terça-feira, outubro 11, 2005

Wireless para Todos!

Outro dia estava contando para um colega que instalei um sistema de internet sem fio aqui em casa e que não havia conseguido colocar uma senha para entrar na rede. Ele perguntou: porque vc quer uma senha? Respondi: para ninguem usar a internet no meu sistema. Ele argumentou: isso é coisa de egoísta capitalista. A idéia, que eu comprei, é todo mundo ter um sistema sem fio e deixar aberto. Tipo uma comunidade, onde todos contribuem o que podem e todos usufruem de tudo na medida que a comunidade possa oferecer. Isso apelou muito para as minha convicções anarquistas. Já convenci o vizinho de baixo, que tmb tem uma rede, para deixar a dele sem senha. Isso potencializou nosso campo de alcance, ambos agora podem usar no apartamento inteiro. Imaginem num prédio onde todos deixam a rede disponível para todos. Numa vila, numa cidade, no mundo! Temos que deixar de lado essas noções de que eu paguei, então ninguém mais usa. Tipo na Holanda, onde tinham umas bicicletas que eram de todos. Você saia do trabalho pegava uma, pedalava até o bar e deixava na calçada. Um outro sujeito saia, pegava a mesma e pedalava até o supermerdado, deixando-a na calçada, novamente. E assim por diante. Ou seja, todas bicicletas eram de todos. Sabem como acabou isso? Os turistas começaram a roubar as bicicletas como lembranças. O que leva a outra lição anarquista: quem está fora da comunidade, ou segue as regras dela, ou não participa dos benefícios. Get pissed, destoy!

9 comentários:

JetSet disse...

Eu acho que vc pratica o futuro, agora. Nem me refiro ao fator "fios nunca mais", que em si eh um grande avanco na usabilidade de maquinas. Me refiro a questao da comunidades wireless, onde todos usufruem, a distancia de uma rede, no conforto de suas casas.

Como dizem, no papel todos os projetos sao lindos ate que se poem em pratica por seres humanos. A tua interacao com o vizinho demonstra uma civilidade quase utopica, europeia. Ainda mais quando o vizinho entende e se submete as regras de um "embriao" da comunidade wireless que vc lhe propos.

A minha duvida eh se vc nao teria tido sorte em encontrar outro humano com a mesma visao, e assim voce estaria rodeado por um mar de desinformados e desinteressados
ou se realmente existe uma propensao da parte dos mais esclarecidos a conviver num modelo avancado como o seu.

Acho que que os custos devem ser divididos entre os membros dessa comunidade se nao vc acaba com o predio inteiro pendurado na sua rede banda larga. Vc acabaria pagando banda larga e recebendo conexao discada. Acho que a pergunta eh: quem paga a conta?
Quem compra as bicicletas? A principio, nossos impostos, ja que se trata de um servico comunitario. Mas o destino desse dinheiro no Brasil ja sabemos muito bem onde vai parar...

Andre, keep hope alive. Abraco.

Midian disse...

"Enquanto o homem não for capaz de viver em paz com seu semelhante, a Anarquia será uma utopia"

CÍCERO disse...

AS VEZES TEMOS O INTUITO DE COMPARTILHAR AQUILO QUE CONSEGUIMOS, MAIS POR CAUSA DE ALGUNS QUE IRÃO USUFLUIR E CERTAMENTE TIRARÃO ''PROVEITO'' PARA SÍ PRÓPRIO ACABAMOS POR OPITAR PELO INDIVIDULAISMO.

raulforrock disse...

André, PARABÉNS, você é um afortunado. Eu sou o sujeito que mais odeia os "fios/cabos". Quanto a "Comunidade", sou muito descrente. Já fui diferente, confiava em todo mundo, achava todo mundo gente boa, etc. Depois mudei, cai na real. Tenho minhas dúvidas em relação ao "modelo". Acho que no futuro alguém poderia ficar utilizando sem pagar e achando "normal". Sabe como é que é né? Lei de Gerson, Delúbio, Marcos Valério, foi sem querer, não sabia que era assim, dinheiro não contabilizado, hehehehehe
Um abração.
Manda notícias da Ana!!!

Black disse...

O problema é o seu vizinho de intenções duvidosas entrando no seu HD quando quiser...o que, de fato, ele pode fazer...

Vc sabe o que aconteceria com as bikes no Brasil! Vc pode até tocar com o Clemente, mas não seja tão Inocente assim...

André X disse...

1. o vizinho não entra na rede compartilhada de arquivos, somente tem acesso à internet sem fio (e eu a dele).
2. não sou inocente, sou sonhador.
3. numa comunidade as contribuições não são iguais, são de acordo com a capacidade de cada um. ao longo do tempo, isso se iguala entre todos.

Robson disse...

MUDEI DE IDÉIA AGORA É SIM!!!


Antes, eu tinha certeza de que ia votar no NÃO e ninguém ia me convencer do contrário. Mas o tempo foi passando, entrei nas comunidades do SIM e do NAO no orkut, ouvi propagandas no rádio e na TV e os argumentos do SIM me convenceram. Vou votar SIM. Sabe por que?

Vou dar 18 motivos:

1. Descobri que a chance de se sair bem ao reagir a um assalto é de uma em 288.345.774.324.500. As estatísticas provam que nos outros
288.345.774.324.499 casos, a vítima que reagiu morreu.

