segunda-feira, julho 24, 2006

Cena, que cena?

Estava procurando no Soul Seek o primeiro disco do Suede, aquele que tem Animal Nitrate. Não sei porque razão, quando a banda estourou no circuito independente inglês eu até que gostei, mas acabei vendendo todos os CD-Singles na Rock It!, minha loja/selo que tinha com o Dado, sem ficar com nenhum para mim. Daí o tempo foi passando e me esqueci totalmente disso.

Quando os resultados apareceram, qual a minha surpresa de encontrar um arquivo disponibilizando os 100 melhores compactos independentes de 1976 a 1998. Devo dizer que o sujeito acertou 90%, coisa fina mesmo esse apanhado. Começa com Final Solution do Pere Ubu e termina com Monkey on Your Back, do Clinic. Nisso passa pelo Damned, Joy Division, Elvis Costello, Primal Scream, Blur, Pixies, Belle and Sebastian e vários outros. Divertido ir ouvindo na ordem temporal e ver como a cena independente evoluiu no período.

O que chama a atenção mesmo é que todas essas bandas saíram do independente e são reconhecidas mundialmente. Daí a questão: porque a cena independente brasileira não consegue atingir o grande público? Porque ficamos presos no que toca nas rádios, do que passa na MTV? O roqueiro é preguiçoso, ou não há onde procurar coisas novas?

Temos hoje a Tratorre, a Outra Coisa, selos como o Monstro, o Senhor F e festivais alternativos. Mas não vejo ninguém capitalizando com isso. Vejo sempre uma cena mambembe, restrita a poucos curiosos. Gostaria muito de ver uma cena independente que fizesse o main-stream, estações de rádio, TVs e gravadoras, suarem. De ver gente correndo atrás da novidade, enchendo showzinhos, comprando músicas (físicas ou virtuais).

Será que algum dia um maluco irá disponibilizar um artigo com os melhores compactos de rock independente brasileiro de alguma década? E será que, quando isso acontecer, vamos ouvir e conhecer todas as bandas que lá estão?

É um sonho.

31 comentários:

gabriel disse...

um grande disperdicio,com tantos meios de divulgaçao que temos hoje nao rola um interesse maior,fica tudo na net mesmo.
os caras do forfun e dibob conseguiram fama assim,distribuindo musicas na internet,mas sao muito poucos os artistas que ultilizam esse meio gratuitamente

André X disse...

Eu acho que um dos grande empecilio é a falta de interesse do jovem roqueiro, que quer tudo de mão beijada, não quer garimpar coisas novas. Isso, somado ao desinteresse da grande imprensa. Pena.

Paulo Marchetti disse...

Uma vez conversando com Roger (Ultraje) ele falou coisa parecida. Disse que o grande problema da geração de hoje é que todos esperam cair as coisas no colo. É isso mesmo!!! Tudo é mais fácil, portanto, mais preguiçoso.
Agora é cada um por si. Não existe mais cena e não existirá mais. Aí é que está o problema.
Existem muitos festivais independentes legais, mas o que adianta te-los se nada acontece após o festival? A banda toca e vai pra casa depois com nada no bolso. Não sabe capitalizar em cima de uma grande apresentação.
É uma corrida de cegos e dessa forma, nem adianta xingar o mainstream.
O espírito de aventura agora é um teclado e um monitor. Cadê os shows nas ruas, o boca a boca, lambe lambe, duas ou três bandas se juntando para um show conjunto?
Outro grande problema é: hoje a moçada quer montar banda pra ficar famoso e não pra se divertir. O castelo é de areia...

MANU/SERGIPE disse...

Sobre o rock brasileiro:

O brasil como diz "é um país regional, matuto mesmo"; bom, a maioria dos rockmans acham o rock brasileiro uma merda, tudo pop mesmo. Até mesmo os caras que teem bandas, que cantam em português só recebem inspiração de fora.
E aí será prequiça de ir atrás ou será a globalização? infernizando injustamente os países do terceiro fundo, ô! desculpem ,terceiro mundim.

