quinta-feira, maio 17, 2007

Operação Navalha - Luz no Fim do (longo) Túnel?


Fraudes em licitações públicas não é nenhuma surpresa para nós brasileiros. É um fato até esperado e, infelizmente, tolerado desde a nossa colonização. Mas tem uma hora na qual o país tem que dizer “basta!” Queremos que nossos recursos públicos sejam geridos com mais seriedade, transparência e conforme planos discutidos com toda sociedade.

Hoje, a Polícia Federal, mesmo em estado de negociação salarial com o governo, deflagrou a Operação Navalha, prendendo um monte de figurão importante. Claro que já esperamos que todos sejam liberados e nada aconteça, conforme na Operação Hurricane. Mas o legal aqui é verificar que algo está sendo feito. Nós, como povo, súditos desses canalhas, temos que bater palmas, dar força e esperar que outros sigam no mesmo caminho.

Abaixo, a lista extraída do Estadão dos que foram presos em flagrante. Reparem que o grosso vem, como é de praxe – e isso é uma constatação, não crítica racista – do Maranhão, Piauí e Alagoas. Conheço vários cidadãos do DF que estão aplaudindo a prisão do Pedro Passos, o que, para ele, não é nenhuma novidade. Devem se lembrar de um artigo de uns dois anos atrás publicado na Veja sobre a Câmara Distrital que mencionava o ilustre deputado. Vamos ver como essa Câmara vai agir: deixando o colega ser processado ou protegendo-o com a regalia de ter imunidade parlamentar.

Flávio José Pin - Superintendente de Produtos de Repasse da Caixa Econômica Federal em Brasília
Pedro Passos Júnior - Deputado distrital
Ernani Soares Gomes Filho - Servidor do Ministério do Planejamento - Atualmente à Disposição da Câmara dos Deputados
Ivo Almeida Costa - Assessor Especial do Ministério das Minas e Energia
José Reinaldo Tavares - Ex-Governador do Maranhão
Nilson Aparecido Leitão - Prefeito de Sinop/MT
Luiz Carlos Caetano - Prefeito de Camaçari/BA
Roberto Figueiredo Guimarães - Consultor Financeiro do Maranhão e Atual Presidente do Banco Regional de Brasília (BRB)
João Alves Neto - Filho do Governado João Alves Filho
Francisco de Paula Lima Júnior - Sobrinho do Atual Governador do Maranhão
Alexandre de Maia Lago - Sobrinho do Atual Governador do Maranhão
Flávio Conceição de Oliveira Neto - Ex-Chefe da Casa Civil do Governo João Alves Filho - Atual Conselheiro do Tribunal de Contas Estadual
Zuleido Soares Veras - Empresário-Dono da Gautama
Rodolpho de Albuquerque Soares de Veras - Filho de Zuleido-Empresário
Maria de Fátima Palmeira - Diretora Comercial da Gautama
Flávio Henrique Abdelnur Candelot - Empregado Gautama
Abelardo Sampaio Lopes Filho - Engenheiro e Diretor da Gautama
Bolivar Ribeiro Saback - Empregado-Lobista Gautama
Rosevaldo Pereira Melo - Lobista Gautama
Tereza Freire Lima - Funcionária Gautama
Florencio Brito Vieira - Empregado Gautama
Gil Jacó Carvalho Santos - Diretor-Financeiro Gautama
Jorge E. Dos S. Barreto - Engenheiro da Gautama
Vicente Vasconcelos Coni - Diretor Gautama no Maranhão
Dimas Soares de Veras - Irmão Zuleido - Empregado Gautama
Henrique Garcia de Araújo - Administra Uma Fazenda do Grupo Gautama
Ricardo Magalhães da Silva - Empregado da Gautama
João Manoel Soares Barros - Empregado da Gautama
José Edson Vasconcelos Fontenelle - Empresário
Jair Pessine - Ex-Secretário Municipal de Sinop/MT
Zaqueu de Oliveira Filho - Servidor do Município de Camaçari/BA
Jorge Targa Juni - Presidente da Companhia Energética do Piauí
Iran César de Araújo Filho - Secretário de Obras do Município de Camaçari/BA
Edílio Pereira Neto - Assessor de Iran César de Araújo Filho
Everaldo José de Siqueira Alves - Subsecretário de Iran César de Araújo Filho
Adeilson Teixeira Bezerra - Secretário de Infra-Estrutura de Alagoas
Denisson de Luna Tenório - Subsecretário de Infra-Estrutura de Alagoas
José Vieira Crispim - Diretor de Obras da Secretaria de Infra-Estrutura de Alagoas
Eneas de Alencastro Neto - Representante do Governo de Alagoas em Brasília
Marcio Fidelson Menezes Gomes - Secretário de Infra-Estrutura de Alagoas
Ney Barros Bello - Secretário de Infra-Estrutura do Maranhão
Sebastião José Pinheiro Franco - Fiscal de Obras do Maranhão
José de Ribamar Ribeiro Hortegal - Servidor da Secretaria de Infra-Estrutura do Maranhão

24 comentários:

Ricardo Cachorrão disse...

