quarta-feira, janeiro 03, 2007

Sweet Fox on the Run

Antes do adolescente André descobrir o punk e o pós-punk, o que ouvia? Vou dar três dicas com o vídeos abaixo e esse aí em cima, do Sweet. Minha vontade de usar Rickenbacker vem do Sweet. Puta banda!

12 comentários:

Anônimo disse...

Tambem ouvia essas bandas de influencia glitter. Uma delas era o Slade, que ficava sempre ao lado do Sweet. O primeiro disco do Rush (Rush) tambem é nessa linha, ficava junto.

A Susie Quatro tambem tinha muita influencia glitter, mas o Thin Lizzy eu diria que não.

Anônimo disse...

Porra, viajei... Falei Susie Quatro mas a banda era o Status Quo. Mas é tudo da mesma época mesmo...

Anônimo disse...

Aliás, é meio que dessa influencia glitter que nasceu o punk rock.

André X disse...

Verdade. O punk tem em seu sangue boa dosagem do glitter. Mas das três bandas que postei, somente o Sweet segue essa linha. O Status Quo era coisa de roqueiro, nada de maquiagem e cabelo fofo, só guitarra e brim. Já o Thin Lizzy é metal, quando o metal era bom.

Ricardo Cachorrão disse...

Porra André... grandes influências!!!

Tanto Sweet, quanto Status Quo e Thin Lizzy são bandas fodonas, de uma década que lançou MUITA coisa boa, e que muitos caíram no esquecimento, tal era a fartura!

Da mesma época gosto muito também de: Lynyrd Skynyrd, Blue Öyster Cult, Grand Funk Railroad... um pouco antes tinha o Vanilla Fudge... mas ainda prefiro os seminais MC5 e Stooges!!!

:-D

Abração!

André X disse...

Cara, Grand Funk Railroad era o máximo! Como poderia ter me esquecido deles? Vou procurar um vídeo agora mesmo.

Também prefiro MC5 e Stooges, mas são de outro circuito, que comecei a ouvir bem mais tarde.

Ricardo Cachorrão disse...

Ainda bem que te lembrei... hahahaha

[]'s

F3rnando disse...

Sweet é phoda. Tem uma legião de fãs, apesar de não ser assim um Led Zeppelin em venda de camisetas hehe

Anônimo disse...

É verdade André. O Status Quo não tem nada haver com glitter. Estava confundindo com a Susie Quatro. (que não é glitter, mas sofreu influencia).

Já o Thin Lizzy, no disco Johnny the Fox, esse não chega a ser metal. Mas em outros discos seguintes, o Lynott começou mesmo a forçar a barra, e foi ficando mais e mais pesado, chegando então a se tornar um proto metal.

Uma banda desse época, que era cheia de influencia glitter, inclusive extrapolando no visual, que eu nao curtia muito por causa das fantasias de secos e molhados, era o Kiss.

Nessa época tive tambem aquele disco do Grand Funk, que na capa tem os 3 caras da banda deitados em caixões. Nunca mais vi esse disco por aí.

Quanto ao Lynard Skynard, citado pelo cachorrão, isso é banda de redneck confederado sulino da KKK. Se quiser ouvir algo decente nessa linha, eu sugiro os Alman Brothers. Mas isso e outra praia.

Já o Stooges e o MC5, esses são do final dos anos 60. São na verdade os pais do glitter e os avôs do punk.

O Blue Oyster e Vanilla Fudge são outras estórias bem diferentes. É rock anos 70 mesmo, tipo Status Quo e Thin Lizzy. Para quem gosta de Vanilla Fudge, sugiro ouvir tambem Beck, Bogert & Appice e Mountain.

Aliás, se quiserem ver algumas pérolas raras dos anos 70, mais da praia progressiva, eu achei esse site aqui muito interessante: http://www.screamyell.com.br/secoes/rockraro.html

Anônimo disse...

Aliás, eu diria que nesse site "rock raro" a praia está mais para o psicoldelismo ingles do final dos anos 60, coisa que criou depois o rock progressivo, mas tambem influenciou otimas bandas como o Atomic Rooster, Black Sabbath e outros.

Nessa lista aparece o Velvet Fogg, a primeira banda do Tony Iommy, que já apresentava visual de secos e molhados. O Andromeda e Grobschnitt eu cheguei a ouvir na época.

Outras bandas raras dessa época, muito boas, foram o Captain Beyond (Rod Evans), Armaggedon (Keith Relf), Steamhammer, Trapeze (Glenn Hughes) e Warhorse.

André X disse...

Anônimo,
Percebo que estou falando com um expert. Nossa, você é a segunda pessoa que sabe quem é Trapeze, sensacional banda canadense do Glenn Hughes. Também não gosto de Lynard Skynard pelas mesmas razões: KKK, sulísmo, etc. Já os A. Bros. ouvia direto e ainda curto os primeiros discos. É bom saber que pessoas saem da tríade Zep-Purple-Sabath.

F3rnando disse...

Mr.X só encabulando.
Daqui uns dias ele me aparece aqui com B.T.O :)))