sexta-feira, maio 11, 2007

Bat Masterson

Ataque de nostalgia! Eu realmente via isso e curtia. Não sou tão velho assim, quanod era adolescente, já era reprise. Que música!

25 comentários:

Anônimo disse...

andre "el diablo" x disse:
"Não sou tão velho assim, quanod era adolescente, já era reprise."

=====

nossa, vô! vc ñ eh velhu!
mas q mentiiiiira!
abç

Anonimo Pentelho disse...

Prefiro o debate polêmico. Por isso vou procurar sarna para me coçar. Hehehe

Não sou contra Bat Masterson, já assisti muito. Não estou esculhambando ninguem, muito menos o André. Estou apenas refletindo, pois nem tudo na propaganda e publicidade é de verdade. Tem muita coisa de "mentirinha".

Na minha humilde opinião, para mim que sou tupiniquim, Bat Masterson é mais um icone da propaganda e lavagem cerebral imperialista americana.

Não quero dizer que tudo que é americano é ruim, mas houve uma grande enxurrada de enlatados tóxicos americanos, durante toda a nossa vida. Repetiram os enlatados para todas as gerações, e isso ainda persiste.

Bat Masterson mostra o icone galã, heróico, invencivel e justiceiro. No começo isso era apenas "role model" narcisista para o mercado interno. A velha propaganda da qual o crime não compenssa.

Com a exportação, tais imagens enlatadas foram usadas em outras culturas, para que os alienigenas pudessem associar o tal "role model" com o império americano. Isso criava um apetite maior para os produtos made in USA.

A "lei" deles sempre vence. O "bem", no caso dos cowboys, era matar indios. Não apenas Bat Masterson, mas grande parte dos enlatados que assistiamos envenenaram um pouco essa nossa cultura com a violencia e até racismo.

Essa parada de armas e tiros na TV, com cenas de pseudo "justiça", isso instiga o ódio e a agressividade. A morte fica banalizada. Além disso, muitas pessoas saem por aí se identicando, querendo fazer "justiça", se achando que é Bat Masterson.

Assim, os mais radicais assumem um postura egocentrica e inflexivel, de "justiça" e "poder". Se achando o "gostosão esperto", que luta contra o "mal", para acabar então agredindo pessoas inocentes. É por isso que o maluco sempre acha que tem razão.

Os psicologos judeus da CIA, que sempre trabalharam em Hollywood, esses caras são foda. Usam Jung para a violencia do inconsciente, Freud para mexer no instinto do sexo, e Adler para manipular os complexos de inferioridade. Em cima dessa base usam Pavlov e Skinner para condicionar a macacada.

Leia mais sobre o Skinner:
http://en.wikipedia.org/wiki/B._F._Skinner

Quase tudo sobre Bat Masterson:
http://en.wikipedia.org/wiki/Bat_Masterson_(TV_series)

André X disse...

Ok, eu, como leitor de Philip K. Dick acredito em tudo isso que vc escreveu. Mas que a música era genial e as histórias cativantes, eram.

anonimo pentelho disse...

Eu sei que voce sabe. Sei tambem que é divertido assistir esses filminhos antigos. Eu gosto dessas pérolas que voce posta por aqui. Isso faz parte da minha cultura tambem.

Já certas musicas criam uma memoria emocional. Essa musica deve te lembrar alguma emoção legal da juventude. Eu tenho as minhas tambem. Como na fotografia que precisa do fixador, a memoria é melhor fixada quando existe alguma emoção associada. E a musica do Bat Masterson é bem feita mesmo.

Anônimo disse...

anonimo pentelho disse:
Estou apenas refletindo, pois nem tudo na propaganda e publicidade é de verdade. Tem muita coisa de "mentirinha".

==============

MINHA NOSSA!
Pedro Álvares Cabral acaba de adentrar ao recinto! Sê bem-vindo e abençoa este povo que te ama! Muito inteligente vc! Se vc não me dissesse isso eu certamente acreditaria em santa claus, a baleia vermelha!

Ellen Petersen disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
F3rnando disse...

Eu concordo, só não curti a parte dos "psicólogos judeus da CIA". Acho que o Manfredo fez uma letra sob esse mesmo ponto de vista no século passado numa árida capital sul-americana...

anonimo pentelho disse...

Devo me retratar. Não sou anti-semita, inclusive tenho sangue de judeu. Sou anti- sionista, mas não sou anti-semita, pois inclusive os arabes são semitas tambem.

Porém, realmente o poder judaico dentro de Hollywood é grande, sendo que os maiores psicologos americanos são judeus.

Isso foi devido a universidade de Berlin, que foi a melhor universidade da historia, que formou grandes cientistas.