Isso me lembra uma música:

"Seja alguém... vote em ninguém"

É legal essas falcatruas surgirem, os nomes serem divulgados... mas, infelizmente, sabemos que as punições não acontecem! Até quando esperar???

E na próxima eleição, as mesmas raposas estarão trocando votos por camisetas de campanha, um saquinho de cimento, um pacote de feijão... e o povinho mantém as mesmas carinhas no congresso!

[]'s

JUNIOR disse...

Realmente a policia federal esta fazendo a sua parte, porém a justiça não ajuda. Aposto meu misero salário que neste exato momento vários advogados e juizes estão reunidos estudando uma forma de inocentar estes canalhas. O que não deve ser difícil em um pais que o judiciário tem o rabo preso a corruptos.

Junior Camaçari - BA

eremilton disse...

Cada orgão, cada produto a ser vendido, cada licitação, cada um tem seu esquema diferente e particular. A mamata quase sempre existe, desde a grande obra até de papel higienico, em milhares de tipos de maracutáias e licitações diferentes.

eremilton disse...

quero dizer:

A mamata quase sempre existe, desde a grande obra até O SUPRIMENTO de papel higienico.

Ellen Petersen disse...

O desejo de todos nós é o mesmo, que nossos recursos públicos sejam geridos com mais seriedade. Mas nós aqui do blog, somos a plebe mais elitizada que existe. É uma contradição. Gostaria que os leitores daqui não me interpretassem mal, mas nós somos apenas uma minoria que fala o que quer. A grande massa não sabe nem o nome do cara em quem votou.
Que os parlamentares são corrompidos, não é nenhuma novidade. Isso que é o mais triste. A gente sabe da dimensão do problema, mas estamos de pés e mãos atados.
Somos vistos como a citação da canção Voto em Branco: das dez pessoas que andam pelas ruas gritando "Seja alguém, vote em ninguém" - Os outros vão achar que é apenas uma ingênua rebelião.
A Polícia Federal está trabalhando para inglês ver. Reconheço que até bem pouco tempo esta atitude era uma missão quase impossível, mas no final, todos sabem que acaba tudo numa apetitosa pizza.
A impunidade se tornou lugar comum.
Eu, na condição de uma frustrada brasileira, assisto esta agradável atuação da Polícia Federal, mas com a conciência de que estamos nadando para morrer na praia.
Isso não significa pessimismo, mas sim cansaço.
Mas a esperança é a última que morre...
Somos brasileiros e não desistimos nunca.

Anônimo disse...

papo chato pra caralho achar que um slogan tipo "seja alguém... vote em ninguém". tem é de rolar uma depuração naquela casa, niilismo nesse caso é primo-irmão do obscurantismo, da imposição de direitos e deveres. se alguém mais mencionar essa velharia de música, lançada comercialmente entre várias outras mais relevantes, eu vou obrigar os fdps a assistirem os vts da diretas já por horas.

o modelo do pleito nacional é considerado superior ao americano, por exemplo, com o ato de votar facultativo. isso dá liberdade para todos fazerem suas escolhas em tese, o que tem de rolar é educação. tem muita gente que pode até dominar ortografia, mas nem sabe ler. por essas e outras, sugiro que baixem a música nova do mundo livre s/a no site da monstro. http://www.monstrodiscos.com.br

baita musicão! hino!

Anônimo disse...

o resto é método revista veja de se fazer música de protesto.
viva raul seixas! mobral na galera!

anonimo pentelho disse...

Na verdade, hoje a corrupção é quase que uma cultura popular. É a cultura implicita de um povo. É no minimo "Gosto de levar vantagem em tudo, certo?" E isso não se resume apenas ao primeiro escalão. Isso acontece até na troca de figurinhas, entre crianças da escola.

