quarta-feira, janeiro 07, 2009

Indonésia proíbe enfeitar o Bráulio!


A luta religiosa contra o sexo é secular. É um dos denominadores comuns que une todas elas, seja cristã ou islã. Podemos chegar à conclusão que os religiosos não são confortáveis com o corpo humano, obrigando os fiéis a se cobrirem com vestimentas, abandonar hábitos seculares e inibir seus instintos.

Se ainda se limitassem aos fiéis, tudo bem, mas, não satisfeitos, invadem nossas vidas particulares, capando as pessoas, obrigando-as a não agir naturalmente. O mais recente golpe nessa guerra foi a promulgação de uma nova lei na Indonésia que proíbe que as tribos indígenas usem um enfeite de pênis, já considerado uma tradição ancestral, de tempos remotos. Na verdade, para os índios, isso não tem conotação sexual nenhuma, é como se fosse um colar ou um brinco. Mas como ofende Maomé, não se pode usar mais.

Masturbação é condenada pela igreja católica, assim como a camisinha. Dois métodos para inibir a AIDS, e o papa é contra! Todas religiões também discriminam o homossexualismo, obrigando um monte de pessoas a suprimirem seus desejos, se tornando pessoas amargas e deprimidas.

Será mesmo que Deus se importa com detalhes nesse nível? Acho que não, vejam só os benefícios que Ele embalou junto com o sexo:

1. Foi comprovado cientificamente que o sexo abaixa o stress. Aqueles que o praticam regularmente não só ficam estressados menos, como também sabem lidar melhor com situações estressantes.
2. Sexo duas vezes por semana é capaz de aumentar o sistema imunológico, significando menos doenças, mais saúde.
3. Sexo queima calorias, de novo, melhorando a saúde.
4. Sexo melhora a capacidade cardiovascular, prevendo doenças, prorrogando a vida.
5. Aqueles que praticam sexo regularmente tem auto-estima maior.
6. Orgasmos inundam o corpo com oxytocina, o hormônio do amor, que faz com que nos tornemos mais íntimos e amigos de nossos parceiros/parceiras.
7. Sexo reduz as chances de câncer de próstata, causadora de milhões de mortes masculinas por ano.
8. Com mais oxytocina no corpo,nos tornamos mais tolerantes à dor.
9. Sexo regular tonifica os músculos do pélvis, que, dizem os médicos, proporciona mais prazer.
10. Sexo auxilia o sono. Quem faz, dorme melhor.

O próximo passo do Congresso Indonesiano é proibir os totens fálicos de Papua e os nus que enfeitam os templos de Bali. Corram para ver enquanto é tempo. E pratiquem!

7 comentários:

João disse...

Ao condenar os métodos preventivos de Aids, o papa se iguala àqueles presidentes africanos que dizem que esta doença não existe. E o homossexualismo é prática corrente entre os muçulmanos, que sem mulher, vão mais além do que andar de mãos dadas com seus irmãos de fé.

Anônimo disse...

Podemos chegar à conclusão que os religiosos não são confortáveis com o corpo humano, obrigando os fiéis a se cobrirem com vestimentas, abandonar hábitos seculares e inibir seus instintos.

Isso depende da religião. Toda religião está diretamente ligada ao meio ambiente e aos meios de sobrevivencia. Para o caso das religiões modernas que lidam com grandes populações, como a cristã e islamica, a ordem é reprimir o sexo atraves de tabus.

Contudo, já houveram religiões antigas, quando a população precisava crescer, em que o sexo era estimulado. Romanos, gregos e egipcios eram adeptos da suruba grupal. Muitas tribos e até o proprio islã antigo incentivavam a poligamia. Ainda hoje, certos aborigenes e indios malucos tem uma abordagem mais saliente, como nesses enfeites de pinto que vc colocou aqui no seu artigo.

O mais recente golpe nessa guerra foi a promulgação de uma nova lei na Indonésia que proíbe que as tribos indígenas usem um enfeite de pênis, já considerado uma tradição ancestral, de tempos remotos. Na verdade, para os índios, isso não tem conotação sexual nenhuma, é como se fosse um colar ou um brinco. Mas como ofende Maomé, não se pode usar mais.

É verdade, mas não é correto chamar aborigenes malucos da Indonesia de indios. O termo indio se refere aos "amerindios" da America.

Aliás, para vc que gosta dessas curiosidades, essas tribos malucas da Indonesia e Papua Nova Guine não são aborigenes australianos. São negroides.

No caso dos "amerindios", recentemente concluiram que a raça é polinesia.

É curioso isso: esses são negroides surgidos longe da Africa. Aconteceu que, antigamente, a India foi habitada por negroides desse tipo. Os indianos modernos ficaram moreninhos depois de uma invasão de caucasoides do norte, há muito tempo atrás, que clareou a raça.

Ou seja, os aborigenes australianos são da Australia, mas parece que existiram algumas exemplares na Nova Zelandia e no sul da Argentina.

É complicado isso porque o termo "aborigene" significa "nativo" de algum lugar. É correto dizer que os indios são povos aborigenes da America. Alguns dizem que o Zulu é uma "tribo aborigene da Africa".

Porém, quando se diz "aborigene australiano", isso se refere a uma raça unica e especifica. Só existem essas cinco raças basicas: negroide, caucasoide, mongoloide, polinesio e aborigene australiano.

1. Foi comprovado cientificamente que o sexo abaixa o stress...

Sexo é muito bom mesmo, mas, nessa situação de superpopulação, miséria e explosão de favelas, isso deve ser feito acompanhado de controle de natalidade e planejamento familiar.

fernando disse...

Caro X: Parece que a humanidade não evoluiu muito, ou ao menos, não tanto quanto pensamos que tivera conseguido.
Ao ler noticias como esta, lembro-me do julgamento de Oscar Wilde, que foi julgado, apenas por ser homossexual, e supostamente ter tratado disso no seu célebre romance "O retrato de Dorian Gray".

André X disse...

Anônimo, sexo deve ser diferenciado de reprodução. Acho que é função do governo prevenir o aumento da população, por meio de educação, distribuição de camisinha e anticoncepcional e incentivos para que as famílias pobres não tenham filhos (tipo, um salário mínimo a cada trimeste para as mulheres que se apresentarem nos postos de saúde para um check-up e não se mostrarem grávidas - isso, inclusive, ajudaria a educar).

Anônimo disse...

Pois é X,

Para sintetizar bem essa questão da superpopulção e pobreza, Maria Antonieta, antes da revolução francesa, deveria ter dito: "Se não tem pão, então comam briocos"

noway josé disse...

Sim X,

O problema é que o PT faz o contrário: dá incentivo para quem faz filhos. Isso é a tal de bolsa familia.

E a igreja, além de ser contra o sexo, implica com a camisinha e metodos anti-concepcionais. São contra inclusive a masturbação.

A conclusão que eu chego é o seguinte:

-a igreja quer mais gente e mais miséria, pois isso significa maior rebanho.

-Para os politicos do PT, esse tipo de compra de voto que incentiva a reprodução da miséria (bolsa familia), isso significa mais eleitores.

-E para os coroneis nordestinos, juntamente com demais empresarios pilantras do agronegocio e construção civil, para eles tudo isso significa a criação de mão de obra desqualificada ainda mais barata.

Anônimo disse...

humm sei lá!

Dizem que sexo é muito anti-higiênico!

É verdade?

ahahahahah