segunda-feira, janeiro 16, 2006


Brasília está, literalmente, um mar de lama! Tanto no Congresso Nacional, como nos Supremos, como no Palácio do Planalto e, prinicipalmente, nas ruas. Temos um governador que agracia a classe média com pistas duplicadas, viadutos e pontes, e esquece da saúde, da segurança e da educação. A classe pobre também não reclama, pois ganham lotes, vale-gás, vale-salário, vale-leite, vale tudo para se manter no poder. Só que é impossível corromper a natureza e ela está puta! As fotos, acima, são da Capital Federal. É uma imagem que a mídia não passa. Governo Roriz? É só seguir o mar de lama.

22 comentários:

Claudio Lopes disse...

Caro André,

Eu moro em Bsb e trabalho na Câmara Federal (guardem as vaias para depois, por favor!!!). Apesar do deserto e da solidão que senti nos últimos trinta dias, gostaria de esclarecer algumas coisas que aprendi sobre o processo legislativo quando fiz o curso de ambientação.

Escrevo nesta postagem, pois creio que você não leria esse texto, caso fosse feito na postagem sobre o VEP.

Eu também ficava indignado com o fato de os deputados só estarem em Brasília de 3ª a 5ª. No curso, esclareceram-me que é realmente necessário que eles viajem para suas terras de origem, pois assim eles entram em contato com a população que os elegeu, ouvem as necessidades dos seus estados e municípios, negociam com suas bases e podem, a partir disso, lutar por recursos financeiros e por uma legislação que possa atender ao que é demandado. Assim, o que deve ser estranhado não é o fato de não haver deputados na Casa 2ª e 6ª feiras. Mas isso não é noticiado na mídia, pois não é notícia esclarecer o funcionamento do processo à população. Com isso, metemos o pau nos Deputados sem entendermos como a coisa funciona.

Achei isso interessante. E acho que faz sentido também. É pena que vários deputados não se comportam à altura, denegrindo de forma tão brutal a instituição como um todo.

Um grande abraço,
Claudio Lopes

Thiago Mario disse...

O curioso disso tudo é que quando estava aí perguntei pro pessual da casa aonde eu estava se aí tinha enchente e essas coisas, todo mundo disse que não, essa é a primeira vez que acontece isso!?

Muito estranho!

Abraço!

André X disse...

Cláudio,

Certo, os nossos representantes devem voltar às suas bases para melhor saber de suas necessidades e, assim, melhor representar seus eleitores. Isso em teoria, se o voto fosse distrital, ou seja, o deputado estaria realmente representando uma base. Do jeito que é nosso sistema eleitoral, quando o total da legenda que determina os vencedores, nem sempre o mais votado leva, pois outro já arrastou uns outros pedurados em sua legenda. Como o voto não é distrital, o povo esquece em seguida das eleições em quem votou e a cobrança é impossível.
Concordo com o retorno à base, mas que tal se fosse somente uma vez por mês? Quando não existia internet, e-mail, cabo, computador, e o ddd era um absurdo de caro, fazia sentido o retorno semanal. Hoje, acho que a frequência tem que ser repensada.
Pergunte api na Câmara porque os deputados que representam Brasília ganham passagens para o Rio de Janeiro se a sua base é aqui no DF?

Anônimo disse...

deputado bom é deputado morto!

Claudio Lopes disse...

Caro André,

Concordo com seus argumentos, mas ainda acho que a população - como o ser humano em geral - prefere que o seu representante ouça suas demanadas face a face. Isso sem contar que grande parte do eleitorado não tem acesso a um computador. Talvez por isso valha a pena o deputado ir a sua terra de origem.

Na verdade, fiz o comentário apenas para elucidar o processo legislativo, pois você sabe que a imprensa é tendenciosa e só revela o que lhe interessa e dá audiência. Acho que voltar a sua terra somente uma vez por mês já seria suficiente realmente.