Eu diria que, de tudo que o governo gasta, pelo menos a metade fica na mão dos corruptos (do faxineiro ao presidente). A burocracia torra o resto.

E prender o corrupto, nesse contexto de impunidade, com espetáluco eleitoral na midia, isso não adianta, pois está tudo dominado. Isso é mais para fazer propaganda: "com o Lula a PF pega os corruptos".

A PF não fez mais do que a obrigação. Isso não deveria nem ser divulgado. Os corruptos deveriam estar em alguma base militar secreta. Afinal, isso é guerra contra a corrupção ou não é?

Portanto, logo estarão todos soltos e reeleitos. Voce não viu o Collor, o Maluf, os anões e a quadrilha do mensalão?

Algum juiz logo vai mandar soltar, somente os pequenos vão se ferrar. No minimo a justiça vai levar 10 anos, enquanto isso o corrupto ainda rouba de novo.

De qualquer modo, mesmo que seja por pouco tempo, adorei ver o Pedro Passos na cadeia.

anonimo pentelho disse...

Para se combater a corrupção, é preciso haver uma tática de guerra, com serviços de inteligencia e espionagem, com gente infiltrada no esquema (agentes provocadores). Tem que jogar sujo, igual faz a CIA e mossad.

Um método que os corruptos merecem é aquele que foi usado pela ditadura, contra a "grande ameaça do comunismo internacional". Hoje, a grande ameaça é a corrupção e o crime organizado. Por que eles não agem?

Bastaria trocar "comunismo" por "corrupção", para começar a dar sumiço. Aí sim os outros corruptos iriam ficar com o "cú na mão", iriam até fugir do país. Não foi assim que aconteceu com Gil e Caê?

O problema dessa antiga tática militar de guerra suja é que todo esquema clandestino acaba saindo do controle. Isso pode passar a ter vontade propria e se tornar um monstro, coisa que chega a devorar o próprio master.

No caso da nossa ditadura militar, o esquema clandestino do sumiço começou a pegar gente inocente, por conta propria, muitas vezes por puro preconceito, pilantragem ou até sacagem, sem o comando militar nem saber.

Chegaram a pegar, torturar, talvez estuprar e, para depois matar, por "engano", a filha de um general. Essa foi a hora em que o monstro comeu a filha do master. Então tiveram que parar. Então soltaram o bicho.

Contudo, depois de ter sofrido mutações, esse antigo aparato, o monstrinho clandestino da ditadura, hoje isso ficou solto na rua, virou traficante, atua no terrorismo, na guerra civil e no crime organizado. Claro, esse monstrinho também é sócio da corrupção (por isso não age).

O balneário do Rio de Janeiro está perdido. SP está nas mãos do monstrinho "PCC". Estão tocando o terror. E, sim, esse cancro escroto possui suas ramificaçães no estado.

E com isso o populacho vai ficando mais fascista, segue defendendo a pena de morte, o exterminio dos traficantes, querem milicias, tropas nas ruas... É isso que os monstrinhos querem!

Qualquer hora o populacho estará implorando pela chegada dos "mariners", ou pelo menos tropas da ONU, como aconteceu no Haiti. Basta faltar agua e comida.

Daniel disse...

Podemos conter nossa euforia, pois é capaz que Peter Steps Jr. (Pedro Passos Júnior) já saia da cadeia hoje, um dia depois de ser enjaulado.

A polícia federal prende e a justiça. cega mas nem tanto, manda soltar.

"Seja alguém, vote em ninguém"

Daniel Farinha - Plebe na pele

André X disse...

Eu já discordo de quem é contra slogans e frases de efeitos. O que seria 1968 sem esse agit-prop? O que seria do movimento pacifista hippy sem suas frases e símbolos. Esse tipo de coisa ajuda a trazer os menos cultos para a causa. Por isso o "seja alguém, vote em ninguém" pode parecer banal para você, intelectual e esclarecido, mas para o povo pode significar tudo, inclusive uma opção de luta.

André Nascimento disse...

A letra de Vote em Branco levanta uama questão naquele trecho : " Imagine uma eleição que ninguém fosse eleito " . E aí quem ia assumir o poder ? Os atuais , os milicos ou a Família Real , que parece que ganha $$ sobre as terras de Petropólis .

F3rnando disse...

