quarta-feira, março 11, 2009

School's Out - escândalo nas escolas.


Todo dia quando acordo a minha filha de três anos às 6h45min para ir para a escola, me lembro que a minha outra, de 17 anos, já está a caminho de seu colégio no Rio de Janeiro. Fico pensando no absurdo que é isso, obrigar crianças e adolescente a madrugar para que as instituições de ensino possam comprimir, num dia só, duas turmas.

Como seria mais saudável se os estudantes pudessem acordar mais tarde, tomar um café decente, chegar na escola lá pelas 8 ou 9 horas e sair somente no meio da tarde, ou depois. Estudos demonstram que o sono, assim como a alimentação, é fundamental para o desenvolvimento do cérebro, a fixação do aprendizado e a socialização. Fato completamente ignorado por nossos gestores de política educacional.

A quem interessa essa jornada dupla? Primeiro, ao governo, que enfia em salas o dobro – até o triplo – não tendo que construir mais escolas caso a jornada fosse única. Segundo, às instituições de ensino particulares, que ganham em dobro com duas turmas por dia. Depois, ao sindicato dos professores, que, com a prática, tem mais filiados. Nenhum desses está interessado com a educação.

Uma pena, pois o que poderia alavancar o país é o ensino médio e fundamental. Dar mais cidadania via ensino, não via Big Brother. Uma criança ociosa durante metade do dia só apronta merda – não por sua culpa, mas por abandono do Estado.

Quando a moça que trabalha lá em casa pergunta se JK era irmão de Getúlio Vargas, se a gente pega o navio para Santos no Lago Paranoá; quando o sindicalista onde trabalho fala sem uma concordância verbal ou plural, culpo o governo, não eles. Uma pesquisa recente mostrou que o brasileiro sabe ler mas não sabe interpretar o que lê! Ou seja, não aprecia livros, artigos, revistas, periódicos..... nada! Lê o suficiente para saber que horas o Faustão começa e qual ônibus está na parada. Uma pena.

14 comentários:

Anônimo disse...

Os jovens precisam dormir mais que os adultos e velhos. Precisam de, no minimo, 8 horas de sono. Alguns dormem até 12 horas.

O cerebro de uma pessoa sonolenta, que não dorme suficientemente bem, não funciona direito na hora de raciocinar e assimilar informação. Pior ainda é estar mau alimentado.

Sim, o melhor regime, sem duvida, é de 9 as 3, com duas horas de descanço no almoço.

Para isso, a escola precisa ter restaurante, "locker room" e areas confortaveis para fazer a digestão.Para as aulas de educação fisica e esportes, seria necessario haver vestiários com duchas e toalhas. Esse é o modelo high school americano.

Já o modelo brasileiro é esse que vc colocou, feito para socar o dobro de alunos, para ganhar o dobro de dinheiro e etc. A garotada é tratada como gado massificado de manobra. Inclusive, existe aquele ranço militarizado e/ou medieval. Alguns tem que marchar em fila, usar uniforme, cantar o hino nacional e até rezar a ave Maria.

Além disso, tem o metodo goela abaixo de estudar, numa unica tarde ou manhã, 4 ou 5 matérias diferentes. Cada aula dura menos de uma hora.

O jovem acaba de torrar os miolos com a aula de matematica e logo entra a de geografia, depois vem portugues, historia, quimica...

Assim, vai muita informação diferente e isso embola a caixola da garotada. Acaba que o aluno não aprende direito. Na ultima aula está todo mundo de saco cheio, contando os minutos para ir embora.

De qualquer modo, tenho uma sugestão:

Em Brasilia, e mesmo no Rio e outras cidades, existem muitos clubes ociosos durante a semana.

O ASBAC de Brasilia, por exemplo, durante a semana fica entregue as moscas. Por isso, estão fazendo esquema de abrir o espaço para restaurantes, academias de ginastica e etc. O clube Academia de Tenis tem hotel e cinema. O ASBAC inclusive já tem um centro de trainamento para os funcionarios.

Bem, um clube teria a estrutura perfeita para ser um colégio de otima qualidade. Basta construir umas salas de aula, umas salas de computador e uma biblioteca.

O resto já tem tudo: quadras de esporte, piscinas, vestiarios, restaurante, locais agradaveis para descansar...

Assim, nesse esquema de clube, a garotada iria querer ficar o dia inteiro na escola. Tenho certeza disso porque, na minha época, eu fugia da escola para ficar no clube. Era muito mais saudavel e divertido.

zé mendes disse...

O colegio Objetivo que eu estudei era uma puta de um galinheiro. Não tinha um minimo de conforto e estrutura. Era uma bosta. Muitos fugiam, pulando cercar de arame farpado, perseguidos por "bedéis" que mais pareciam agentes penitenciários. Acho que é assim até hoje, talvez ainda pior.

dg disse...

pois é!
sempre fugi da escola e hoje não sei escrever, bom, aí já se sabe: escreveu e não leu, já era!!
e vou afirmar coisa muito pior, tenho formação superior completa e teimo com uma pós...
para a minha filha, começou a estudar logo, e o fundamental e médio foi ensino público , com muita vontade e incentivo; hoje faz faculdade particular, o rumo que o povão sem dinheiro toma, sem boa formação para a federal, tem logo que correr para a primeira e razoável oportunidade que puder e continuar correndo para chegar entre os primeiros.

tava bem desconfiada daquele papo brabo de LUIZ CLAUDAS, coisa que só aparece no carnaval mesmo! ;/

gosto de Alice Cooper (paizão do fred kruger) e esse vídeo com os muppets é bárbaro!
achei muito boa a regravação de I'M EIGHTEEN pelo creed.

dg disse...