Boa parte desses cientistas, que se formaram na universidade de Berlin, eram judeus. Depois da segunda guerra, a maioria migrou para os USA.

Mas a propaganda não é uma invenção dos nazistas e muito menos é invenção dos judeus. Quem começou primeiro foi a igreja católica. No caso da propaganda moderna de estado, o pioneiro foi o presidente americano Woodrow Wilson e o ministro George Creel, durante a primeira guerra. Hitler copiou esse modelo americano em sua propaganda nazista:

http://en.wikipedia.org/wiki/
Committee_on_Public_Information

Um filme polemico dessa época é o "Nascimento de uma Nação", que foi bancado pela KKK e retratava os negros de forma preconceituosa e mentirosa:

http://en.wikipedia.org/wiki/The_Birth_of_a_Nation

Leia mais sobre propaganda:
http://en.wikipedia.org/wiki/Propaganda

Ellen Petersen disse...

Eu nasci na década de oitenta e nem pude pegar a melhor fase dos seriados. Mas papai cantava esta música para mim deste jeito:
"No velho oeste ele nasceu
E entre bravos se criou
Seu nome lenda se tornou
Bat Masterson
Bat Masterson".
Ao assistir o vídeo disponibilizado pelo Divino, foi como se eu tivesse vivido tudo aquilo também. Indiretamente, mas vivi.

F3rnando disse...

É, eu estou ligado que o Spielberg é judeu, o Walt Disney era judeu, Woody Allen é judeu (e ele faz piadas muito boas com Spielberg, a indústria do cinema e os judeus, vide "Desconstruindo Harry"); mas acho isso de alguém-soltou-um-pum-ah-foi-o-judeu um negócio muito sem-noção...

F3rnando disse...

Onde eu quero chegar é que lavagem cerebral por lavagem cerebral, o Guanaes, marketeiro do Lula e apreciador de uma boa briga de canário, tb faz, era isso.

anonimo pentelho disse...

A minha critica aqui é contra o verdadeiro Bat Masterson e a propaganda americana. O seriado é até divertido. Isso é como ver uma propaganda bem feita. Mas é preciso saber o que é de verdade e o que é de "mentirinha". A Coca Cola da vida real é bem diferente dos anuncios da TV.

Gosto das "pérolas posts" do André. Por favor não entendam isso como uma critica contra o André. Independentemente da Plebe Rude, sou fã desse Blog em particular.

Primeiro, para entender Bat Masterson, é preciso entender um pouco sobre a migração irlandesa nos EUA . No começo do século XX, a Irlanda era muito pobre, havia fome por lá. Então, grande parte dos irlandeses migrou para os EUA.

Com esse estigma de migrante pobre, muitas vezes o irlandes era tratado como "paraíba" ou "baiano"(não é assim que dizem no Brasil). Os irlandeses inclusive ocupavam profissões mais fodidas. Muitos se tornaram policiais.

Assim como fazemos piadas de portugues, mineirinho ou cangaceiro, os americanos até hoje contam piada de irlandes.

Por isso criaram o seriado Bat Masterson, para levantar a moral e o orgulho do americano irlandes. Mesmo que o Bat Masterson não fosse propriamente um cowboy, foi mais ou menos como a Gloria Peres fez na novela: glorificou o peão boiadeiro asqueroso.

No caso do Masterson, que era um figura mais inteligente, mais culto e bem vestido, isso tambem foi feito de modo a criar mais simpatia pelo irlandes, aquele que faz o serviço sujo, por parte dos WASPs e elites dominantes americanas.

Enfim, o Bat Masterson era um heroi de origem irlandesa (os pais eram irlandeses). Era um pistoleiro muito esperto, um grande jogador de poker que ajudou a manter a "lei e a ordem" no velho oeste.

Para nós, esse aspecto de orgulho irlandes não faz muito sentido. Para nós o Bat Masterson é apenas um icone americano, daqueles que tocava o terror nos "foras da lei".

Contudo, Bat Masterson certamente matou muitos búfalos. Nas guerras de fronteira, provavelmente matou muitos indios e mexicanos. Isso sem contar os pistoleiros"foras da lei".

Na minha opinião, Bat Masterson era pistoleiro bandido tambem, pois os americanos daquela época eram extremamente babacas, racistas e genocidas. A questão indigena do velho oeste foi um tremendo holocausto. Bat Masterson só é "bom" porque lutava do lado da "lei"dos ianques. Por isso virou seriado.

http://en.wikipedia.org/wiki/Bat_Masterson

anonimo pentelho disse...

