terça-feira, dezembro 11, 2007

Aguaceira no Dia do Judiciário!







O evento era bacana, patrocinado pelo Poder Judiciário com o objetivo de trazer a justiça mais próxima do povo. Várias atividades programadas: distribuição de Constituições, barracas do SESI com atendimento à população, maracatu, reagge e com o fechamento da Plebe Rude. Só o fato deles chamarem a gente já demonstra que estão querendo sair de cima do monte sagrado do judiciário e se integrar com o resto do Brasil (será?).

Na van, a caminho do local, uma parede negra moldava o horizonte. Quando chegamos no local, parecia o céu de Twister, aquele filmeco meia-boca, assustador. Fomos empurrados ao palco, com a esperança que daria para fazer o show antes do mundo desabar. Que nada, ninguém derrota a natureza, a chuva caiu com tudo. Muito vento, tão forte que fez os estandes de microfone caírem. Conseguimos tocar 2 músicas e meia! Depois, o aguaréu tomou conta.

Fomo para o camarim, onde, lá dentro, guarda-chuvas eram abertos para proteger as luzes das goteiras. Agradeço muito aos que tiveram coragem de aparecer e, ainda, ficar na chuva para ver essa apresentação relâmpago. E relâmpago foi o que viram mesmo! Com raios e trovoadas.

Na saída, a van atolou! Como podem ver na foto, músicos e equipe juntam forças para empurrar o veículo.

7 comentários:

Anônimo disse...

Terá uma nova data para a apresentação, em razão dessa força maior?

Anônimo disse...

ANDRÉ PLEASE
RIO DE JANEIRO ANTES DO FIM DE ANO ROLA?
CARLOS RATO

André X disse...

Mas noticias: nem RJ, nem outro show para repor o de sabado. Infelizmente.

Rodrigo disse...

Real q nao vai ter outra??? ah, não... Putz, tava esperando um show de vcs há muito tempo, desde a ultima vez q vcs tocaram no Porão, fui lá, curti as 2 músicas e meia, uhauhauhuhauhauhuhaha... tava de camiseta verde, fiquei na chuva até os 5 minutos de espera, auhauhauhuhauh.

Mas de boa, vou esperar agora.

Um abraço!!!

Wallyson (ruivo) disse...

Po Andre massa o Post la e tal...
mas tinha q por uma foto da galera la q tava no show neh?? ta bom eram poucos, mas eram plebeus....
Po nem veio conversar com os malucos que tavam la fora pegando chuva neh??(eu)
kkkkkkkkkkkkk

mas abraço ai...
e ole ole ole ole plebe plebe....

se solbesse que iriam empurrar o carro ia esperar um pouquinho +....

Anônimo disse...

Do Arnaldo Bloch em seu blog:

Paulinho em noite de Police

Em noite de Police fui ao Canecão ver o Paulinho da Viola. Estava lá o roqueiro Dapieve, que não foi ao show dos ingleses. Belo espetáculo deu o da viola. Elegante e modesto sem modéstia. Clássicos e novos, como a ótima parceria com Arnaldo Antunes e Marisa Monte. O "solidão" do coro de espectadores no fim de Pecado Capital soou em várias camadas, como eco de solidão em ondas longas. Bonito. Banda espetacular, com Mario Sève, Crstóvão Bastos, no coro feminino Muíza Adnet e outros que não cito por me faltar memoria e conhecimento, mas sei que a cuíca estava o fino. Bonita noite. Sem Police. Sem Caetano. Sem Gil. Sem mil. Com Paulinho.

Provavelmente, faria o mesmo.

Hiteri disse...

Haha, isso foi hilário.
Eu era um dos plebeus que tava comendo chuva enquanto cantava feito um loko no meio daquela multidão [umas 10 pessoas].

Ah, mas foi ótimo!
Pena que tu nem quis dá idéia para moçada que tava comendo chuva ali atras do camarim, né Sr. X?

Enfim, Philipe foi bem carismatico. Agora, teve um merda que flw uma parada pra o kra que, pqp, axo que se fosse contigo X, tu teria mandando o cara pra a casa do caralho.

como foi?
"AHHH, agora eu posso falar que apertei a mão do cara que apertou a mão do Renato Russo!"

Putz!
Quando ouvi isso nem acreditei. O que o Renato tem haver com aquele momento ali?
Realmente, se o Philipe fosse mais americano, teria mandando os seguranças dah um téco no garoto.

Enfim,
vlw a pena. Palheta do Philipe tá servindo bem pra tocar O Que Se Faz na roda de galera.

o/