terça-feira, janeiro 20, 2009

2009 - Hey Ho Let´s Go-Go!

IMG_3900.JPG
Quando era pequeno, os anos 2000 pareciam morar num futuro distante onde todos nosso problemas estariam resolvidos e a tecnologia facilitaria nossa vida. Bem, vendo esses primeiros nove anos do século, quase.....

Estive de férias, desligado de tudo a não ser sol, praia e dois excelentes livros que faço questão de sugerir a leitura. O primeiro é o Devil May Care, do Sebastian Faulks escrevendo como o Ian Fleming, criador original do James Bond, que, em 2008, faria 100 anos. Sou vidrado nos livros do 007 do Ian Fleming, todos se passando nos anos 60s, durante a guerra fria. Nada se assemelham aos filmes. Já li e reli todos. O Sebastian Faulks faz um belíssimo trabalho, emulando direitinho o estilo do Fleming. O livro se passa em 1967 e leva o Bond pela primeira vez ao Oriente Médio, à Pérsia, hoje conhecida como Irã, à época governada pelo Xá Reza Pahlavi.

A outra dica é em forma de quadrinhos, o Y: The Last Man, de Brian K. Vaughan e Pia Guerra. Imaginem uma epidemia onde todos os detentores do cromossomo Y morressem, ou seja, todos os machos de todas as espécies. Todos, menos um cara e seu macaco. Num mundo infestado de mulheres, algumas bastante agressivas, sua única preocupação é cruzar o globo, dos EUA até a Austrália, para encontrar a sua namorada. Muito bem bolada a saga, que pode ser comprada em dez volumes. O mais legal é que pretendem fazer o filme!

Muita coisa rolando no front da Plebe Rude também! DVD sendo negociado, mas não darei os detalhes nesse momento. Quero deixar cristalizar as informações.

Feliz 2009!

12 comentários:

fernando disse...

SenhorX:Não gosto da Rita lee, ou melhor da música feita por ela, mas uma vez ela deu uma declaração muito inteligente sobre os anos 2000. Ela disse que quando pensava nos anos 2000, achava que estariamos vivendo como Os Jetsons, mas chegando á este período, constata-se que estamos mais próximos dos Flisntones.

Anônimo disse...

SEM QUERER SER CHATO MAS SENDO: O DVD DA PLEBE RUDE NÃO PASSA DE 2009 CERTO?

João disse...

espero que sim.
fã da PLeBe
João

Bruno disse...

André,
sou fã do rock de Brasíla dos anos 80, vc tem algum e-mail p/contato?
Gosto da plebe tbm!

cibernei da cunha disse...

Em 1969, em plena ditadura, enquanto assistia o Armstrong pisar na Lua, junto com a estreia de "2001 Odisseia no Espaço"(Kubrick), pensava que, em 2009, passariamos as féria em algum resort selenita.

Contudo, muita coisa piorou. Hoje passamos férias em resorts no nordeste, ouvindo axé e Ivete Sangalo.

Aconteceu que, em 2001, Bush acionou uma estranha maquina do tempo. Voltamos para uma época bem parecida com 1969, com guerra, tortura e perseguição aos "terroristas". Quase voltamos para os anos 30, na ascenssão do fascismo.

As coisas que melhoraram foram apenas o telefone e a internet. Hoje, qualquer pedreiro tem telefone celular. Hoje pedreiro tambem tem carro, mas não sei se isso é bom para o planeta.

Antigamente, apesar da maquina de escrever rudimentar, TV preto e branco e transporte mais carro, tinhamos uma vida mais calma. As ruas mais vazias e tranquilas. Os aviões, apesar das passagens caras, voavam vazios, servindo uisque e jantar decente. Não havia tumulto nos aeroportos. Havia menos quantidade, mais qualidade.

Bom mesmo foram os anos 50, quando se podia viajar de trem. Tambem havia um navio chamado Ita que viajava, confortavelmente, de Belem até Porto Alegre. Ninguem precisava enfrentrar estradas esburacadas e sangrentas, nem voo lotado da Gol.

Além disso, nos anos 50 Brasilia não existia. No Rio, ninguem precisava viajar nas férias.

Inclusive, logo depois de construir Brasilia, JK, Lucio Costa e Niemeyer, nenhum deles quis morar nessa nova capital desolada, monotona e toda encardida de barro. Continuaram morando no Rio. Niemeyer mora no Rio até hoje.

Sandro Plebeu disse...

X, por Zeus, não esqueça de me informar quando será a gravação do Dvd, pq quero ir pra esse show

se preciso venderei até minha moto

:)

fernando disse...

