sexta-feira, novembro 06, 2009

Plebe para os Plebeus!

Que história mais doida! A gente arruma um jeito de penetrar nesse mundo de shows fechados - históricamente ocupado por bandas como Lulu Santos, Paralamas e Capital - e os plebeus crucifixam a gente. Pior, acusam a Plebe de renegar os fãs!

Quem conhece nossa tragetória, já foi em nosso camarim, já conversou com a gente, sabe que tudo isso é uma grande falácia. Sempre botamos o plebeu em primeiro lugar, seja no direcionamento da energia do show, seja nas entrevistas.

Agora, podemos tocar onde bem entendermos! Levar nosso som para audiências cada vez maiores. Isso não significa venda para o sistema, mas sim uma penetração no status quo musical.

É muito bonito o carinha criticar por criticar. Enquanto isso, nós vamos expandindo nossa base, sem mudar nossa música.

Ainda bem que a opinão de poucos, não significa a concordância da minoria silenciosa que nos apóia.

Plebe para os plebeus! Presentes, passados e futuros!

17 comentários:

anony disse...

É isso mesmo X! A Plebe é a única banda de Brasilia que nunca se corrompeu na música. Trabalhar e ganhar dinheiro não corrompe ninguem. Vcs são músicos profissionais e estão aí p/ isso.

Ser ou não ser "punk", eis a questão, nada disso significa dispensar boas oportunidades. Quem rasgar dinheiro não é punk, é maluco. Madre Teresa de Calcutá não era punk. Mesmo que a Plebe fosse "punk", não precisaria fazer caridade. Os grandes punks da histórias, todos eles ganharam muita grana.

Além disso, sempre fui muito bem tratado por vcs. Quem conhece sabe que não são estrela babacas. São estrelas do bem, pois tem talento e fazem um ótimo trabalho.

Acho que o verdadeiro plebeu é aquele que apenas reconhece e admira as músicas da Plebe. Não precisa ser fanzoca desvairada. Na verdade, o bom plebeu tem a dignidade e igualdade de não ser melhor nem pior que vcs.

Enfim, o anonimo pentelho é apenas um. Eu, PH e Elizabete já batemos ele de 3x1.

Cidão Motocicleta disse...

O engraçado é que a grande maioria dos fãs conheceu a Plebe Rude por meio do mainstream. Ou seja, o que vem acontecendo é uma retomada meio tardia - mas, antes tarde do que nunca - de uma das maiores bandas do rock brasileiro.

Só uma dúvida, o que são "colunistas"?

Ah sim, trajetória é com J, hehehe

Markão disse...

Pô meu velho, acho do karalho tocar pra tudo e pra todos. Esse papo de "se vendeu para o sistema" é coisa de mil oitocentos e bolinha, nada a ver. Parece papo de crente dizendo que rock é musica do capeta. Meu velho piou oportunidade de fazer um som sem corromper os valores e as crenças da rapaziada da banda, vai em frente e manda ver, que sabe consegue assim tocar os corações e abrir as mentes de outra galera que não conhece a Plebe. O importante e sempre conquistar novos horizontes. Fui!!!!!!!!

Ralah Ricota Cover disse...

Issaí, Divino!
Çal grôçu nelish!
Plé-be-Rruu-d!
abs
PS: Não confundir o anoni mala com Ralah Ricota com preguiça de se identificar...

CARLOS RATO disse...

Caro André
Sou um fã do PLEBE RUDE desde o Concreto , naquela época foi o álbum cara...enquanto o tempo foi passando e amigos de banda, sim eu toco em banda, preferiam Legião, Capital, Titãs eu fiquei ali fiel, só fiqeui chateado quando, depois das SAÍDAS INEVITÁVEIS, li em algum lugar que o PLEBE RUDE ACABOU AI MEU CHÃO SUMIU pois a única banda que não gravou cover NADA A VER COM MEU ESTILO foram vocês, que aliás foram elogiadíssimos pela gravação autentica e coerente de Química no tributo do Renato Russo então meu caro depois dessa história de um Rato, na banda sou o Rato Rude por motivos óbvios,de o silencio como resposta aqueles que veneram bandas que se diziam punks até conviveram com voces e hoje fazem de tudo pra estar na midia..COMO SABIAMENTE VOCES CANTAM EM MINHA RENDA

Anônimo disse...

anony,
mala se alça!

Anônimo disse...

AMBIÇAO...grana fama e vc...

Rafael (rofegano) disse...