ANDRÉ, E O TAL PENALTI? QUEM VAI COBRAR? ESTOU DESCONFIANDO QUE O PARREIRA É QUEM ESTÁ ESCOLHENDO O COBRADOR.

MANU/SERGIPE disse...

Assino embaixo, no meio e encima.

É isso aí mesmo Paulo, tá todo mundo querendo fama, é o chamado músico estético; é raro hoje em dia achar um músico artista.

CÍCERO disse...

CAPITEI !!!!!!!!!!
- SERÁ QUE O ANDRÉ QUER DIZER QUE O CD DA PLEBE VAI SAIR POR UM SELO INDEPENDENTE ???

A CENA INDEPENDENTE SÓ NÃO VAI PARA A FRENTE POR CAUSA DAS PRÓPRIAS BANDAS, POSSO FALAR ISSO POIS FAÇO PARTE DA CENA ...

MANU/SERGIPE disse...

CÍCERO, CONCORDO TAMBÉM. É UM EMARANHADO DE COISAS QUE NÃO FAZEM A COISA ANDAR.

André X disse...

Sem dúvida, sairá independente e até setembro! Não aguentei, falei.....

CÍCERO disse...

E O CD NOVO AUTOGRAFADO PELO ANDRÉ VAI PARA CÍCERO ACERTADOR DO ENIGMA DO X.

A PROPOSITO, SERIA SETEMBRO DE QUE ANO ????

VOU COLOCAR A INFORMAÇÃO LÁ NO ORKUT PODE ????

Paulo Henrique disse...

Acho que a melhor solução é: traduzir as letras pro "povão".
Iriam saber o que cada artista está falando, e viraria os ouvidos pra outras bandas ao ver as letras. Fico indignado com o clipe "Lonely Day", do SOAD. A maioria acha que é uma música EMO que mostra tristeza por não ter uma mulher ao lado. Mas na verdade é um protesto pelas famílias que perdem filhos na maldita Guerra!!!

Fico cego de ver tanta gente curtindo modas sem entender nada. E pior que as letras em português elas entendem e não ligam.

E também tem que mostrar que no fundo a pessoa não gosta daquelas bandas que TODO MUNDO gosta, e que só ouve pra se inturmar e ser popular.

Quem explora música está sempre à frente.

Anônimo disse...

Setembro de que ano? 2010 ou 2014?

CÍCERO disse...

ESSE LANCE DE TODO MUNDO GOSTAR DA MESMA BANDA ME FEZ LEMBRA DA 89 A "RADIO ROCK" QUE FOI PRO SACO...

VÍ AQUELE LOCUTOR NOJENTO O TAL DE ZÉ LUIZ FALANDO QUE A ÚNICA RÁDIO ROCK DE SÃO PAULO HAVIA ACABADO , GOSTEI MUITO DESSA NOTICIA. HÁ HÁ HÁ

Dênis disse...

Concordo... Realmente os donos da mídia (leia-se o morfético Sr. Tutinha & Cia.; aliás, que leu a entrevista que ele deu para a Playboy? É de vomitar!!) não são os únicos culpados pela letargia DESTE momento.
Afinal de contas, cocô e moscas SEMPRE existiram. A preguiça é do ser humano. Então, vamos continuar na nossa, curtindo e buscando tudo o que há de melhor, sempre.
Sei lá, uma dica: Trama Virtual.
Falar nisso, téquinfim, hein, André!! Conte comigo: quando sair a bolacha, eu ajudo a divulgar. Pra caralho.
Um abraço.

DUNHA disse...

TOMARA Q ESSE DISCO SAIA DE VERDADE EM SETEMBRO!

COITADO DE MIM, Q VOU TER Q ME VIRAR PRA TER O DISCO AQUI EM SÃO LUIS!

Anônimo disse...

Aeeeee
VAi rolar de vender pro exterior ??
Pq eu kero comprar !
Abs

Anônimo disse...

