segunda-feira, fevereiro 19, 2007

A Filmagem do Clipe Voto em Branco

A grande eminência parda por trás dos clipes do José Eduardo e desse, do Voto em Branco, é a Rosinha. Desde os 14 anos trabalha na produção e por trás das câmeras de filmes, sejam propagandas, curtas ou longas. Assim sendo, é muito bem relacionada e nos colocou em contato com esses diretores e viabilizou produtoras a custo razoável. Dos quatro últimos clipes da Plebe, seus contatos tornaram a coisa possível, dentro do paco orçamento que dispúnhamos. Valeu, Rosa!

O clipe de Voto começou numa pizzaria, onde sentei com o pessoal da produtora Cara de Cão que queria ver sobre o que se tratava. À mesa, estavam o diretor, Steve E. Ponto, e a produtora Juliana. Ao celular, acompanhando a conversa de perto, a principal sócia da CdeC, Renata. A idéia era fazer um clipe bem tosco, totalmente baseado em cima daquelas exibições no horário gratuito de políticos a cargos insignificantes – veradores, deputados estaduais, etc. – que são vinculados durante a época das eleições. Como todo diretor criativo, Steve logo viajou na idéia e começou a incorporar cenas suas.

A próxima reunião já foi com a presença do Philippe, na sede da produtora, onde ficamos debruçados sobre livros do Winston Smith, um cara que faz colagens muito doidas, assinando todas as capas dos Dead Kennedys (procurem obras dele na internet, vale a pena!), livros de pôsters de filmes-B’s e outras preciosidades trash cultivadas pelo Steve. Percebemos que, como toda boa idéia, já havia criado vida própria e estava em plena mutação.

A gravação foi ótima, com toda a equipe do CdeC trabalhando por migalhas – obrigado gente! E o resultado foi bacana, não só em termos visuais, mas por mostrar um lado bem humorado da Plebe. E posso assegurar, estar com o Philippe, Clemente e Txotxa é uma comédia atrás da outra.

Detalhes da gravação: o Philippe assumiu o personagem militar, não tirou o uniforme depois de gravar a sua parte e ficou “dando ordens”em todos. Já o Clemente, assim que terminou sua participação, arrancou a gravata. Txotxa, no início tímido perante as câmeras, logo se soltou, mas ficou mais para Drácula do que o Severino, há há há.

Outra menção especial é para o pessoal do fã clube Planaltina que participou na rodoviária com plaquetas e animação. Mais um agradecimento especial para vocês! O Philippe foi ver e quase foi linchado por um discípulo da Heloísa que achava um absurdo esse negócio de votar em branco. Sério, o cara teve que fugir para não ficar feia a coisa.

4 comentários:

Ellen Petersen disse...

É o que eu e o Zé Mendes estávamos mencionando antes, não é necessário desembolsar muito para obter um resultado bacana. O importante é a autenticidade e o impacto que clipe gera. Quanto ao Philippe, devemos lembrá-lo que ele precisa ser um pouco menos contundente ao chegar perto de discípulo de Helena. Vai saber se eles mordem e transmitem raiva?

Danilo RafaeL 77 disse...

O clip é super bem bolado, adorei as montagens de pedaços de jornais, as banda fantasiada e ainda algo renovador no fim do clip com o pessoal gritando SEJA ALGUÉM VOTE EM NINGUÉM.

é um dos melhores clipes das Plebe. Estou ansioso para ver o clipe O Que Se Faz.

anderson lamoya disse...

esse clipe ficou muito bem feito..
e o protesto bem humorado normalmente gera melhores resultados que os cisudos..
que o povo tem raiva da politica tudo bem, mas debochar deles ao invés de mostrar a face da ira é muito mais divertido...

eu só não entendi o que o philippe foi ver quando encontrou o tal discipulo da heloisa...

e pensando na candidata dele ele tem certa razão. se não houvesse como anular ou deixar em branco 99% desses votos iriam para heloísas e enéas desse brasil

Luciano Vandalo disse...

ESSE E O MELHOR CLIPE DA PLEBE NA MINHA OPNIAO !!!


SIMPLES E DIRETO COMO SEMPRE DEVE SER !!!