sexta-feira, abril 25, 2008

Fotos de Divulgação do R ao Contrário

Plebe Rude
Mais um álbum criado no Flickr da Plebe Rude. Tratam-se de fotos tiradas pelo Niclau El-mor em uma estação de metrô abandonada (foi construída, mas nunca utilizada, nem acabada) em Brasília. Esses cliques foram utilizados na divulgação do CD R ao Contrário no ano de 2007. Achei interessante compartilhá-las com vocês.
Bom fim-de-semana e cuidado com padres loucos voando pelos céus presos em balões.

11 comentários:

Anônimo disse...

Acompanho a Plebe desde seu início nos anos 80 e acho que nosso Rock ficou carente de uma banda crítica e que fazia um som bem diferente.

Foi e sempre será uma banda de referência do Rock Nacional.

Foto interessante, mas tenho uma dúvida: Só consegui identificar o Philliphe e o André X. Lembro que ainda faziam parte da banda o "Ameba" e o Gutje. Eles estão na foto? Ou são 2 novos integrantes.

grande abraço.

Kleber

dg disse...

ÊÊita! Não me diga que o padre viajandão passava pelos céus da cidade bem na hora dessa foto????
uahsuahsaushaushaushaushaushu...

Anônimo disse...

André como fã desde o concreto pergunto humildemente...quando teremos trabalho novo do PLEBE RUDE?
CARLOS RATO

Anônimo disse...

kleber você não acompanha desde o começo se não saberia que o Jander ameba e Carlos gutje já não estão nas fileiras do PLEBE RUDE a muito tempo

Paulo Henrique disse...

Engraçado, André. Ontem eu estava no Mitellalter (uma taberna da 203 norte) e ouvi falarem "geração mitellater". Aí me lembrei de que antigamente a galera ia pro Beirute e a Asa Sul era mais "viva". Será que as pessoas que farão a cidade a partir de agora serão as da asa norte e companhia?

André X disse...

Eu faço coro ao movimento separatista Asa Norte! Chega de ficar suportando preconceito e esnobismo dos asasulinenses! Asa Norte tem cultura e vida própria. Dito!

dg disse...

OI KLEBER!!

Como o povão aí está mais interessado em se esbofetear e discutir se a “asa está suja ou se está morta”, nem se tocando que o importante é ter um programa legal para se divertir, e não interessa quem promove, O QUE ROLA È o seguinte:

“ACHO” QUE A PLEBE PASSOU POR UMA REFORMULAÇÃO APÓS UMA TENTATIVA EM 1998, PARA UM "FESTIVAL PORÃO DO ROCK";
PENSO EU QUE, PRIMEIRO SAIU O AMEBA E ENTROU CLEMENTE, DE SP INTEGRANTE DA “INOCENTES”, E, APÓS, PARA A BATERIA, ENTROU O TXOTXA, DE BSB E TB DE OUTRA BANDA LEGAL , “MASKAVO ROOTS”, no lugar do Gutje.

Entendeu? ok.

zé mendes disse...

Só por diversão, fiz uma sacanagem com uma dessas fotos da Plebe. Coloquei no MySpace dos plebeus, nos comentários.

João disse...

Jander e Ameba estão nessa foto e também ainda na banda. Ameba agora está com uma cara mais amigável e mantém uma barba mais rala. Gutje pegou muito sol, perdeu todo o cabelo e agora só usa camisas punks.

Ana Kalliny disse...

FOTO LEGAL......MAS QUERO VER MAIS FOTO DE SHOWS...QUERO VER MAIS A BANDA EM AÇAO

Anônimo disse...

Valeu galera pela informações.

Tenho o CD "Enquanto a Trégua não vem", gravado ao vivo no Rio de Janeiro em 1999, e neste disco a formação é a original, por isto tinha esta dúvida.

Conheço o Clemente da banda "Inocentes" de SP, lembro que esta não teve tanto espaço em mídia como a Plebe conseguiu, mas era uma banda boa, que ficou mas no underground.

abs a todos!

Kleber