O digníssmo sr. Jorge Targa estava mesmo precisando largar o osso (no caso a chefia da CEPISA). Por vezes foi sugerido seu afastamento, até pelo governador do PI (ligado ao Lula), pedindo a intervenção da Eletrobrás pra que o contrato de serviço fosse suspenso, minando assim a fonte de dinheiro, mas nada do "vampirinho" soltar da jugular. Foi preciso a PF entrar em cena pra tirar de circulação esse sultão do poder público. Ainda espero uma dia que vai haver uma "navalhada" dessa nos três poderes. Papuda neles!

Anônimo disse...

andré, eu entendo o seu ponto-de-vista. só não acho que este deva ser praticamente "o único ponto-de-vista resumido em slogan" em uma discussão entre pessoas esclarecidas. e outra parada, não sou intelectual, nem tampouco esclarecido a tal ponto. só acho perigoso!

a capacidade de se sintetizar comunicação sequer requer palavras, como estão por aí ícones como a suástica nazista, o santa claus, o plim ao quadrado, etc.

mas não estamos em 1968 e os slogans por si só são vazios de significados sem ação prática. é claro que slogans ajudam a angariar adeptos, mas tb servem de material para humoristas, chargistas, etc quando caem em desuso.

e não acho que o "seja alguém, vote em ninguém" seja banal, mas em termos de plebe rude acabou tirando o foco do restante do repertório de erre ao contrário, em função das demandas do jornalismo diário da época do lançamento do disco.

e na moral, acho mais casca chamar a atenção para outros aspectos do disco e do atual trabalho artístico de vcs do que vcs ficarem eternamente aprisionados na angústia teen de vinte anos que mudaram menos do que deveriam no concreto que racha mas não quebra...

pois para o "grande público" provavelmente o disco novo de vcs só se resumiria a "vote em branco". acho que vcs mesmos concordam que ele não se resume a isto...

mas blz, aí eu já tô sendo chato pra caralho pq isso aqui é um blog pessoal. no entanto, apenas acho perda de tempo ver vários dos zés ninguéns que somos entoando a toda hora que pra "ser alguém basta votar em ninguém"...

daí eu sempre achar que essas questões de mudança são sempre questões maiores de cunho individual. se não se consegue mudar "o indíviduo", como é que se vai modificar "o todo"?

sei lá, apenas quis contribuir pra discussão. abçs

Anônimo disse...

uarapumbara
uarapumbara rou

DUNHA disse...

EU ATE JA ESPERAVA Q ESSE ASSSUNTO FOSSE ABORDADO POR AQUI ETC E TAL, EU COMO BOM MARANHENSE Q VOTEI A FAVOR DE MUDANÇAS, ME SINTO COMPLETAMENTE ENGANADO PELO FILHA DA PUTA JACKSON LAGO E SUA TRUPE DE MERDA,APESAR DE ENGANADO EU JÁ ESPERAVA ALGUMA MERDA GRANDE NESSE GOVERNO Q ESTA ESTAGNADO DESDE O COMEÇO, PRINCIPALMENTE NA AREA DE SEGURANÇA E EDUCAÇÃO,MAS O PIOR DESSA MERDA TODA É SABER Q OS DESGRAÇADOS DOS SARNEYS SAEM VITORIOSOS DISSO TUDO!

QUANTO A FRASES DE EFEITO DE MERDA,A DO JACKSON ERA ASSIM: "VOTE 12, LIBERTE O MARANHÃO!"
COMO SEMPRE MAIS UMA FRASE DE EFEITO DE MERDA, Q OTARIOS COMO EU ACREDITARAM!

Anônimo disse...

É Dunnha, apesar de morar em Minas, acreditei nesse tal Jacson. Para mim seria o ínicio do fim da era Bigodudo.
Hoje em dia está assim, não dá mais para acreditar, é aí, no Rio, Piaúi, aqui, ali, em qualquer lugar... a corrupção se tornou cum cancer no país, e pelo visto, sem tratamento. Veremos o nosso fim!!!!

anonimo pentelho disse...

O slogan "seja alguém, vote em ninguém", isso é ótimo. Precisamos ter o direito de votar nulo. Votar nulo não tem nada de errado, isso é apenas uma opção, é uma forma de votar.

Tem os babacas da TV que dizem, e o povo bundão repete, que votar nulo é "falta de cidadania", pois se está jogando fora um "direito", bla bla bla...

O meu argumento é simples e devastador: quando não existe candidato nenhum que preste, quando o sistema todo é uma merda, para isso então existe a opção de anular o voto.

Se der maioria de voto nulo, deve-se então dissolver a eleição e fazer outra, com outros candidatos. Entenderam?

Votar nulo é um direito, deixar de fazer isso sim que é jogar fora um direito.

