! - nome original Gerasamba. Muito bom! Qualidade indiscutível. Uma loira e agora duas morenas deliciosas. O quê? Estamos falando de música? Ah, não sacaneia...

Rick e Renner - muito bom também. Os carros dos caras são sensacionais, andam rápido, moderníssimos... Ah, música? Bem, não posso falar palavrão para não escandalizar.

Capital Inicial - Roupas maneiríssimas, cabelos (onde ainda existem) bem arrumados, piercing do Dinho lindo. O quê? Música? Cara, você nasceu depois de 90? Não faça perguntas embaraçosas.

Rouge - Gatinhas para todos os gostos: negra, ruiva, morena, loira... O quê? Tem música também? Prefiro o Br'oz.

Ainda existem o Polegar, Dominó, Tremendo, Menudo, e tantos outros...

Vocês vão me dizer que o é o tchan não tem atitude. Tem sim!!! Atitude sexual e pornográfica, muito edificante... Capital Inicial também. Atitude adolescente para homens de terceira idade.

Em suma, apaguem essa porcaria que escrevi, desculpem-me por ter tomado o tempo de vocês e voltem ao trabalho aqueles que trabalham, aos estudos, aqueles que estudam e ao dinheiro aqueles que tocam na Plebe Rude.

Um abraço,
Eduardo.

Daniel disse...

André...

Ron ou Richards??? KKKKKKKKKKKKKKK

Agora, vamos começar a pesquisa: Qual o nome de filho mais bizarro??
- Toy (Filho de Ron)
- Helcius (Filho de Pitanguy)
- Mano (Filho de Marisa Monte)
- SNZ (FIlhas de Baby Consuelo)???

Daniel - Plebe na pele

dUMP disse...

Stones deveriam ter acabado em 1974, que é imediatamente anterior ao PUNK (propriamente dito). Após isso fizeram discos muito comerciais e desprovidos de atitude. Ainda prefiro ouvir Mekons, Husker Du, Minutemen e afins. Os novos apenas pra ouvir mesmo, apesar que Interpol ouço com muita frequência ...

André X disse...

Com certeza, Warhead é melhor do que qq coisa que os Stones tenham feito em toda a carreira deles!
Por coincidência, estava ouvindo ontem no carro. Os UK Subs tem uma múscia chamada Barbie's Dead que é idêntica à Bete Morreu do Camisa de Vênus. Outra coincidência?

Anônimo disse...

falando em domino o Philipe já foi confundido alguma vez com aquele afonso? eles se parecem um pouco, mas na musica não se parecem nada! kkkk

F3rnando disse...

Valeu a dica do UK Subs, o soulseek hoje vai fazer serão. Do UK Subs só conheço o split com ENT.

F3rnando disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
F3rnando disse...

Ah, mais coincidências do Camisa:
"Passatempo" ("That's Entertainment", do The Jam), "Controle Total" ("Complete Control", do The Clash) e "O Adventista" ("I Bilieve", dos Buzzcocks)

Anônimo disse...

Stones é a melhor banda do mundo atualmente...

Dênis disse...

André, por favor, desprova-se de pudor e modéstia e responda à seguinte pergunta se puder:
Quais são as bandas brasileiras que você citaria com respeito?
Foi a menção ao Camisa de Vênus (que eu sempre gostei) que me levou a essa pergunta...
A Plebe nunca compôs tendo a sensação, mesmo que levemente, "esse som eu já ouvi antes"?..
Um grande abraço...

André X disse...

Já fizemos uma música que nunca gravamos por ela ser muito parecida com uma do Cure. A Dança do Semáforo foi composta antes, mas ficou muito igual.
Já o Camisa, no primeiro disco, eu posso citar música a música de onde veio a "influência".
Eu acho que já respondi essa das bandas nacionais que respeito, não?
Tome cuidado ao baixar UK Subs, nem tudo é bom. Fique com o primeiro disco Another Kind of Blues, que arrebenta da primeira à útlima faixa. Depois eles tentaram ser um Exploited ou GBH e ficou ruim.

João disse...

O baterista do Kid Abelha não tocou num disco da Plebe? Qual foi esse disco?

alex disse...

foi no Mais Raiva do que Medo

tarcisio disse...

esqueci de colocar o link do UK subs tocando em 2001 no Musikaos, extinto programa da tv cultura. Dá pra ver e ouvir, precisa do real player

esse programa foi o melhor que eu vi até hoje na TV.

www.tvcultura.com.br/musikaos (na parte de Música)

lá se encontra também a apresentação da plebe rude, que foi no ano 2000

Alex disse...

Concordo com Tarcisio, saudades do Musikaos

E a Plebe tocou duas vezes no programa, a primeira apresentação foi histórica, quase o programa inteiro só com a Plebe

tarcisio disse...

acho que a segunda vez que passou a plebe, foi 1 musica inedita em um programa especial, mas que tinha sido gravada na primeira vez

e o daybreak gentleman tocou lá. Eu tinha em mp3 a versao de "A Ida" em ingles tocada pelo DBG