terça-feira, março 06, 2007

Mais uma Batalha Ganha! (Lá Fora)

Quem está acompanhando a guerra anti-jabá que acontece nos EUA tem mais um motivo para comemorar. A gente sempre noticia quando uma gravadora grande é obrigada a pagar multas milionárias por ter pago para canais de comunicação dar preferência aos seus artistas de forma discriminatória contra outros. A justiça entende que essa é uma forma de coibir que gravadoras menores e artistas independentes ganhem um espaço nos holofotes e, também, concentra a atuação nas ondas do rádio – que é uma concessão governamental – em poucas empresas e artistas. Além de negar o livre acesso à produção musical, a prática é vista como uma barreira a proliferação da cultura do país.

Agora, pela primeira vez, o corrompido também foi multado. Uma rádio – a quarta maior dos EUA – foi condenada a pagar US$ 12,5 milhões em multas e, essa é a parte mais legal, terá que providenciar 8.400 inserções de meia hora grátis para gravadoras independentes.

Imagine se isso acontecesse no Brasil! Seria uma glória para os selos independentes. Nem precisa da multa, basta exigir o espaço cedido aos vários selos, distribuidoras e artistas que penam, nadam e morrem na praia. A principal causa, o jabá. Aproveitem e passem um e-mail já para seu senador e deputado federal comunicando a notícia e exigindo o mesmo em terras tupiniquins.

3 comentários:

El Kabong disse...

Pois é, mas eu acho que isso chegou um pouco tarde demais.

Agora que temos a internet, onde podemos ver e ouvir o que quiser, acabar com o jabá já não importa tanto assim, pois temos para onde correr.

Nos anos 80, quando só haviam as radios, discos e TVs, quando viviamos presos nesse monopolio asqueroso, nessa época seria mais importante destruir o jabá.

Contudo, antes tarde do que nunca. O jabá sempre foi crime mesmo. Que a justica seja feita.

André Nascimento disse...

A internet está em parte pois a maioria dos lares não tem Pc'S e querendo ou não televisões e rádios têm sua importância mas o que mata é o maldito jabá . Outra: na Outracoisa , que traz o Feichcleres , há uma matéria sobre o playback que é CRIME na China ...se fosse aqui??? HAHAHA..

Paulo disse...

Duvido que no Brasil um dia isso funcione, ainda mais agora que temos um ministro músico que aproveita seu cargo para se dar bem (isso é jabá, não?) e que também usou jabá para tocar em rádio. Relembro inclusive seu ótimo texto "MBP Assalta Fisco". A música anda muito sem graça e assim será pra todo o sempre, infelizmente...
Inclusive, quantas rádios e TVs estão nas mãos de políticos?