Agora, não sei lhe dizer se os deputados de Brasília ganham passagens aéreas para o Rio de Janeiro. E se ganham, que sejam os finais de semana que têm show da Plebe!!! Afinal, 48 horas não chegam!!!

Um grande abraço,
Claudio Lopes.

P.S. Não dá para divulgar mais nenhuma música nova na Internet não?

Mikele disse...

Caros amigos Plebeus
Vi a discussao de vcs, e nao poderia de deixar de perguntar. Como eu faco pra encontrar com um deputado ???
Em epoca de eleicao eles aparecem por todos os lados, mendigando os nossos votos. Isso me cheira mais a deputado indo ter uma mini ferias semanal!
Desde quando eles precisam ter ajuda de domicilio ou sei como se chama, sendo que eles so dormem la segunda, terca, quarta e quinta ???
Bom, vou parar por aki, mas sinceramente nao vou ajudar essas pessoas a roubarem o meu dinheiro, ano que vem, o 00 pode contar com meu voto. Votem nulo meus amigos, nao ajudem os deputados, atrapalhem !!!

Claudio Lopes disse...

Mikele,

Eu discordo do seu argumento. Se você mora em Brasília, basta vir à Câmara dos Deputados que você encontrará os deputados (se você quiser serei seu cicerone!). Talvez não encontre todos, mas verá vários deles por aqui. Se são honestos ou não, já é outra questão. Agora, se você prefere apenas criticar e votar nulo, é um direito seu. Afinal, eles continuarão por aí, com ou sem seu voto. Não sei se adianta... Por sinal, André, tenho curiosidade para conhecer a música Vote em Branco. Tem como você publicar a letra?

Um grande abraço,
Claudio Lopes

Mikele disse...

Caro Claudio Lopes
Bom, morava em Belo Horizonte, agora moro em outro país o que faz minha indignacao ser ainda maior. Sei que eles vao continuar por ai, mas pelo menos, nao sera com o meu voto, to fazendo minha parte e acho que os brasileiros devem fazer a sua parte, nao so me refiro a votar nulo, mas como exemplo de as pessoas jogarem o lixo no lixo, parece e é ingenuo, mas funciona. Adoraria fazer um tour pela camara, mas como estou a milhares de quilometros de Brasilia isso se torna impossivel em um futuro breve. Quando me referi que nao se acha deputados, me referia a total falta de informacao pra achar um deputado, mas tambem tenho que lhe contar que quando morava ai nunca procurei, nesse ponto nao posso nao deveria criticar. Bom, mas todo politico é passivo de critica, depois de todos os escandalos, nao acredito em nada e em ninguem, me desculpe mas acho q o voto nulo é a unica saida, ainda mais em um pais aonde nao existe, esquerda, direita e nem meio, é tudo um amontoado só, é tudo uma troca de interesses (proprios) que só beneficia o proprio, bolso, infelizmente, no ano que vem farei questao a ir pra Estocolmo e votar nulo, a minha parte eu farei!

Um grande abraco
Mikele

André X disse...

Em primeiro lugar, muito me alegra esse debate - agora a nível internacional! Mikele, sabia que o baterista do Arte no Escuro, banda de brasília dos anos 80s, parte da tchurma, mora em Copenhagen?
Bem, voltando ao debate, Cláudio, você parece estar mais interessado em defender os deputados do que eles próprios. Louvável de sua parte, mas eles precisam chegar à população e mudar o conceito popular sobre eles.
Um analista político me disse uma vez que o pior político é o político sem ambição, pois esse pára na Câmara dos Deputados, fica lá servindo como massa da manobra e nem se interessa por outro posto maior, como senador, prefeito, governador, etc. Esse é o mais fácil de corromper, praticamente está com uma placa ´vendo-me´ pendurada no pescoço.
Agora, isso já é uma generalização, pois sei de vários deputados que estão usando a Câmara para vôos maiores.

F3rnando disse...

