quarta-feira, julho 26, 2006

The Damned

Tem certos discos que marcam tanto a vida da gente, que a cada ouvida nos remete à época, além de evocar exclamações do tipo: “caralho, isso é muito muito muito bom, como é que não se faz algo assim hoje em dia?”

Tenho vários discos “marcantes”, mas o Damned, Damned, Damned, do The Damned (quanta redundância!) é o au concour. Foi o primeiro disco punk lançado. Vamos começar por aí, tudo bem, tem uns que defendem os Ramones, mas argumento que o primeiro dos da brothers foi lançado como disco de rock e, depois, tachado de punk. O Damned, não. Banda punk desde o começo. Foram expulsos da Anarchy Tour pelas outras bandas (Clash, Pistols e Heartbreakers), além de outras histórias bizarras que os curiosos poderão ler no livro Light at the End of the Tunnel.

Voltando ao LP, quando ouvi minha vida mudou, literalmente. Não conseguia mais ouvir meus discos do Led, Lynard Skynard e Deep Purple. Meu relacionamento com meus colegas de escola esfriou, eles não conseguiam ver a importância daquela nova música. Meu jeito de vestir, meu corte de cabelo, minha visão de futuro – tudo foi modificado com as músicas do Damned, Damned, Damned. Isso sem ouvir, logo pela capa, uma foto gigantesca dos quatro músicos com os rostos sujos de torta de chantili, jogados na cara deles pela Judy Nylon e Pat Palladin, duas punquettes que tiveram o crédito da façanha anotado na contracapa do disco.

Quando digo punk, não me refiro ao estereotipo do casaco de couro e moicano. Não, nessa época o sentido da palavra ainda não havia sido padronizado pela mídia e absorvida por um monte de adolescentes burros. O baixista, à época, hoje guitarrista, Captain Sensible era uma árvore da natal ambulante, cada vez com uma fantasia diferente. No disco, aparece vestido de enfermeira, na foto da contracapa. O vocalista, Dave Vanium acha que é um vampiro e se veste e comporta como tal. Isso, muito antes de qualquer gótico ver a luz do dia (ou da noite, he he he). Rat Scabies, o batera, parecia um Keith Moon ensandecido, se é possível isso. O cara tocava tão bem, tinha um estilo tão próprio, que foi sondado pelo Jimmy Page para substituir o John Bonham. Muitas vezes, tocava com um rato morto pendurado pelo rabo à frente do bumbo. E, finalmente, o mais normal, visualmente, nas guitarras, o Brian James, fã dos New York Dolls e que, após sair do Damned, fundou o Lords of the New Church, com o Stiv Bators, dos Dead Boys.

Mas vamos ao disco, música por música, que ouvi mais uma vez hoje e quero compartilhar com vocês:

Lado 1:
· Neat Neat Neat. Baixo que morro de inveja cada vez que ouço. Tão simples, tão poderoso, resume a música. O refrão “she can’t afford no cânon, she can’t afford no gun at all” não diz muita coisa, mais é lindo.
· Fan Club. Música gélida sobre um astro de rock que odeia os fãs, não entende porque se sacrificam tanto para vê-lo tocar. Muito punk isso, na sua melhor essência em desmistificar o estrelato dos roqueiros e trazer a música para o nível do publico. O gemido do Dave Vanium de entediado resume tudo.
· Born to Kill. O mosh deve ter começado com essa música.
· Stab Your Back. Música composta pelo batera. Keith Moon, morra de inveja. O Rat não usava o chimbal, só os pratos. E tem ainda o riso medonho no meio da música. Menos de um minuto de pura alegria cantando apunhale suas costas!
· Feel the Pain. O inferno é gelado. Ouça a música e confira. A dor é fria, a agonia é branca.

Lado 2:
· New Rose. Clássico punk. Primeiro compacto punk, lançado em 1976.
· Fish. Música de amor, onde o cara quer passar a mensagem que se a mina ficar com ele, nunca vai cheirar um peixe, ou seja, não vai entrar numa fria. Que idéia!
· See Her Tonite. Nenhuma música traduz mais a alegria e expectativa de ver a pessoa amada do que essa. Um must para começos de namoro.
· 1 Of The 2. Damned, no seu melhor.
· So Messed Up. Adoro ouvir essa, seguida do Stupid Girl, dos Rolling Stones. Para aquela menina que você acha asquerosa, chata, insuportável. Tem uma hora que pergunta: “eu poderia a matar, mas acho que vocês ainda considerariam isso um crime – ou não?”.
· I Feel Alright. Cover dos Stooges. Única música do LP que não consigo mais ouvir. Quando chega nela, tiro o disco. Tudo bem, à época, dizer que gostava dos Stooges, mas a versão não acrescenta nada à original e as outras músicas são tão mais significativas que essa passa batida.

33 comentários:

Dinho disse...

