segunda-feira, novembro 07, 2005

Maradona ou Belladona?


Vendo os noticiários desse fim-de-semana, pairou uma dúvida: quem é o pior, Bush, Chaves ou Maradona. Pergunta difícil, meditei todo o domingo à noite sobre a questão. Hoje de manhã decidi. Por unanimidade dos meus neurônios, Maradona foi o eleito. Tomei minha decisão baseada nos seguintes parâmetros:
1. Seu repentino engajamento político por ocasião da Cúpula das Américas com a presença do Bush em solo Argentino. Logo Maradona, o craque mais globalizado do mundo, agora vem levantar sua bandeirinha de isolamento econômico. Alguém deveria lembrá-lo que suas contas na Itália são consideradas divisas externas.
2. Sua entrevista com o Fidel. Caramba, dois dinossauros voltam da extinção e trocam perguntas e respostas pré-ensaiadas! Deixou de ser gozado, passou para o ridículo. Cuba é o único lugar onde o Dieguito pode cheirar em paz. Na ilha, onde o povo vive com três dólares por mês, o argentino deita e rola. Come do bom e do melhor, se hospeda bem e torra escandalosamente o seu dinheiro – dólares, claro, pois não aceitam pesos argentinos.
3. Ouvindo a CBN, ainda tenho que agüentar um comentarista esportivo anunciar que admira o viciadinho-futeboleiro pois, ao contrário dos jogadores brasileiros, ele é engajado. Porra, ainda bem! Alguém se lembra do Pelé quando dava na telha de falar de política. Saia umas pérolas, como “o povo não sabe votar”. O nível de nossos jogadores é tão baixo, que ainda agradecem a Deus cada vez que marcam um gol. Como se o Senhor torcesse por algum time (e todos sabem que ele é Furacão, he he he...). Sério, imagine um Kaká engajado na política, só ia dar Garotinho, Rosinha e Bispo Macedo. Jogador tem que é ficar calado e fazer gol.
4. O programa do Maradona é trash dos trash. Se algum dia eu tivesse dúvida se cocaína faz mal, hoje não tenho mais. Ridículo é elogio.
5. Ainda não engulo aquele gol de mão. Que coisa feia!

Assim sendo, hoje, o mané dos manés, para mim, é o Diego Maradona. Mas esperar o quê de um argentino? Um país tão desprovido de heróis, com uma história tão feia em termos humanitários, com governos tão incompetentes, só poderia ter, como celebridade-mor, um panaca desses.

11 comentários:

CÍCERO disse...

DIEGUITO ALMEJA ALGUMA COISA COM ESSA FALSA POSTURA POLÍTICA, QUEM SABE A PRESIDÊNCIA DA FÁLIDA ARGENTINA ...

André X disse...

Eu havia pensado nisso. Ele olha para o Chaves e diz: populismo eu também posso fazer. Seria eleito, certamente, assim como Silvio Santos seria eleito no Brasil, caso se candidatasse.

João disse...

E não é que senti um pouco de pena do Bush ao ver aquela manifestação onde estavam o Chavez e o Maradona mandando a Alca "ao carajo". Aquele título da Argentina de 1986 tinha que ser impugnado, pois Maradona já jogava sob efeito do pó desde aquela época. Pra ter uma noção do país, basta dizer que o maior ídolo da Argentina não é um argentino, pelo menos verdadeiro, mas um fake, o francês Carlos Gardel.

andre disse...

Acompanho seu blog por conta do blogo do Paulo mArchetti..acho muito legal as coisas que vc escreve...vc poderia continuar escrendo sobre as histórisa da plebe...muito legal mesmo os 3 ultimos que vc escreveu..sou fã da plebe e acho que todos os fãs tbm curtiram...valeu

André X disse...

Tem uma história verídica de argentino que é assim: numa recepção diplomática, um diplomata argentino chegou numa roda onde, entre outros, havia um diplomata brasileiro. Daí ele falou: o Brasil não é um país sério, lá todos admiram mulheres que em outros país seriam consideradas putas. Sem pestanejar, o brasileiro responde: pelo menos a gente nunca elegeu uma (se referindo à Evita).

André, valeu, ben-vindo à bordo. Mais histórias virão.

Daniel disse...

André...
Veja bem... a empatia de Maradona com Xuxa e Pelé potencializam todas as suas idéias...
Mas eu acho q o Bush é pior pq, pelo menos, o Maradona como jogador de futebol era muito competente... já o Bush, não sei onde ele tem competência...

Daniel - Plebe na pele

Thiago Mario disse...

Num sei o que foi mais decepcionante: O maradona dando uma de apresentador, o Fidel ficar rindo detudo que esse gordo cheirador dizia ou os dois se sentindo socialistas jogando bola com uma bola da Adidas!
PQP!

Abraço!

Mateus disse...

Esta foto do Maradona vale mais q mil palavras.

Marcelo disse...

Tudo que disse é pouco ainda...o programa dele não é engraçado..é desgraçado isso sim! Mas, tudo que é podre, trash demais o pessoal acha engraçado..hoje li uma boa notícia, que o programa do João Kléber foi suspenso do ar...desculpa, mas sempre que posso falo mal do João Kléber..huahuahauhauha...tudo é uma deixa!!!

Ralé Bronca disse...

Preciso postar um comentário sobre Bush no Brasil:
Me indignei em ver imagens de protestos feitos no rj e em bsb contra o Bush. Porra, acredito que temos outras urgências no momento. Porque esses bulhas que foram perder seu tempo contra Bush, não perdem seu tempo pedindo mais agilidade nas CPMIs, contra os altos salários, os serviços públicos... depois nego faz piada de português...
Se tudo for comprovado haverá devolução da bolada gasta?

PS: quem é mais inteligente: dieguito ou pelé?

JetSet disse...

Palmas para a acessoria de imprensa do maradona. Embalando direitinho, qualquer merda vende...