Aeeeee
VAi rolar de vender pro exterior ??
Pq eu kero comprar !
Abs

gabriel disse...

po garotada,o andre deve disponibilizar pelo site,nao?Oo

e se der mole o disco nem sai independente,isso é so pra despistar!!!rsrs

boa sorte pra voces!!!

Fábio disse...

Nasceu !? Que parto hein.

Azar o das grandes gravadoras. Sorte dos fãs e dos amantes da boa música.

Me parece certa a decisão do selo independente. Uma demora muito longa começa a ser prejudicial para a banda, em diversos aspectos.

Agora, vocês sabem que vão ter que trabalhar dobrado, né André ?

abs.

Pedro k. disse...

Caro André,

inicio ou final de Setembro?

Pedro k.
Rock-n-brasil.com

Pamela disse...

Sabe que pode contar com os plebeus, pra ajudar na divulgação!

DANIEL disse...

6 anos de espera pra lancar por um selo independente? que organização de banda é essa? mas respeito com os fãs né!

Dinho disse...

Daniel, explique o pq da sua revolta.

Pedro k. disse...

Já agora....

porque não a RockIT!?

Pedro K.
rock-n-brasil.com

daniel disse...

não éh revolta, se os caras ficam prometendo em vão, é melhor falar logo q nenhuma gravadora topa lançar esse disco, tem anos que eles dizem sempre a mesma coisa...

gabriel disse...

Daniel,com todo respeito,todos nos sabemos que o mercado fonografico brasileiro é uma selva onde as gravadoras comem as bandas.acho que nenhum de nos aqui tem o direito de ficar criticando a banda por nao ter lançado o album antes,foram uma serie de fatores,entre eles o fim da banda e a volta ao meu ver triunfal pelo show que presenciei.E te garanto uma coisa,se eles estao lançando independente não é por causa de dinheiro e de fama,mas em respeito as fas

abraço

João disse...

Se é pra lançar, que lancem de qualquer forma, inclusive independente, ou mesmo, se for preciso, encartado em alguma revista pornô. Quando a Plebe lançou o Mais raiva do que medo comprei a versão em LP e a versão em CD que foi lançada alguns meses depois. Se o André reclama da sonolência da cena independente porque não lançar um CD da Plebe por selo independente? Acho que o penalti foi cobrado, vamos ver se a bola entra ou não.

Radicaos disse...

André, que singles? Pirou? O mercado brazuca é burro. Não temos mais singles, a não ser os abnegados da Monstro e da Senhor F que apostam no formato, mesmo que virtual. Mas eu topo o desafio de fazer 50 singles. Vou consultar o Fernando Rosa e colocar os meus MP3 na lista!

Paulo Henrique disse...

Estão abertas as doações para o Globo Esperança. Até a Xuxa está induzindo as crianças à convencerem os pais...

gabriel disse...

Muito Além do Cidadão Kane:

Download:
http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2003/08/260618.shtml

Assista na Internet:
http://video.google.com/videoplay?docid=-570340003958234038

Família Roberto Marinho:
http://www.consciencia.net/citacoes/marinho.html

A História Obscura da Rede Globo:
http://www.fazendomedia.com/globo40/globo40.htm

quem tiver paciencia de baixar sao 600 megas de pura falcatrua e manipulaçao!!!vale muito a pena,mostra o que a globo faz com o país.

abraço

F3rnando disse...

O grande problema é justamente a facilidade. Neguinho quer dar um ENTER e ter tudo mastigadinho. Sou capaz de citar dezenas de bandas que babei pra querer ouvir e só vim conhecer graças a era dourada do advento do CD aliado ao Dólar um-por-um (bons tempos...). Hoje nêgo baixa MP3 de Jimi Hendrix tocando "Smells Like Teens Spirit" e sai mostrando pra todo mundo e ainda contando vantagem. Ridículo. Disco ainda é cultura, pôrra!

Anônimo disse...

FERNANDO, CONCORDO COM VC!

NÃO DEIXO DE IR A UMA BOA LOJA DE DISCOS, PRA FICAR BAIXANDO MUSICA PELA NET!


DISCO AINDA É CULTURA, PORRA!