Sobre essa mania de perseguição com a tv globo, sim eu concordo que a midia manipule muita coisa, ate time de futebol, todos nós sabemos as 2 maiores torcidas do Brasil, a propaganda que se faz desses clubes e contra os seus rivais.
Mas ninguém enxerga tb o beneficio, como por exemplo: a globo tem uma qualidade 10 vezes maior que qualquer emissora, tanto em dramaturgia, transmissão esportiva, etc.
Segundo, a campanha criança esperança, quantas crianças sao beneficiadas? milhoes.
Terceiro, campanhas educativas através das novelas, contra o racismo, contra a violencia na mulher, a favor dos homossexuais, etc.

André X disse...

Pô, Dinho, tudo bem, a gente contribui para a Criança Esperança, apesar da Xuxa, apesar da manipulação da informação, apesar das principais rebatedoras estarem nas mãos dos Sarneys, ACMs e Barbalhos desse Brasil, apesar de só retransmitir jogos do Flamengo, apesar de colocar Lost para a madrugada, apesar de obrigar o povão a ficar acordado até tarde para ver futebol que só começa após a novela....

O padrão Globo de qualidade é referência mundial. Mas de que adianta qualidade no padrão se é para mostra Caldeirão do Huck e Faustão?

Mas que o Damned bate a maior bola, bate!

Anônimo disse...

Eaí André, blz?... depois dessa descrição do que o disco do Damned causou em vc... vai um link pra vc achar coisas boas, difíceis e até raras dos anos 70 (punk especificamente).. talvez vc já conheça..mas vai lá.. e quem sabe divulga pra galera do site...
http://spiritofseventyseven.blogspot.com/
PS. comenta com o Philipe Seabra que ele chegou com tanta fome no Beirute, domingo, que um fã ficou até sem jeito de atrapalhar o rango feroz do cara... rss...
um abraço..
Parabéns pelo site!
Ribamar - Brasília

Danilo disse...

Nossa Damned e tudo de bom, depois a banda começa a ser bem gótica mas no começo da carreira da banda tudo é demais !

O André queria saber quanto está o show da Plebe em vitória da Conquista na BA, 2º festival de Inverno !??¿¿


Assinaturas de Um Plebeu...

VIVA a Plebe Rude

André X disse...

Ribamar, o site que vc indicou é uma mina para os fãs do punk 77, muito legal.

A gente toca no Festival de Inverno no sábado, ao lado de Lenine e Wanesa da Mata (!!!).

Dinho disse...

PO, tudo a ver, plebe, lenine e vanessa da mata, so falta o zeze di caralho e lucianta.
Aproveita que vai tocar com 2 figuras mais mpb e toca um pouco do repertorio sertanejo da plebe misturado com muito rock, logico

Anônimo disse...

nao sabia que o andre curtia stones...

Dênis disse...

Sei que serei apedrejado, mas acho Otto muito bom...

Mikele disse...

TO baixando a discografia desses caras, quero ver se eu vou gostar, mas duvido! ahahahhaha
abs

F3rnando disse...

Mandou bem, André! Imagino a bomba que não foi o Nick Manson (baterista do Pink Floyd) ter produzido o segundo disco dos caras...Quando quiser comentar o "Machine Gun Etiquette" a gente agredece também.

Midian disse...

André, eu penso a mesma coisa qd ouço o BRock 80, “caralho, isso é muito muito muito bom, como é que não se faz algo assim hoje em dia?”, hj qm tá fazendo sucesso tm letras repetidas, roupas repetidas, voz forçada repetida, e qm fez sucesso antigamente tá fazendo fila na porta da mtv por um acústico ou fazendo letras pobres, cantando música de outro pessoal ou dando uma de garotão.

Mas pro meu gosto tem um pessoal mt bom, Nenhum, Cólera, Garotos Podres, Zumbi do Mato, Pensador...

Danie disse...

Sr. André, não perca!! Domingo, na Globo!!! Seu Atlético Furacão Paranaense X O GRANDE CAMPEÃO DA COPA DO BRASIL!!!!!!

Concordo q a Globo não sabe se aproveitar de sua qualidade!! E, infelizmente, é incomparável a qualidade de imagem da Globo contra suas concorrentes... o problema é ouvir seus narradores (salvo Cléber Machado).

Agora uma pergunta importante para o Dênis, e desculpe-mem se perdi algo: onde o Otto entrou nessa história do Damned?

Saudações Rubro-Negras

Daniel - Plebe na pele

João disse...

Que resenha de um disco, hein?! Muito bom!

Eu que sou flamenguista (CAMPEÃO!!!) não aguento mais a Globo passando os jogos do meu time, pois invariavelmente assisto ao vexames do Flamengo. A Copa do Brasil foi exceção e decidindo contra o Vasco (freguês português), já se sabe o resultado de antemão.

DUNHA disse...

VCS JÁ PARTICIPARAM DO CRIANÇA ESPERANÇA?

AQUI EM SÃO LUIS SÓ PASSA JOGO DO FLAMENGO,UMA MERDA PRA QUEM É SÃOPAULINO COMO EU E NÃO CONSEGUE ASSISTIR OS JOGOS DA LIBERTADORES!