Que polêmica mais sem sentido.
Só neste ano devo ter ido a uns cinco shows da Plebe, ou mais. A banda tem base na cidade, e aqui ela nos proporciona além de shows uma proximidade que nenhuma outra grande banda teria com seus fãs. Se alguns não foram muito divulgados, é justamente por não ser uma banda da moda. Quem é Plebeu procura pelo show, não o contrário. Quero mais é que a banda se capitalize e leve seu trabalho adiante. Um bom show para vocês André. Em um próximo estarei lá!

Ricardo Cachorrão disse...

Puta que pariu!

Não exite nada mas broxante que fanzocas rebeldinhas que, mesmo sem anuência, se apoderam como 'donos da banda', acham que os músicos são de sua propriedade exclusiva, e, não tem o direito de expandir seus limites de público.

Fico feliz de saber que André, Philippe, Clemente e Txotxa estão conseguindo ampliar suas áreas de atuação... e pau no cu da(o) fanzoca, que se ofende e se sente 'traído'.

Vão procurar o que fazer e, se gostam mesmo da banda, fiquem felizes pelo sucesso dos caras!

Esse negócio de achar que banda que começou no punk não pode 'crescer' é de uma babaquice sem tamanho!

Abs.

anony disse...

Ricardo Cachorrão pensa igual a mim. A diferença é que consegue resumir melhor.

De qualquer modo, a goleada no anonimo pentelho já passou de 10x 1. Já está na segundona. Logo estará na serie C. Se continuar, vai acabar na lanterna da série D.

Markão disse...

Meu velho o que ta acontecendo com o site da Plebe, num consigo acessar nem fudendo?

Rafael disse...

A UNICA COISA QUE SEI É QUE A PLEBE É FODA!!!! A MELHOR BANDA DO BRASIL!!!!! OLE OLE OLE PLEEEEEEBEEEE!

Ralah Ricota Cover disse...

Aí X!
Era impressão minha ou o Lee Ranaldo tava tocando com a Gibson cinza do Phiphi ontem em SP?
abs

André X disse...

Big Dog, falou tudo!

Lee Ranaldo é "o" deus da guitarra!

victoRude disse...

Meu comentário atrasado: CONCORDO COM O CACHORRÃO. TEM FÃ QUE QUER A BANDA SÓ PRA ELE. QUANTO EGOÍSMO...

Abraços a todos os plebeus de verdade!

Ricardo Cachorrão disse...

"TEM FÃ QUE QUER A BANDA SÓ PRA ELE. QUANTO EGOÍSMO..." [2]

Certa vez vi o Clemente falando sobre a acusação de ser 'traidor do movimento', e, sinceramente, não lembro onde que foi, se no Botinada, na TV, rádio, revista ou alguma balada onde nos trombamos... e ele resumiu bem a história, ao dizer que os auto-denominados 'punks de verdade' achavam legal que a banda fizesse um disco apenas com 1000 cópias, e que só eles tivessem acesso... e depois ficavam como crianças mimadas dizendo a outras pessoas interessadas em conhecer: "olha só, eu tenho, e você não tem... sei onde vende, e não te conto"!

Resumão: PUTA BABAQUICE!

Anônimo disse...

KKKKKKKKKKKK!!!

FALA SERIO...TEM GENTE QUE AINDA ACREDITA EM "PUNK".......EU QUERO É DINHEIRO!!!!!

A PLEBE SÓ É UM POUCO MAIS INDEPENDENTE QUE AS DEMAIS BANDAS POIS TRILHARAM UM CAMINHO A PARTE!!!

NÃO PRECISAM VIVER SÓ DA MUSICA, PENSA BEM:

O ANDRÉ É FUNCIONARIO PUBLICO, EMPREGO E BOA RENDA GARANTIDA PRA SEMPRE!!!

O PHILIPE É RICO...NUNCA PRECISOU DEPENDER DO DINHEIRO DA BANDA PRA VIVER!!!

O TOXTA BEM TRABALHA....SE NAUM ME ENGANU É PUBLICITARIO O QUE É SUA PRINCIPAL RENDA!!!

O UNICO PLEBEU QUE REALMENTE ERA PLEBEU, OU SEJA, DEPENDIA DA MUSICA PRA VIVER CAIU FORA POIS VIU QUE SE DEPENDESSE DA BANDA PRA VIVER TAVA FUDIDO (PALAVRA DELE MESMO).

OU SEJA...PRA GANHAR O PÃO TEM QUE TER O TAL DO DINHEIRO...QUE ELES CONTINUEM GANHANDO E E MANTENDO A INDEPENDENCIA DELES!!!