Ora pois!
vou até aproveitar a reforma ortográfica e tentar aprender!!!
ahahahaha...humpf!

Anônimo disse...

Outra coisa que eu não gosto na educação brasileiro é o carater competitivo/classificatório. Na verdade, nas universidades não há vagas para todos. Mesmo que fossem todos otimos alunos, muitos precisariam ser eliminados no vestibular.

O que acontece é um gargalho. Parece corrida de espermatozoide. Poucos chegam lá. O resto fica marginalizado. Ou seja, quase todo mundo é perdedor.

Para mim, o certo é o seguinte: aprende ou não aprende. Deste modo, o vestibular deveria ser assim: se atingir nota 7, então passa. Se todos atigissem a nota 7, o governo deveria ser obrigado a oferecer vagas para todos.

dg disse...

eeita, me desculpa, não assisti a hora do pesadelo!!!!
:D - o nome é Freddy Krueger !!!!!

dunha disse...

Como seria mais saudável se os estudantes pudessem acordar mais tarde, tomar um café decente, chegar na escola lá pelas 8 ou 9 horas e sair somente no meio da tarde, ou depois. Estudos demonstram que o sono, assim como a alimentação, é fundamental para o desenvolvimento do cérebro, a fixação do aprendizado e a socialização. Fato completamente ignorado por nossos gestores de política educacional.


falou tudo, nada a acrescentar

Paulo Henrique disse...

Eu acho que ensino médio tem sim q ter aulas de manhã e talvez até a 5ª à 9ª série, mas crianças de educação infantil e início de ensino fundamental realmente devem ter aula à tarde.
Mas é pra isso que tem escola integral: pra preencher tempo ocioso.
Pra mim o problema maior é a colher de chá que dão pros alunos passarem de ano sem merecer e o sistema de ensino voltado ao vestibular.

Sobre o último parágrafo. O Lago Paranoá não é um lago mas sim um açude já que não é natural: é artificial. E existe 1 área de estudo em Letras chamada Linguística que odeia essa coisa de "falar errado". Isso não existe. A Fala veio antes da escrita e norma ortográfica nenhuma no mundo dita a maneira correta de falar, mas sim de ESCREVER. Isso não é um mero problema de ignorância, também é um problema sócio-cultural, uam vez que pessoas como a empregada de casa se sentem menosprezadas com a "suposta falta de conhecimento".

Enfim acho que o mundo devia fazer uma campanha de uma semana sem tevê.

Pamela disse...

Outro dia li um estudo (pena que não tenho mais o link) que falava sobre relógio biológico x colégio.
Dizia que as crianças são mais acostumadas a acordar cedo, e a partir da puberdade elas precisam acordar mais tarde.

E o sistema brasilero de ensino faz exatamente o oposto: Crianças à tarde, adoloscente de manhã cedinho.

Depois a gente fica se perguntando porque a partir da 5ª série (ou 6ºano agora!) os jovens tiram notas mais baixas e há maior índice de repetência! Não, os jovens não são um bando de irresponsáveis e drogados. Eles apenas deveriam ter o horário de sono respeitado.

É um inferno ter aulas às 7h!
(Eu sobrevivi, agora faço facul à noite,hehe).

A desculpa deles é preparar os alunos para o mercado de trabalho.
Daqui a pouco vão começar a preparar pro vestibular no jardim de infânica!!!

Leunam Asobrab disse...

Certo mesmo!

Andre,

Vai sair na capa do dvd as camisas feitas pelos fas, que nem havia dito voce ha algum tempo atras(interrogacao)

João disse...

Escola é opressão no mundo todo. Mas no Brasil é pior porque forma iletrados ou zumbis.

André X disse...

Isso! Isso! Isso!

Anônimo disse...

A Pamela falou bonito. Realmente, as crianças acordam mais cedo. Os adolecentes precisam dormir mais de manhã,

Porém, depois de brincar de manhã e bater o almoço, a criançada tambem gosta de dar uma dormida de tarde.

Quando criança, sentia muito sono no meio da tarde, justo quando estava na escola. Então, perdia a concentração, ficava tonto e só falatava levar porrada das professoras.

Na adolescencia, sentia muito sono durante a escola de manhã. Era terrivel.

Sobrevivi mas fiquei sequelado. Depois virei punk drogado. Acho que a raiz do meu odio contra a sociedade veio disso.

De qualquer nodo, estudar a tarde é uma merda para qualquer um. Essa é a hora que faz mais calor. Escola nenhuma tem ar condicionado. Quando chega as 5 horas, a pessoa sente dor de cabeça e uma vontade louca de fugir da escola.

Anônimo disse...

Grande Andre X, vc está certissimo...mas devemos começar a cobrar os politicos e o governo no brasil como cobramoso nosso tecnico e presidente de time de futebol e o povo brasileiro começar a cobrar os politicos e o governo como cobram do tecnico da seleção brasileira. eu fico abismado é com gente que nao faz nada pra sair dessa opressão do governo, nem reclamar da boca pra fora faz, mas com o tecnico da seleção brasileira é cobrar o dia todo.