Fernando,

Muita gente acredita que os "judeus" estão metidos em todas as mazelas do mundo. Isso é porque, além do sionismo e Israel, certos grupos judaicos são ultra capitalistas, se envolvem em guerras e são montados na grana.

Existe muito dinheiro e poder judaico nos bancos da Suiça, de NYC, Europa.. Dominam o mercado do diamante na Holanda. Tambem são fortes em wall street, em hollywood, no complexo industrial militar e na midia em geral.

Contudo, tambem existem os judeus balconistas, funcionarios, contadores... Judaismo é apenas uma religião. Tambem tem muito judeu sem grana e sem culpa de nada disso. O mesmo acontece com cristãos e muçulmanos.

Alysson disse...

André, será que tu pode postar o endereço e o horário do show em Ribeirão dia 19. Sou de Minas e estarei em Ribeirão neste dia. Queria conferir o show. Aguardo resposta.

Timóteo Vicente disse...

a música do manfredo sobre psicologia judeu da cia é aquela sobre tevê, música de trabalho do quinto disco. TV

Timóteo Vicente disse...

consertando:
a música do manfredo sobre psicologia judia da cia (sou poeta e quero meu lho-gu-bah) é aquela sobre tevê, música de trabalho do quinto disco. TV

André X disse...

Não faço idéia, parei de ouvir Legião no quarto disco.

F3rnando disse...

Acho que era "Geração Coca-Cola", lá do primeiro. Essa do V não seria a da feijoada?

anonimo pentelho disse...

Então, para encerrar o assunto e parar e encher o saco, repito: não tenho nada contra as reliquias arqueologicas, que foram habilmente desenterradas do YouTube, do André.

Falo de modo generalizado sobre a questão dos enlatados americanos que se repetiram na formação da nossa cultura . Acho legal rolar esse debate, caso contrario não haveriam comentários além de chamar o André de "velho" (hehehe).

Só para esclarecer para o pessoal, a razão pela qual esses enlatados americanos se repetem por décadas, isso é e, ao mesmo tempo, não é uma conspiração da CIA. É o seguinte:

Todo ano tem uma feira exclusiva para donos, executivos e almofadinhas das TVs do mundo todo, em alguma cidade bacana do mundo moderno. Lá são exibidos diversos pacotes para TV, alguns lançamentos, para que esses donos, executivos e almofadinhas escolherem e comprarem.

Nessa feira se encontram os tubarões capitalistas, bem como evangélicos, muçulmanos, católicos e "judeus", que compram e vendem. seus pacotes. Os copmpradores dizem que compram aquilo que mais interessa financeiramente, mas existem outras agendas. Evangélicos não compram certas coisas, os tubarões tambem.

Então, o dono , executivo e/ou almofadinha da TV, seja ele qual for, tem vários programas para escolher. Alguns são bons outros ruins, alguns são caros outros baratos. Dizem que a boa TV é aquela que melhor resolve essa equação de qualidade e preço. Geralmente, os bons pacotes educativos, filmes e seriados humanistas europeus, esses são mais caros.

Os enlatados americanos, principalmente os ruins (com violencia, tiro e porrada), esses são sempre os mais baratos, pois o US government paga subsidio. Segundo os responsaveis, esse subsidio acontece exatamente para "promoção e abertura de apetite da audiencia alienigena para com os produtos e valores americanos". Isso seria apenas uma "estrátégia de marketing".

Além desse subsidio direto, dos enlatados americanos vendidos"abroad", por exemplo, nos USA é super barato rodar um filme de guerra, pois, caso aprovado o roteiro, o exercito te empresta tudo de graça. Empresta até caças supersonicos.. Em outros exemplos, por detrás de alguns filmes de "lei e justiça", certas vezes nisso roda dinheiro gordo da National Riffle Association.

Claro que a qualidade tecnica é muito boa. Dinheiro é o que não falta em Hollywood. Existem tambem otimas obras, até mesmo educativas e humanistas. Mas existe tambem um lado sinistro, coisa que deve ser discutida.

Anônimo disse...

vagabundo ser "especialista" nessas merdas é o fim da picada. tanta capim por aí... acaba sendo aquela parada: qual mentira você prefere?

F3rnando disse...

E o André que só queria lembrar da inocência da infâcia dele...

Anônimo disse...

tsc! pois é, tô dizendo...

André X disse...

Obrigado, Fernando! Minha intenção era puramente nostálgica. Mas até que me diverti com até onde foi a discussão.

anonimo pentelho disse...

hehehe

Anônimo disse...

I found this site using [url=http://google.com]google.com[/url] And i want to thank you for your work. You have done really very good site. Great work, great site! Thank you!

Sorry for offtopic