2. Descobri que a arma legal alimenta os bandidos. Todas aquelas AR-15, AK-47, granadas e bazucas que os traficantes do Rio usam foram roubadas de cidadãos honestos que compraram as armas legalmente. Da minha casa mesmo, por exemplo. Ano passado me roubaram quatro mísseis stinger

3. Descobri que todos os pais que têm armas de fogo costumam deixá-las carregadas e engatilhadas em cima do sofá da sala. Por isso que 94 milhões de crianças brasileiras morrem brincando com armas de fogo todos os anos.

4. Descobri que todos os assaltantes de casa têm superpoderes. Eles atravessam portas e paredes e se materializam imediatamente na sua frente e apontam uma arma para a sua cabeça enquanto você ainda está deitado, tornando impossível qualquer reação. Eles não perdem tempo e fazem barulho arrombando portas.

5. Descobri que se eu vir ou ouvir algum bandido pulando a cerca e entrando no meu quintal, eu não vou conseguir afugentá-lo com um tiro para cima ou para o chão. Se ele ouvir o tiro, aí sim, é que ele vai ficar excitado e vai querer de toda forma entrar em casa e trocar tiros comigos. Eles adoram fazer isso.

6. Descobri que se o NAO ganhar, as armas de fogo vão imediatamente ficar 90% mais baratas e vai acabar a burocracia para a compra de uma. No dia seguinta à vitória do NÃO, qualquer pessoa (bandido ou não) vai poder ir numa loja de armas, comprar um 44 e oito caixas de munição, já vai sair armado e vai para o bar mais próximo para arrumar briga e me matar.

7. Descobri que delegados e policiais civism militares e federais - que são em quase totalidade favoráveis ao NAO - não entendem N-A-D-A de violência e criminalidade. Quem manja mesmo do assunto são atores, sociólogos e dirigentes de ONGs internacionais.

8. Descobri que estrangeiros que lideram ONGs como a Viva-Rio têm muita experiência no assunto. Afinal, todo mundo sabe que a situação social, econômica e de criminalidade da França, Inglaterra e Estados Unidos (que é de onde eles vêm) é IGUALZINHA à realidade do Brasil. Não tenho a menor dúvida de que as teorias que eles têm vão funcionar direitinho aqui.

9. Descobri que 90% dos casos de homicídios são cometidos pelos chamados cidadãos de bem. Claro que isso é só dos homicídios ESCLARECIDOS, que são menos de 5% dos casos. Mas pela lógica, os outros 95% dos homicídios, que não são esclarecidos, também deve ser causados pelos cidadãos de bem.

10. Descobri que o governo quer que a gente vote sim. E o governo sempre pensa no nosso bem. Afinal, todo mundo sabe que a qualidade da saúde pública, ensino público, segurança pública, e etc vem melhorando cada vez mais, dia a dia.

11. Descobri que se o SIM ganhar, não vão mais acontecer mortes banais. Maridos ciumentos só vão agredir as mulheres com travesseiros, torcidas organizadas vão se dar as mãos, facas e canivetes vão perder o fio, tijolos e paus vão ficar macios e os pitboys vão todos se converter ao budismo.

12. Descobri que até agora, o desarmamento voluntário já deu resultados. É claro que a queda nos atendimentos dos postos do SUS em São Paulo nos ultimos 12 meses foi devido à diminuição do número de armas, e não devido a maiores investimentos em segurança e educação.

13. Descobri que o jovem é a principal vítima da arma de fogo. Claro que isso não tem nada a ver com o fato de o jovem ser o maior usuário de drogas, e nem o fato de que quase 100% dos envolvidos no tráfico de drogas têm menos de 30 anos (porque morrem ou são presos antes). Isso é só coincidência.

14. Descobri que todo mundo que tem arma de fogo é um suicida em potencial. E a única causa do suicídio é a arma de fogo, e não a falta de perspectivas, falta de um ideal, falta de um sonho a buscar ou então distúrbios mentais como a depressão.

15. Descobri que se algum bandido invadir a minha casa, basta eu ligar para o 190.
A polícia sempre tem homens e viaturas sobrando e levará menos de 3 minutos para me atender.

16. Caso isso não aconteça, basta eu fazer o sinalzinho do "sou da paz" com as mãos e o ladrão vai saber que eu sou um sujeito legal, e então ele vai embora em paz sem levar nada e sem violência nenhuma. Eles sempre agem assim quando descobrem que você é da paz, e não um daqueles psicopatas malvados que são a favor do NÃO.

17. Caso o ladrão seja muito, mas muito malvadão, eu só preciso gritar por socorro.
Em cinco segundos vão aparecer a Fernanda Montenegro, a Maitê Proença e o Felipe Dylon para me salvar e prender o bandido. Sem usar armas. Êêêêêêêêêêê!!!

18. Se o SIM ganhar, o Brasil vai ser um país mais feliz. Que nem na novela!
Obaaaaaaa!

jr28 disse...

Quanto a compartilhar a rede é romantico e utópico, algo que nem o coitado do lula conseguiria discursar.Porém quando vc compartilha o seu serviço de internet, pago por vc, acontece que todos que acessarem "sua conexão" estarão competindo com a largura da banda. Se o seu vizinho estiver baixando filmes em sua conexão, reze para o filme não ser "Ben Hur" - que tem 4 horas de projecção. Do contrário vc terá saudades da época da coneccção discada! para acessar sua caixa de mensagem

Anônimo disse...

E' Bandwidth sera o problema. See 4, 5 ou 10 pessoas usar a sua conexcao, voce vai notar que o seu Internet estara bem lento.
Se alguem jogar games online isso fara sua connecao mais lenta etc etc etc..

Louis
USA