O voto nulo na verdade é uma regra, é um mecanismo vital para uma democracia seja limpa e justa. Temos o direito de anular uma eleição.

O voto em branco já é diferente. Isso é como um cheque em branco, uma carta branca, para aquele eleitor romântico que acredita que todos os candidatos são bons. Por isso o voto branco vai para a maioria.

Contudo, parece que recentemente houve um golpe maligno contra o povo otário, por parte da justiça eleitoral, que hoje vê o voto nulo como sendo igual ao voto branco.

Isso é um absurdo, isso é uma forma de garantir essa palhaçada de corrupção. Acabar com o mecanismo do voto nulo é garantir esse esquema imundo e corrupto.

Voces já perceberam que varios caciques da ditadura estão lá até hoje? Tem Sarney, ACM, e etc, já na terceira geração. São como reis, tem seus herdeiros hereditários.

E os empresários pilantras, os velhos corruptos, coroneis do agronegocio e etc, como é que esses caras sempre se elegem?

Sim, o sistema eleitoral brasileiro, isso não passa de um esquema continuista que eterniza o mesmo poder corrupto há quase 50 anos.

Para nós, essa democracia nada mais é do que uma campanha de marketing com musiquinha brega, com anuncios ridiculos para uma audiencia extremamente idiota.

Sim, no Brasil são eleitos aqueles candidatos mais conhecidos e famosos. Pode ser Silvio Santos, Pelé, Rogéria, Bruno e Marrone... Se for conhecido, o otário vai lá e vota.

Isso acontece por causa do monopolio de midia, que inclusive manipula "noticias" e "pesquisas", que garante a continuidade desse esquema corrupto e repugnante que é a nossa "democracia".

Deste modo, os nossos politicos são eleitos por um povo totalmente ignorante. Não adianta vc estudar e votar no melhor candidato possivel, pois a maioria ignorante sempre vai eleger pior. Mais um motivo para votar nulo.

Anônimo disse...

ninguém aqui está exaltando a proibição do voto nulo, CARALHO! só acho besteira achar que exaltar o voto em branco fosse sinônimo de cidadania ou rebeldia - só funcionaria em larga escala. mas a diversidade humana é incompatível a esse tipo de "unanimidade emergencial", que só funcionaria se houvesse uma maior padronização de perspectivas, o que felizmente não existe.

não vou falar em quem votei pq simplesmente não o fiz, mas agora bradar isso como bandeira política e como regra geral é apertar a corda na qual está pendurado o próprio corpo.

há de se ter cuidado com essas bravatas!

anonimo pentelho disse...

exmo anônimo mané,

Está louco de raiva ou estalou o cú de raiva?

Seja lá como for, não adianta, pois não vou te dar atenção. Pode ameaçar, xingar, gritar e espernear a vontade, pois isso só vai confirmar o seu atestado de babaca.

Além do mais, estamos adorando assistir o seu chilique. Continue assim.

anonimo pentelho disse...

Caros André e fãs da Plebe,

Se quiserem ler uma entrevista perturbadora, que explica muita coisa estranha, que esclarece mas deprime, confira a íntegra da entrevista de Carlos Alberto Costa, que chefiou o FBI no Brasil por quatro anos, concedida à Revista CARTA CAPITAL.

Tá nesse url aqui:
http://militarlegal.blogspot.com/2007/05/
em-entrevista-tv-o-dia-em-17-de-maio-de.html

Elizabete disse...

Esse é o tipo de discusão que sempre rende...Eu gosto do slogan "Seja alguém vote em ninguém"....Mas eh claro que soh issu não aditanda.....Infelizmente o voto nulo agora vale como um voto para a maioria...mesmo assim eu ainda o vejo como uma saída pra quem não vê futuro em nenhum desse candidatos de merda...
Mas isso eh apenas uma humilde opinião de quem tem muito pra aprender sobre isso ainda....
bjus...

André Nascimento disse...

Mas é sacanagem vc ser coagido caso não vote pois vc é excluído de tudo :concursos , retenção de salário (se for func público ) , matricula em universidade e etc e tal .... Agora um Maluf da vida que desde a Copa de 70 é envolvido em maracutaia tá aí livre , leve , solto ..e eleito !!! O voto tem que ser facultativo , pois seria um ato democrático . Na ditadura o povo queria votar mas era alijado desse ato !!! É 8 ou 80 aqui no Brasil .

mané otário disse...

É preciso VOTAR em alguém