quarta-feira, janeiro 07, 2009

Um Sniff Sniff ao Ron Ashton!

Em 1976, o Fê Lemos, hoje baterista do CapIn, passou um ano na Inglaterra com os pais. Voltou com várias novidades, entre as quais os primeiros discos punks e os três clássicos dos Stooges. Todo fim de aula, lá ia eu para sua casa, na Colina, ficar ouvindo música até as 19 horas, quando meus pais saiam da UnB e me davam carona para meu lar, no Lago Norte.

Porque essa história agora? Apesar de muito amigos, amizade que até hoje perdura, havia uma competição saudável, especialmente musicalmente. Os Stooges passaram a ser a “sua banda”. Descobertos por ele, referenciados por ele. Em 1978, foi a minha vez de ir para a Grã Bretanha, com minha família. Resumindo, trouxe de volta os discos do New York Dolls, passando a ser a “minha banda”.

Durante anos, discutimos quem era melhor: Johnny Thunders ou Ron Ashton? Apesar de defender o Trovoada, hoje reconheço que o guitarrista dos Stooges trouxe mais para o rock e à guitarra do que o Joãozinho Doll.

Ontem faleceu em sua cidade natal de Ann Harbor, Michgan, EUA, o Ron Ashton. O guitarrista que, durante a paz e amor, trouxe energia e tensão à música. Quando era moda complicar, simplificou. Quando era bacana solos serenos, apresentava a violência suburbana em suas melodias. O Thunders foi um mero reprodutor de Chuck
Berry. Ambos deixam saudades, mas o Ron tem aquele lugar garantido no Great Gig in the Sky.

We salute you!

3 comentários:

duarte, regina disse...

RON ASHETON PORRA
UARAPUMBARA CARALHO
MAS QUE VERGONHA
ISSSAAAAAAAAAAAAAA
abs
Regina

dunha disse...

dessas banda chamadas pre punks as q eu mais escutei foi o stooges e o wire, eu li o mate me por favor e esse cara deu as melhores declaraçoes, enqunto varios se afundavam o cara sabia até onde ir, pensei q o irmao dele fosse primeiro!

Anônimo disse...

O cara morreu de velho, depois de tomar um Viagrinha...

Hj roqueiro que se preza morre do coração! heheh

Enfim, tô meio de saco cheio dessa caretice de se dizer que todo roqueiro morre por causa dos excessos.

Porra, vida é isso!
É zoar pra caralho também.

Chega de caretice de viúvas de hendrix, janis e etc.
abs