quinta-feira, agosto 25, 2005

Anarquia, Oi Oi Oi!


Outro dia estava ouvindo o nosso quarto disco, e a música Sem Deus, Sem Lei me chamou a atenção. Sim, certamente é uma letra anarquista, que visa o mundo ideal, onde não precisaríamos de regras e dogmas para vivermos bem uns com os outros. Pena que a imagem do anarquista foi tão deturpada nessas últimas décadas. Ser anarquista não significa pintar um A na camiseta, cobrir o rosto com um lenço e sair quebrando vidraças, dando porrada. Pelo contrário, é muito mais difícil. Trata-se de respeitar o próximo, influenciar por meio de ações boas, jogar flores, não pedras. Criar comunidades, agir localmente, pensando globalmente. Respeitar as diferenças.

2 comentários:

João disse...

"Vivo sem religião, sem o dogma e a perseguição, eu não preciso acreditar" - essa pra mim é a melhor passagem dessa letra. O quarto disco quando eu escuto me impressiona o quanto ele foi mal gravado. Sai um sonzinho tão chinfrim dele. O terceiro disco, produzido por meros técnicos de som, tinha uma qualidade sonora muito melhor. Só dá pra livrar a cara de "Este Ano".

Aleks disse...

Infelizamente hoje em dia, qualquer babaca sia vistido de"anarquista" e acha que o sistema está errado e por isso tem que lutar contra ele, mas lutar por lutar, ou seja, apenas guerriar, brigar, destruir, transgredir. Não lutar pelas idéias, diagnosticar o que está errado, apontar e lutar por soluções, mas enfim, o que mais me chateia é que esses babacas travestidos, de Punks e anarquistas, nem sabem pq carregam esse nome.