quarta-feira, setembro 03, 2008

Corra, X, Corra!

Hoje o Philippe deve estar retornando dos EUA, onde foi mixar alguns artistas que estão sob sua tutela de produtor. Em breve, estaremos ensaiando para nosso Plebe Rude Roots e, também, para as regravações de nossas músicas visando torná-las acessível ao grande público.

Comecei o dia, como toda quarta, correndo. Fiz 6 quilômetros em 36 minutos. Nada mal para um roqueiro de 46 anos! Se conselho fosse bom, ninguém dava, vendia. Tá, sei dessa, mas no auge da minha fase quarentona gostaria de oferecer algumas dicas para os mais jovens (os mais velhos que me perdoem, não tenho nada a oferecer para vocês, há há há).

1. Balancem sua ambições em curto e longo prazo, dando mais ênfase ao segundo. A vida é muito longa, tudo é possível com planejamento e persistência. Frustrações imediatas são compensadas por sucessos construídos.
2. Sejam fiéis a vocês mesmos. Não precisam entrar na última onda, seguir a última moda. Se gosta de algo, aproveite, independentemente da opinião alheia.
3. Emoções fortes só deixam o pensamento nebuloso. Amor, ódio, raiva, tudo é controlável. Quem está no controle de seus sentimentos, está por cima.
4. Nada é impossível. Mao já dizia, a maior caminhada começa com o primeiro passo. É o passo mais difícil, mas tem que ser dado o quanto antes quando se tem um objetivo.
5. Vocês vão chegar aos 100 anos, mas não precisam agir como seus pais. Comecem já a malhar o corpo, a mente e a alma. Corram, leiam, façam o bem. Vão colher os frutos mais tarde.

No meu iPod, durante a corrida, músicas que neutralizam o cansaço e dão energia aos músculos. Fratellis, Rolling Stones (i know, it’s only rock n roll, but i like it!), Ladytron e os novos compactos do Cure. Por isso, uma pequena homenagem aos meus animadores aurais nos vídeos, abaixo.



12 comentários:

Luciano Vândalo disse...

a unica conversa seria q eu tive com meu pai ele disse quase a mesma coisa !!

mas correr pela manha um dia ainda consigo !!!

Anônimo disse...

Pô!!!
Tá na hora de ir pra natação (todas as quartas e sextas às 12h00min), estava no maior desanimo. Li o post, o sangue esquentou... Fui!!!!

Anônimo disse...

Mais um motivo para eu ter a Plebe no sangue, sempre me dediquei a umas corridas, claro, nada profissional, mas que relaxa a mente e que deixa um astral legal. André vi numa reportagem um tempo atrás que correr escutando musica, pode alterar o batimento cardíaco, procure a respeito disso. Valeu...

Paulo Jorge - DF

Ellen Petersen disse...

Putz...
Fumante, sedentária, adepta do controle remoto...
Ainda bem que não ligo para fast food. (Só me faltava ser gorda também).
Às vésperas de completar o vigésimo terceiro aniversário, preciso correr atrás do prejuízo antes que seja tarde demais.
Valeu pelo conselho!

André X disse...

Luciano, seu pai curte Fratellis também? Brincadeia. Não quero parecer um velho que acha que sabe tudo. Corram, nadem, experimentem de tudo e não se vicem em nada, nem em ninguém. Ops, lá vou eu dando conselhos de novo.....

Tem vários estudos demonstrando que o desempenho físico aumenta com a música. Eu não consigo correr sem fones no ouvido. Quando a música é boa, dá uma energia até então inexistente. Uma vez falei para o orientador lá da academia que a música funcionava como uma espécie de cocaína auditiva e o cara ficou chateado. Então retiro, que tal uma anfetamina auditiva?

Anônimo disse...

Qual-lé Andre!!! Que orientador que NADA !!! Claro que vc tem seu personal trainer, além do personal stylo.

anonimo 2 disse...

É o Corredor X, irmão do Speed Racer!

João disse...

Antes fosse ao contrário, a viagem do Philippe aos EUA para mixar novas músicas da Plebe e a regravação de músicas fosse de grupos que ele produz. 6 km por min. tá bom. Será que nas Olimpíadas poderia se competir com um i-pod? Ou num pode?

Elizabete disse...

Nossa X eu não corro nem 1/4 disso,aliais eu não corro,mas se corresse não aguentaria...
Gostei dos seus concelhos agora quanto ao vicio já era sou viciada em Plebe...=)
beijos...

dg disse...

Não vamos pensar em conselhos, mas em dicas e as suas, normalmente, são muito consideráveis;

Bom, como "eu não posso", vou de mp3 mesmo... uma barulheira só!tem até a plebe com "luzes" e sei que o Philippe dá uma boa enrolada em uma parte, vou ouvir melhor e dizer em que passagem...

acho que musica sempre intensifica os momentos.

Paulo Henrique disse...

Se eu tivesse Ipod ou mp3 player...

Pow. Eu faço pestana de Fá com o polegar que nem o cara do Fratellis! Mas aprendi isso aprimorando 1 técnica do Billy Korgan.

Exercício é bom, mas recentemente rescobriram que em excesso (e isso ñ é muito) reduz a espectativa de vida. Depois eu coloco a reportagem sobre isso aqui.

dunha disse...

x, se a plebe não ta dando tanto dinheiro assim, escreve um livro de auto-ajuda, parece q tu tem vocação pra isso(hahahahaha!)

conselhos são sempre bem-vindos!