quarta-feira, novembro 16, 2005

Dicas do mês.



Faz tempo que não pego um disco que me faz querer ouví-lo de novo e de novo. No carro, no banho, no campo, na cidade. Trata-se do excelente Gypsy Punks, dos novaiorquinos Gogol Bordello. Sim, é isso mesmo, um bando de ciganos que misturam a sua música típica com o punk! Muito divertido e energético.

Quem já leu um pouco da história das bandas de Brasília, sabe que fazia parte da turma três punks da Iugoslávia, os irmãos Sava e Jovan, e o Roberto Icococovitch. Junto com o Bernardo, meu irmão, eles formaram os Vigaristas de Istambul, com o Jovan na bateria, o Sava no baixo e mais o Jeová na guitarra. A banda era tão ruim (no bom sentido) que quando o Jovan acertou pela primeira vez num show o prato, após uma virada, toda a banda parou para aplaudí-lo! Pois esses caras nos apresentaram umas bandas iugoslávas que misturavam, já na época, punk com música cigana. A música cigana é legal, pois é animadíssima e parece um ska rápido. Não me lembro dos nomes das bandas, pois eram cheios de consoantes e acentos estranhos. No entanto, fizeram parte da trilha sonora das festas da turma, todos cantando naquela língua estranha.

A outra dica é o CD solo do Fê Lemos, baterista do Capital Inicial. Inicitiva corajosa, não lembra em nada a sua banda prinicipal. Vale a pena conferir. Existe vida além do pop.

6 comentários:

CÍCERO disse...

FÊ LEMOS EU PULO ...
INTERESSANTE ESSA BANDA EU VÍ O KID VINIL FAZENDO UM BREVE COMENTÁRIO...

Paulo Marchetti disse...

Uma dessas bandas esquisitas eu lembro e até cheguei a ficar com um disco em casa (até Paulão rouba-lo)se não me engano chamada Iugoslavos (capa toda vermelha)... nunca mais vi e ouvi.
Quanto ao CD do Fê, tem uma faixa histórica, a nº 5, onde o genial e saudoso Fejão toca baixo e guitarra. É claro que não é um cd para mudar os rumos da música, mas é de grande iniciativa de Fê e ele está de parabéns pelo trabalho.

Jovan disse...

Mentira André, eu jamais acertei uma virada!

zicomen disse...

Mentira André, eu jamais acertei uma virada!

Paulo Marchetti disse...

Pô Jovan fala pra mim dessa banda que acho que se chama Iugoslavos e que tinha uma capa vermelha. A banda tinha uns 8 ou 10 integrantes. Boatos falavam que era seu. Estou louco atrás disso desde que surgiu napster...

Jovan disse...

Paulo, o disco que você tinha era uma coletânea de grupos que surgiram em Belgrado, capital da Iugoslávia, no começo dos anos 80. A música que tocavanas festas da qual André fala era Maljciki do conjunto Idoli. È fácil encontrar na web. Eu uso Limewire, e lá tem. Essa música é uma paródia das músicas russas da época comunista, sobre oprários indo para fábricas felizes da vida, construir um futuro melhor. Nenhuma outra música desses grupos tinha alguma coisa a ver com música cigana ou russa. Se estiver interessado, o que vale para André também, digite no Napster (ou Limewire, ou...) Goran Bregovic ou Boban Markovic, que são músicos daqui que fazem mais sucesso com esse tipo de música no exterior.