Cibernei: o seu comentário está extremamente calcado na ideologia burguesa, se há o produto está disponível, qual o problema de um pedreiro ter o seu celular? Ah já sei,para os burgueses um produto só tem serventia, quando pucos podem tê-lo, assim a classe social que detêm o maior poder econômicop, pode subjulgar á seus inferiores econômicamente.
Fora isso, vivemos num país onde muitos não têm o que comer, e você acha ruim ter dinheiro para viajar nas férias, só porque a música não te agrada (Não gosto da música também e muito menos da Ivete Sangalo, mas isto é uma outra discussão).
Espero que você caia na real, ou que a realidade desabe sobre ti!

cibernei da cunha disse...

Fernando,

Se vc ler com mais atenção, verá que eu escrevi o seguinte:

As coisas que MELHORARAM foram apenas o telefone e a internet. Hoje, qualquer pedreiro tem telefone celular.

Ou seja, o fato de hoje qualquer pessoa poder ter um telefone celular, isso, na minha opinião, foi uma MELHORIA.

Sobre carro, eu acho que não, pois prefiro o transporte publico de qualidade. Não dá para todo mundo ter carro ao mesmo tempo, pois isso cria poluição e muitos problemas.

Tambem, não falei que é ruim a pessoa poder viajar nas férias. Na minha opinião, o que é ruim é haver aeroportos tumultuados e voos lotados. Veja o que eu disse:

Os aviões, apesar das passagens caras, voavam vazios, servindo uisque e jantar decente. Não havia tumulto nos aeroportos. Havia menos quantidade, mais qualidade.

Deste modo, não faz sentido vc me acusar de ser burgues, enquanto quer ser burgues tambem, inclusive defende o comportamento burgues/consumista para todo mundo.

Porra, eu não tenho celular e estou sem grana para viajar. E agora, o que vc me diz? E se eu te disser que estu desempregado? E então? Como é que ficam essas suas conclusõe idiotas?

Portanto, não me venha com esse papo de comunista mané, chamando os outros de "burgues", pois em pais comunista não tem esse consumismo que vc gosta e defende. Povão de pais comunista não tem porra nenhuma, só tem uniforme, quitinete do estado, ticket comida e olhe lá.

E vá p/ o caralho com esse seu comportamento babaca. Vc é que tem que cair na realidade, pois não sabe ler direito e vem para cima de mim cheio de agressividade, conclusões imaginárias, tudo nutrido pela inveja.

Alias, vc está com inveja da propria sombra, criando um fantasma que é seu, fazendo uma carapuça que serve muito bem em vc, pois vc não sabe nada sobre mim e fica ai só imaginando merda.

Vc mesmo deve ser muito mais burgues do que eu. Pelo menos, pelo que mostrou aqui, vontade de ser burgues é que não falta. Quem sai chamando os outros de burgues, isso é coisa de mané invejoso, louco para ser burgues tambem.

Já conheci muito punk e comunista assim. Alguns então ganharam grana e se tornaram os piores burgueses que já vi.

fernando disse...

Cibernei:Ao contrário do que pensas, não sou burguês, moro na periferia da zona leste de SP, não defendo a postura consumista, pelo contrário, não tenho telefone, muito menos carro(não sei e nem tenho a intenção de aprender a dirigir), por opção, neste momento uso o computador da minha irmã, também, pois não possuo um.
Não sou comunista, afinal assim como o Senho Orwell, bem colocou no seu belo livro "A revolução dos Bichos", todo regime apresenta problema.
Releia o que você escreveu, eu já o fiz, e não mudo de opinião, quanto a minha crítica, acho saudável a discussão, mas pelo jeito você não tem maturidade para tal pratica, pois logo fica brava e perde a educação, desrespeitando o seu receptor, creio que esta não é a postura esperada de um apreciador da músca da Plebe Rude, que sempre instigou por meio de suas letras a atividade do pensamento crítico, com muita inteligência.
Releia o que você escreveu e perceba que és tu, quem cultiva sonhos burguese (sexto páragrafo e quinto páragrafo).
Cuide-se bem!

cibernei da cunha disse...

Em primeiro lugar, "brava" é a puta que te pariu.

Segundo, a verdade é que vc faz interpretações erradas, baseadas nos seus proprios complexos e recalques, e, assim, tira conclusões falsas sobre coisas que eu nem escrevi.

Concluindo, não estou afim de discutir com babaca. Tá tchau.

cibernei da cunha disse...

Só mais uma coisa:

Não sou burgues nem aristocrata, sou plebeu. Portanto, sou grosso, escroto e mau educado.

E não adianta reclamar e espernear, pois não vou mais discutir.

É isso aí.

Luciano Vândalo disse...

coe Andre a proxima vez q for em buzios passa la no bar da praia em GERIBA !!!

eu pago a conta !!!!


abraçao !