A RETRANSMISSORA DA GLOBO AQUI PERTENCE A QUADRILHA SARNEY, A ROSEANA É QUASE A MADRE TERESA, E A PROGAMAÇÃO LOCAL É UMA MERDA!

ANDRÉ, QUANDO VCS VÃO NO FAUSTÃO?VAI SER LINDO ELE CHAMAR O CLEMENTE DE JANDER!

DÊNIS OTTO É SENSACIONAL!

Anônimo disse...

VÃO SE FUDER!

Fábio disse...

André, e aquele contador que você queria colocar no blog ? desistiu ?


Aê pessoal, o Clemente vai estar hoje no Multishow às 21:45hs com o Frejat.

Pena que é na hora do jogo do Inter...

Dinho disse...

Eu li hoje no globo, nazi do ira e clemente dos inocentes(faltou dizer e da plebe rude), quero ver se o clemente vai falar da plebe, se bobear ele canta ate qdo esperar com o nazi, o nazi ja ate centou uma vez, terminando assim a musica: "..esperando a ajuda de um UNICO Deus", e na propria musica ele explica:"achei que unico ficaria melhor". o philippe achou graça da mudança...

Anônimo disse...

quem viu ontem o por tras da fama com o Dinho do capital? nao sabia que depois de sair do capital ele ficou na merda, tomando muita droga ate heroina, transou com uma garota com aids em uma suruba, mas nao pegou,...
resumo das 3 principais bandas de brasilia:
- legião: banda rock n roll, vida rock n roll
- capital: banda pop, vida rock n roll
- plebe: banda rockn roll, vida pop

Dinho disse...

intervalo do claro que é rock: frejat anuncia: clemente do inocentes e mais recentemente DO plebe rude. Que analfa.
nazi e clemente tocam uma versao da musica do joelho de porco...

Dênis disse...

...Joelho de Porco esse que também é muito bom...

Anônimo disse...

ô mano... "hors concours" aí...

Paulo Henrique disse...

"Os Amaldiçoados" http://rapidshare.de/files/11169537/The_Damned_-_Damned_Damned_Damned__.zip.html
Vou ouvir ainda. Mas pela descrição parece ser bom. Foi por isso que você se vestiu de vampiro no Ascenção E Queda?!

Paulo Henrique disse...

http://www.punk77.co.uk/linkpage/punkbands.htm
Deve ser manjado, mas aí estão nomes de bandas britânicas dos anos 70. Só acrescentando ao assunto mesmo...

Abraço

João disse...

http://www.youtube.com/watch?v=QzHhXCPOQWQ&search=gang%20four

Taí um sensacional vídeo de apresentação ao vivo em um programa de tv do Gang of Four, que vem ao Brasil. Os caras parecem estar tomando choques elétricos. No google tem uma entrevista do Andy Gill feita por um cara que nunca ouvi falar, um tal Rubens, e esse cara fala pro Andy Gill sobre a Plebe, ele se mostra interessado e promete mandar Cd's da Plebe se ele enviar Cd's autogrados do GO4. Ou seja, provavelmente Andy Gill já ouviu o som da Plebe.

João disse...

http://musica.uol.com.br/entrevistas/2006/07/24/ult3838u115.jhtm

Entrevista do Hugo Burnham, baterista do Gang of Four, que hoje em dia dá aulas de redação e análise da indústria musical, entre outros assuntos, para estudantes do curso de música do New England Institute of Art, em Boston.

HENRIQUE ALENCAR disse...

Dinho
Geralmente o Frejat ou qlqr apresentador, só lê informações dada a eles.
E pq diabos o Frejat deveria saber que o Clemente está no Inicentes e na Plebe ???

Gang of four, é muito massa, eles tocam de um jeito diferente, as músicas não seguem o padrão normal, eles sempre implementam algo de novo.

Dinho disse...

Henrique, eu so comentei que o frejat falou DO plebe rude ao inves DA plebe rude

MIkele disse...

ahh Dinho, vc ta forcando a barra!
Todo mundo fala errado alguma coisa de vez em quando !
Abs

Anônimo disse...

porra nenhuma cara, a primeira banda punk realmente foram os ramones não adianta dizer q não, e tem mais eles foram os primeiros a citar a palavra punk numa musica, foda -se é isso e ponto final.

Dinho disse...

kele, eu sei, mas eu acho que pra uma pessoa da inteligencia do frejat foi um erro muito primário

Mikele disse...

Uma coisa q eu acho pior é mulher falando obrigado. É um puta erro. Deveriam falar obrigada lóogico. Depois o Frejat deve ter falado isso pra demonstrar desconhecimento, nao pela lingua e sim pela plebe, resumindo, foda-se o Frejat e o q ele disse. Falando certo ou errado ele é um cuadrupedi do mesmo jeito! hahahhahahaha

Paulo Henrique disse...

Traduz as letras dos Ramones.

Danilo Rafael disse...

olá André X, grande cara que super fera no contra-baixo, quero te dizer sobre o flogao da Plebe Rude

[[www.flogao.com.br/maispleberude]]

valeu pela contribição !!
VIVA Plebe Rude