segunda-feira, junho 25, 2007

Cameron Diaz: Pegadinha no Peru!


É bonita, mas não sabe lidar com o Peru. Opa! Vistando Machu Pichu, Cameron Diaz levava à tira-colo uma bolsa com a estrela vermelha chinesa e uma frase de esquerda estampada. Vários peruanos se sentiram ofendidos. “Somos machos pitchus, mas essa doeu”, comentou um nativo do peru. “Quando mexem com nosso país, a tendência é crescer nossa revolta”, emendou. Mexeu no peru, cresceu!

Antes que sua remexida pudesse atingir o clímax do Peru, Cameron jogou água fria na história: diz não percebeu a "natureza potencialmente ofensiva" da frase. Eu também não teria percebido, pois ela está escrita em chinês, mas os nativos do peru são macho pitcho pra caramba e conseguem não só ler, mas também ficar ofendidos. Na bolsa, acima da estrela, estava bordado: "servir ao povo", mais uma vez, detaco: em mandarim.

“O Peru não quer ser servido”, garantiu outro caceteiro, digo peruano. Perguntado se ia processar a jovem hollywoodiana, um advogado do peru respondeu: “O Peru só entra nessa com as devidas proteções legais.” Tá vendo como são modernos? E camisinha lá é legal, bacana, da hora e na moda.

Isso tudo, minha gente, é sério. Os peruanos realmente ficaram ofendidos, pois achavam que a senhorita Diaz estava evocando memórias dos tempos em que o Peru era palco dos combates entre forças do governo e rebeldes do grupo guerrilheiro maoístas Sendero Luminoso, nas décadas de 80 e 90 - um confronto que matou 69 mil pessoas.

“Sessenta e nove?”, sorriu marotamente a atriz, “Só mesmo com o Peru!”

2 comentários:

Carlos L. disse...

alguém me chamou?

you wrote: caiu um sabonete no chão!
carlos said: É MEU! É MEU! EU PEGO!

sou a princesa do metal! Meta o pau em mim... veja minha fala fina! te-sou-ro!

F3rnando disse...

Perus à parte, Abimael Gusman, mais um que aprendeu com a CIA e se voltou contra ela. Povinho que não se imenda...