Cara, nessa discussão toda me vêio a mente o Eurico Miranda. "Estou na Câmara defendendo os direitos dos vascaínos". Imagino Euricão voltando ao RJ, depois de uma exaustiva semana de três dias de trabalho e se misturando à geral de São Januário pra consultar suas bases. Clássico da demência.

Claudio Lopes disse...

Caríssimos André, Mikele e Fernando,

Não estou defendendo os deputados, pois não conheço nenhum deles a fundo. E também estou decepcionado com o que vem acontecendo. Nos primeiros quinze dias de janeiro, trabalhei um monte aqui (acreditem, pois trabalho na área meio - engenharia - e serviço é o que não falta!) e não vi movimentação nenhuma nem das CPIs, nem dos deputados. Foi inclusive um período em que a imprensa divulgou que os únicos que estavam trabalhando eram os operários. Também não estou interessado em defender deputados, pois depois do governo Lula, no qual eu acreditava poder fazer algo diferente, sou um incrédulo total. O que estou interessado em fazer é divulgar coisas que a mídia não divulga, pois não dá ibope esclarecer a população. Dá ibope falar mal da população, condenar, criticar e pisar nas pessoas, mesmo antes de um julgamento decente. Por isso acho legal o espaço do blog. E também não vou amaldiçoar o local em que trabalho, pois é daqui que vem meu sustento. Os deputados são outra história.

Fernando, vi quando o Eurico fez aquele comentário ridículo sobre os vascaínos. Espero não ter de encontrar com esse sujeito por aqui tão cedo. É uma vergonha!

Um grande abraço,
Claudio Lopes

Mikele disse...

Carissimo André
Em nivel de geografia, espero que nao tenha confundido. Estocolmo fica e é a capital da Suécia que é vizinha da Dinamarca e Copenhaguem é a capital da Dinamarca.
Abracos !!!

André X disse...

Pô, Mikele, agora tá me chamando de burro. Sei qual cidade é capital de onde. O que quis dizer é que ambas ficam pertas (tipo Rio - SP) e na Escandinávia e que tem um ilustre músico da tchurma logo ali, atravesando o mar.

Claudio Lopes disse...

Caro André,

Pertas?

Um abraço,
Claudio Lopes

Rodrigo disse...

Cláudio,você é muito pentelho!

Mikele disse...

Hhahahahhahhahah. Longe disso, so achei que tivesse confundido,ou mesmo alguem que le o blog se confudisse, como por aki tem muita gente q acha q Buenos Aires é a capital do Brasil, acontece, e ninguem é chamado de burro! hahahahha
Na verdade é pertinho mesmo, daki de Gotemburgo ate la de dar uns 400km e agora nem precisa mais pegar barco, tem a ponte q liga a Suecia a Dinamarca, parece q ta entrando dentro da agua, bem legal !
Abracos

Claudio Lopes disse...

Caro Rodrigo,

Você é um amor!!!

Claudio

P.S. Meu nome não tem acento! Por favor, escreva correto da próxima vez!

Vascaíno!!! disse...

Amigos, duas coisas:
1) Um esclarecimento: Para quem não sabe, como o F3rnando, o Estádio de São Januário, fundado em 1927, e de tantas glórias para o País e para o Vascão, não possui geral;
2) O Eurico voltará para a Câmara, ano que vem!

F3rnando disse...

Não sabia mesmo, por vários motivos: Não sou carioca, não moro no Rio, não torço pro Vasco e muito menos voto no pilantra do Eurico. Vascainos leêm pouco, não conhecem figuras de linguagem, ou popularmente, "por assim dizer".

"Ele voltará"? Claro, assim como alguns dejetos voltam, mesmo dando discarga. :)))

Vascaíno!!! disse...

Ok, F3rnando!
Só lamento por vc não ser vascaíno, não ser carioca, não morar no Rio de Janeiro, não conhecer São Januário e não ter como votar no Eurico!
Quanto a dar "discarga", desculpe-me mas não sei do que se trata! Que eu saiba se dá "descarga".

F3rnando disse...

Pois eu não lamento nem um pouco..:)

André X disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!